1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Margin Call – O Dia Antes do Fim (2011)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Hugo, 29 Jan 2012.

?

NOTA:

  1. 10

    0 voto(s)
    0,0%
  2. 9

    0 voto(s)
    0,0%
  3. 8

    33,3%
  4. 7

    33,3%
  5. 6

    33,3%
  6. 5

    0 voto(s)
    0,0%
  7. 4

    0 voto(s)
    0,0%
  8. 3

    0 voto(s)
    0,0%
  9. 2

    0 voto(s)
    0,0%
  10. 1

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Diretor: J.C. Chandor

    Sinopse: Peter Sullivan (Zachary Quinto), Seth Bregman (Penn Badgley) e Will Emerson (Paul Bettany) trabalham no setor de riscos em uma corretora, que está realizando uma série de demissões. Cerca de 80% do setor em que trabalham foi demitido, entre eles o chefe do trio, Eric Dale (Stanley Tucci). Ao pegar o elevador Eric entrega a Peter um pen drive, que contém algo em que estava trabalhando no momento. O alerta para que tomasse cuidado com o conteúdo chama a atenção de Peter, que fica após o horário de trabalho para dar uma olhada no arquivo. Logo ele descobre que trata-se de uma análise da volatilidade da empresa, que indica que há duas semanas ela ultrapassou e muito o limite de risco o qual pode correr. Desta forma a empresa está prestes a falir, o que provoca uma reunião de emergência com diversos setores da empresa, entre eles seu dono, o acionista John Tuld (Jeremy Irons). (AdoroCinema)

    Avaliação do Hugo: Que bela estreia do diretor ai. Um filme que mostra os bastidores crise econômica de 2008, fazendo alusão explícita a Lehman Brothers, pivô da referida crise. Ao contrário do caricatural Wall Street 2, do Oliver Stone, este aqui faz um ambicio estudo de personagens, em que ninguém é vilão, mas também estão longe de serem santos. O destaque para mim no elenco foi o Spacey, que finalmente acerta em um papel central. E o Irons também interpreta um tubarão do capitalismo de forma excelente. O destaque negativo fica por conta da Demi Moore, que nunca convence no papel de consultora financeira e faz figuração de luxo apenas. Gostei da tese do personagem do Irons sobre como ter sucesso hoje: “Seja o primeiro. Seja o mais inteligente. Ou trapaceie”. E é a realidade, e não só no mercado financeiro.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  2. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Vi e confesso que fiquei meio decepcionado. Não que o filme fosse ruim (o que não é, na verdade é um bom filme) mas falaram tanto, mas tanto desse filme, que eu esperava algo mais. Sei lá.
     

Compartilhar