1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Mullets][Monsterz]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Pips, 20 Jan 2003.

  1. Pips

    Pips Old School.

    [Mullets][Monsterz]

    Prólogo
    A cidade de São Bernardo do Campo ficou honrada ao receber em sua catedral os quatro Édens, uma peça rara de muito valor p/ colecionadores do mundo todo.
    Os Édens representam os poderes das trevas que foram aprisionados há vários séculos atrás.
    Felippe, Diego, Bruno e Bocão são calouros da Universidade A.B.C e, se submeteram a um trote. Terão que pichar as estátuas da catedral.
    Já é tarde, mas precisam fazer o que foi lhes dito.
    Na frente eles vêem os grandes vitrais que tem desenhados os mais ilustres nomes da Bíblia.
    Entram com toda sutileza p/ não chamarem a atenção do padre que naquela hora deveria estar rezando em seu quarto.
    Bruno tira a mala das costas, pois já estava ficando cansado de carregar aquele peso.
    Felippe ouve um barulho e pede p/ todos se esconderem.
    De longe um rapaz forte estava retirando do altar uma peça prateada redonda que aparentemente parecia um pentagrama.
    Diego cochicha para todos:
    -Não vamos deixar ele roubar!!!!
    -Vamos pular nele e segurá-lo!!!- completa Felippe.
    Cada um vai para um lado, os quatro surpreendem o rapaz e ao mesmo tempo seguram o objeto, uma estranha energia passa pelo corpo dos quatro.
    O rapaz tenta tirá-los de cima dele, pois tinha acabado de cair no chão.
    Felippe, Bruno e Diego levantam, o rapaz olha e começa a correr. Felippe repara e, claro, c/ muita raiva do cara começa a persegui-lo. De repente sua calça rasga, suas pernas estão mais fortes, seus pêlos crescem mais, seus olhos castanhos ficam brancos, suas unhas ficam maiores, suas orelhas crescem e ficam pontudas.Sentia seu corpo mais forte e correu tão rápido que parecia estar caminhando. Bruno e Diego ficam assustados c/ aquela transformação de Felippe.
    O rapaz sobe em uma moto e desaparece pela ladeira. Felippe abaixa a cabeça e volta ao normal.
    Diego chega perto de Felippe e pergunta:
    -O que aconteceu?
    -Eu não sei acabei ficando com muita raiva daquele desgraçado!!!!!- responde Felippe.
    -Cadê o Bocão?- pergunta Felippe tremendo.
    -Ele está sem pulso!!!!!!- grita Bruno c/ desespero nos olhos.
    Vamos enterrá-lo e ver o que fazemos amanhã!- fala Diego.
    Os três enterram o amigo e cada um volta p/ sua casa pensando no que vão fazer.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Pips

    Pips Old School.

    “ Os quatro Édens”


    Felippe acordou mais cedo e sem se despedir da mãe, ele entrou no carro e foi direto p/ a Universidade.
    No centro, no apartamento de Diego o primeiro raio de sol entra pela brecha de sua janela alcançando sua mão. Acaba sentindo um calor na mão e rapidamente se joga p/ o lado escuro do quarto.
    Na Universidade, Felippe e Bruno se esbarram na cafeteria, onde Bruno acaba contando uma coisa p/ Felippe:
    “Eu estava voltando p/ casa quando fui assaltado por três caras, eles queriam dinheiro, mas como eu não tinha, acabaram me agredindo.
    Eles foram andando, senti uma raiva que acabei sentindo dor nas costas. Um par de asas surgiram das minhas costas e minhas unhas cresceram.
    Dei uma surra até eles pedirem desculpas.”
    -Calma aí!!!!- corta Felippe- você está dizendo que se tornou uma criatura!!!!
    -Não sei, quando vi estava normal outra vez!!!!- fala Bruno.
    -O Diego deve saber o que era aquele negócio que nós tocamos!!!!- diz Felippe.
    Os dois ficam atordoados c/ o que acontecera. Mas será que só os dois ficaram daquele jeito?
    -Ei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!- grita alguém das sombras.
    -Diego? É você?- pergunta Felippe.
    -Sou! Venham aqui vocês tem que ver isso!!- fala Diego.
    Bruno e Felippe se aproximam. Se deparam não só com Diego, mas c/ seu amigo morto, Bocão.
    -Ahhhhhhhh!!!!- gritam os dois.
    -Calma! Eu descobri o que aconteceu!- fala Diego.
    Os quatro vão p/ a biblioteca e Diego mostra um livro com uma figura que se chamava: “Os 4 Édens”.
    -O que é isso?- pergunta Felippe.
    -São os quatro Édens, um amuleto que era usado p/ guardar os poderes das trevas!- fala Diego- cada um desses símbolos guardava um tipo de poder!!!!! O sol guardava os poderes dos amaldiçoados, aqueles que na luz do dia são como qualquer um, mas a noite se tornam criaturas horríveis. Como o lobisomem, que foi o que nosso amigo Felippe se transformou.
    A cruz representa os espíritos que voltam do além, como nosso amigo Bocão.
    A cruz da eternidade representa os demônios que nascem já amaldiçoados, como o nosso amigo Bruno.
    A lua representa aqueles que se escondem da luz e adoram a escuridão, um vampiro que é o que me tornei.
    -O que vamos fazer?- pergunta Bocão.
    -Por enquanto mantemos o segredo, vamos ter que pedir a alguém que ajude o Diego, pois ele não pode andar na luz do dia!!- diz Felippe.
    Bocão vai até o laboratório da Universidade e acaba encontrando o professor Hélio. Um professor legal que sabe um pouco de história, Bocão cria coragem e conta tudo p/ o professor.
    Depois de ver um demonstração de Bocão, Hélio resolve ajudar Diego:
    -Preciso do seu sangue p/ poder fazer uma coisa!!!- diz Hélio.
    Diego dá o sangue p/ o professor.
    Horas depois ele grita:
    -Eureka!!! Com um pouco desse antibiótico todo dia de manhã você poderá andar na luz do dia!!!!!
    -Certeza?- pergunta Diego.
    -Claro pode sair agora!!!!
    Diego toma o remédio e vai até a janela, nada acontece e ele se sente normal outra vez.
    Mas Hélio ainda diz:
    -De acordo c/ a lenda dos Édens quem estiver c/ o amuleto pode retirar seus poderes quando tiver um eclipse!!! Quero que vocês venham ao cemitério hoje, preciso saber a capacidade de cada um!!!!!
    -Como assim?- pergunta Felippe.
    -Vocês precisam treinar, porque se os poderes forem sugados, vocês sumiram p/ sempre!!!!
    Sem ter duvida de nada os quatro fazem um pacto p/ que o sigilo nunca seja quebrado e Felippe grita bem alto c/ a força de todas suas cordas vocais:
    -Avante Monsterz!!!!!!!!
    A noite todos chegaram no horário ao cemitério, Hélio já os estava esperando p/ poder contar uma coisa:
    -Vocês já leram aquelas revistas que falam sobre OVINIS, chupa- cabra, vampiros?
    -Já sor!- diz Diego.
    -Bem, aquelas revistas não mentem!!! Existem todo tipo de criaturas!!!
    -Bem agora já sabemos!- exclama Felippe.
    -Vamos começar c/ isso de uma só vez!!!
    -Vocês vão começar o que?- era um rosto conhecido por todos ali.
    -Ben!!! Capitão do time de futebol da Universidade!!!!!- exclama Bocão.
    -Vocês não sabem que é perigoso ficar em um cemitério desses a está hora da noite!!!!- fala Ben com um olhar malicioso- há muitos loucos por aí!!!!
    Felippe e Diego olham e reparam que todo o time de futebol estava no cemitério naquele exato momento. Felippe cochicha na orelha de Diego:
    -Esses caras não me cheiram bem, parecem que estão querendo outra coisa de nós.
    -Por que cochicham?! Parece que não estão felizes em nos ver!!- Ben olhava nos olhos de Felippe e sentia que eles estavam desconfiados.
    Diego, como tinha sentidos de um vampiro, não sentiu o coração de nenhum deles batendo e gritou p/ o resto do grupo:
    -Eles são vampiros!!!!!!!!!!!!!!!!!
    -Garoto esperto!- Ben transforma-se em um vampiro junto c/ todos- agora vocês sabem demais!!!!!!!!
    Felippe se concentra e grita a todos:
    -Eles não tão brincando!!! Vamos chutar alguns traseiros!!!!!
    Logo todos haviam se transformado no que eles chamavam de Monsterz.
    Hélio se esconde atrás de uma árvore e os quatro Monsterz começam a descer a mão nos vampiros.
    Felippe encolhia as pernas e virava uma bola p/ acertar os adversários. Bruno soltava raios pelas mãos e brincava c/ a cabeça de todos.
    Diego podia ser baixinho, mas conseguia se desviar de cada soco e chute, Bocão usava sua névoa p/ distrair todos a sua volta.
    Ben havia sido o último vampiro a ficar de pé, Felippe precisava zoar c/ a cara dele. Então arranca a cabeça do jovem capitão e arremessa como uma bola de basquete p/ lugar algum.
    Hélio viu a sangrenta batalha e logo disse aos seus alunos:
    -Vocês não precisam de treinamento, precisam de disciplina!!! Brincaram c/ eles como comandos em ação!!!
    Logo a sombra de um guarda foi se aproximando, pergunta c/ a voz grossa:
    -O que vocês fazem aqui a essa hora?!
    -Nada seu guarda!- fala Bocão.
    O guarda olha p/ o chão e vê a cabeça de Ben toda desfigurada e grita c/ a voz mais grossa:
    -Fiquem parados!!!! Todos no chão!!!!!!
    -Calma...- Felippe tenta explicar ao guarda.
    -Cala a boca!!! Não chega perto de mim!!!!!
    Bocão usa sua névoa p/ fazer o guarda adormecer, e todos fogem cada um p/ seu lugar.
    No dia seguinte na Universidade, todos estão reunidos no laboratório de biologia.
    A preocupação era a mesma, como reunir os Monsterz sem haver pessoas por perto?
    -Como vamos achar um lugar onde ninguém nos ouça conversar?- se indaga Felippe.
    -Não temos dinheiro p/ alugar um apartamento, ou um quarto e nem sabemos quem é o cara que está c/ os 4 Édens!!!- diz Diego.
    -Eu sei onde vocês podem ficar agora!!!!- fala Hélio.
    -Onde?- pergunta os quatro jovens.
    Hélio os guia até sua casa e os leva ao porão, não entendendo nada Felippe pergunta:
    -Por que está oferecendo seu porão?
    -Estou oferecendo porque vocês precisam de um lugar p/ se encontrarem, onde possam ter por onde sair c/ um carro, ter informações sobre coisas que estão acontecendo através do rádio da polícia e estejam conectados a net 24 horas por dia!!!!
    -E por que está nos oferecendo tudo isso?!
    -Porque eu sou o único que sabe de vocês e posso ajudá-los c/ feitiços, caça vampiros, justiceiros e vários outros fatores que podem favorece-los.
    -Agora temos uma base precisamos pesquisar nos dados da polícia quem era o sujeito que roubou os 4 Édens!!!!- fala Felippe.
     
  3. Pips

    Pips Old School.

    “A Caça Vampiros é amiga de todos”


    Na Universidade os quatro Monsterz estavam tendo uma pequena reunião até que Betty, conhecida como a fofoqueira, os interrompe. Uma garota loira, de olhos castanhos, estudante de jornalismo que sempre comenta tudo aquilo mostrado em jornais e televisão...
    -O que você quer?- pergunta Felippe já perdendo a paciência.
    -Já que você perguntou.....Uns caras do time de futebol foram encontrados mortos no cemitério!!!!
    -Saiu no jornal?!- grita Diego.
    -Vocês vivem no mundo da lua!!!! Saiu em todos os jornais de televisão!!!!
    -E acharam algo?- pergunta Bocão preocupado c/ o que poderia acontecer.
    -Um guarda foi achado dopado no chão perto dos corpos, ele disse que havia cinco pessoas não identificadas no local, mas ele não viu o rosto de nenhum!!!
    -Coitado!- disse Felippe c/ a voz cheia de malícia.
    De longe os Monsterz avistam Thaís, a amiga que todos adoravam, estudante de direito, cabelos castanhos claros, olhos castanhos escuros sempre com olheiras.
    -E aí Thaís? Ficou na net de novo?- pergunta Bruno.
    -Oi!! Não tive que ficar de babá até tarde ontem e ainda tive que ficar estudando!!!
    -Bem, você parece morta!!!!!
    -Obrigada!!!!
    O dia passou rápido e às onze da noite todos já estavam na base.
    De acordo c/ Hélio os vampiros sempre andam em lugares movimentados e enquanto eles não descobrissem quem era o cara que roubou os 4 Édens, precisavam ajudar a sociedade.
    Os Monsterz se separavam em duplas: Felippe e Bruno e, claro Diego e Bocão.
    Felippe e Bruno precisavam patrulhar no cemitério da colina, pois sempre que uma pessoa é mordida primeiro ela morre, depois sua alma de demônio vêem a tona.
    Diego e Bocão patrulhavam nos lugares movimentados, como bares e casas noturnas.
    Felippe logo viu um vulto em movimento atrás das lápides, já acostumado se transformou em lobisomem. Mas quando viu estava cercado de vampiros, logo em seguida Bruno veio em seu auxílio.
    Bruno achou que seria fácil de derrubar todos, mas eram muitos e ele disse:
    -Vocês querem se dividir p/ nós sabermos c/ quanto cada um vai lutar!!!!!!
    Os vampiros já estavam furiosos e resolveram atacar de uma vez, no começo os dois Monsterz estavam na vantagem, mas os vampiros eram muitos.
    Estavam no chão, quando o vulto os ajuda sem nenhuma dificuldade em derrubar vampiro por vampiro. Felippe também ajuda cortando a cabeça de cada demônio que estava a sua frente.
    Logo todos estavam no chão, mas o vulto pergunta p/ os dois Monsterz:
    -Por que vocês demônios estavam lutando uns contra os outros?!
    -Não somos qualquer demônio, somos os Monsterz!!!- diz Felippe indignado c/ a descrição.
    -Não deixam de rastejar pela noite matando pessoas inocentes!!!
    -Nós ajudamos pessoas!!! E você quem é?
    A pessoa sai da sua sombra e mostra uma grande surpresa:
    -Sou Thaís!!! A Caça Vampiros!!!
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Olhando a expressão do rosto dela, Felippe fala p/ o companheiro:
    -É a Thaís!!! Será que podemos mostrar quem somos?
    Antes de responder Bruno vê uma foto no bolso dos vampiros, e avisa o amigo:
    -Tem uma foto aqui!!!
    -Espera aí!!!! Eu conheço esses quatro!!!! Eles estudam na mesma universidade que eu!!!!- grita Thaís.
    -Somos nós!!!- Felippe já tinha uma suspeita, quem mandaria um bando de vampiros, quem está c/ os 4 Édens poderia tê-los mandados.
    -Como assim vocês?!- pergunta Thaís.
    Felippe e Bruno fogem o mais rápido que podem p/ não serem pegos pela caça vampiros.
    Enquanto Felippe e Bruno estavam a caminho da base, Diego e Bocão encontraram alguns vampiros dentro de uma boate:
    -Acho que vamos acabar c/ a festa de vocês!!!!- diz Diego.
    -Vocês são moles p/ um bando de vampiros!!!!- Bocão adorava tirar sarro da cara dos pobres sacos de pancadas.
    Já estava tarde e era hora de voltar à base, quando chegam lá Diego e Bocão recebem a notícia de que Thaís era a Caça Vampiros.
    Hélio diz p/ todos evitarem ela, até conseguirem achar o tal do cara que roubou os 4 Édens.
    Na Universidade sempre quando Thaís aparecia, não importava onde, os Monsterz teriam que se esconder.
    Thaís tentava toda hora tentar conversar c/ um deles. Depois de descobrirem quem era a Caça Vampiros tudo mudou, precisavam resolver aquele problema rápido.
    Diego e Felippe p/ fugir do movimento do campus foram até uma loja de carros usados, pois precisavam de um meio de transporte. Os carros da loja eram muito caros e o único que eles podiam comprar era um caindo aos pedaços.
    Mesmo sendo velho, dava p/ ser consertado e deixado da maneira dos Monsterz, sem nenhum tipo de dúvida os dois Monsterz compraram o carro e levaram-no até a base p/ ver o que conseguiriam fazer.
    Bruno e Bocão iam em casa de colecionadores, p/ ver se algum deles poderia ser o sujeito que roubou os 4 Édens.
    Enquanto os Monsterz estavam ocupados, Thaís foi até a catedral p/ conversar c/ o padre:
    -Bença padre!- fala Thaís ao padre.
    -Deus te abençoe! O que aconteceu minha filha?!
    -Não venha c/ essa o senhor sabe muito bem quem eu sou!!! Preciso saber onde estão os 4 Édens!
    -Guardados...
    -Eu sei que eles foram roubados e quero saber por que o senhor não contou nada à polícia?
    -Eles não foram roubados...
    -Então por que eles não estão no altar?
    -Eu não sei quem os roubou!
    -Mas eles foram roubados então?!
    -Foram...
    -O senhor sabe a gravidade se ele souber usar!!!
    -Ele não pode fazer nada....Sem o eclipse!!!
    -Vai haver um eclipse no mês que vem!!!
    -Eu sei...
    -Então por que disse que ele não pode fazer nada!!!
    -Os poderes dos 4 Édens foram libertados!!! Você não está sentido nada diferente? O poder foi liberado dentro do lar do senhor!!
    -E como o senhor sabe?!
    -Eu mandei aplicar um trote em quatro novos alunos da Universidade, eles teriam que pichar o altar...
    -O senhor sabia que eles viriam?
    -Você não sabe quem mandou Marcos....
    -Marcos!!!! Esse é o nome do desgraçado!!! O senhor sabia o tempo todo!!!
    -Ele foi enviado por uma pessoa poderosa, então mandei alguns pupilos fazerem um trote em quatro jovens. Eu fui obrigado a fingir que não ouvi barulho algum.
    -O senhor arriscou a vida de quatro jovens!!!
    -Não era p/ eles tocarem no amuleto era p/....
    -Eles tocaram no amuleto!!! Os poderes das trevas devem ter sido liberados!!!
    -Mas eles são bons jovens, eu vi a alma de cada um deles, não precisa se preocupar...
    -Como o senhor viu a alma deles?!!!
    -Através do amuleto...
    -O senhor não podia!!!
    Thaís sai indignada da catedral.
    Na base dos Monsterz acontecia uma pequena reunião:
    Temos de descobrir logo quem é o cara!!!!- exclama Felippe.
    Mas como vamos saber, nós nem vimos o rosto dele!!!- Diego fala sem praguejar.
    No meio da discussão a campainha toca, Hélio vai atender. É Thaís querendo conversar, os Monsterz se escondem p/ não serem vistos...
    -Professor o senhor conhece os 4 Édens?- pergunta Thaís.
    -Claro! É o amuleto que guarda o poder das trevas!- fala Hélio.
    -Bem, o senhor sabia que eles foram roubados?
    -Não.
    -Como não! O senhor sabe muito bem!
    -Do que você está falando?
    -Eu vi!!!
    -Viu o que?
    Podem sair daí!!! Eu vi todos vocês entrarem aqui!!!
    Um por um os Monsterz saem p/ mostrar os rostos, claro que sem entender como Thaís sabia que eles estavam lá. Felippe pergunta:
    -Por que está fazendo isso?!
    -Eu descobri tudo!!! No começo não entendi, mas agora está claro...
    -O que?
    -Ontem encontrei dois monstros no cemitério, um lobisomem e um demônio que não identifiquei. Os dois acharam uma foto no bolso de um vampiro, uma foto de todos vocês, o lobisomem gritou que era ele e seus amigos. Eu peguei a foto, hoje fui até a catedral e descobri que quatro jovens tocaram no amuleto enquanto impediam que ele fosse roubado e...
    -Chega!!!!- grita Felippe- o que você quer saber?!
    -Por que não me contaram nada?
    -Porque ontem sem saber você queria nos matar!!!- fala Bruno.
    -Vocês estavam transformados!!! Eu sei de uma coisa!!!
    -O que?- pergunta Felippe.
    -Sei quem roubou os 4 Édens!!! E se foi ele quem mandou os vampiros, vocês poderão acabar mortos!!!!
    -Quem é ele?
    -O nome dele é Marcos, não sei como ele é, mas quem me deu essa notícia não mente....
    -Quem deu a notícia?
    -Não posso revelar!
    Agora os Monsterz já sabiam quem era o ladrão, mas não sabiam onde se escondia e o que iria fazer.
     
  4. Pips

    Pips Old School.

    “A virgem chora sangue”


    Na catedral o padre Rossi se prepara p/ ir até o mercado, quando recebe a visita de um rosto familiar:
    -Bença padre!- era Marcos fazendo uma visita rápida.
    -Deus te abençoe, Marcos!- responde o padre afoito c/ o que lhe poderia acontecer.
    -Por que está assustado?
    -Assustado? Eu não estou assustado! É que vou acabar me atrasando p/ meu compromisso.
    -Não quero atrasar o senhor, só tenho uma pergunta.
    -Pode falar!
    -O senhor falou c/ a Caça Vampiros?
    -Não, por que falaria c/ ela?
    -Porque o senhor quis me delatar.
    -De maneira nenhuma...
    -Eu a vi saindo daqui, o senhor contou algo p/ ela sobre isso!!!- Marcos mostra na mão o amuleto dos 4 Édens- o senhor sabe que mentir é pecado na casa do senhor!!!!
    -O que você vai fazer?
    Marcos mostra um fio de nylon, ele coloca o fio envolta da cabeça do padre e começa a puxar sem dó alguma. O padre olha o rosto de Marcos, enquanto seus olhos se enchem de sangue, suas veias ficam visíveis, seu velho rosto enruga cada vez mais e seus olhos fecham tendo como última visão o rosto da santa Virgem.
    Marcos sai lentamente, a estátua da Virgem começa a derramar lágrimas de sangue, enquanto ele vira as costas p/ sua imagem, guardando no bolso o amuleto todos os vitrais se quebram cada vez que ele se afasta da imagem, que agora está ensanguentada.
    Na base dos Monsterz, Bocão sente a alma do padre indo embora:
    -Não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!- Bocão grita c/ toda suas forças.
    -O que foi Bocão?- pergunta Hélio.
    Mas Bocão não foi o único que sentiu, todos os outros Monsterz sentiram a ida da alma do padre. Todos sabiam p/ onde ir naquele instante...
    Agora o carro que Felippe e Diego compraram não estava caindo aos pedaços e, sim estava novo e seria mais fácil p/ todos irem aonde queriam c/ o mais novo carro dos Monsterz, Munique.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Todos, até Thaís, estavam dentro do carro p/ ninguém na cidade estranhar três jovens voando e um peludo correndo, agora estavam discretos e prontos p/ combater as forças ocultas.
    Os Monsterz vêem as luzes e param o carro um pouco antes da colina p/ ver o que estava acontecendo na catedral. A surpresa no rosto dos cinco era bem clara, o local estava todo queimado e um dos oficiais da polícia os avisaram que a notícia era real....o padre estava morto.
    Dias de investigações passam e pelo visto os Monsterz não eram tão bons quanto imaginavam, Thaís tentava mantê-los acordados afinal eles estavam a quase 11 dias sem dormir procurando o tal de Marcos. O número de vampiros que os procuravam era grande e as noites eram de lutas incessantes.
    Hélio virava às noites em busca de uma cura p/ os rapazes que não pareciam mais animados c/ a idéia de serem heróis da cidade.
    Na noite do primeiro dia do mês, os Monsterz foram às ruínas da catedral p/ rezarem p/ o padre...Quando que por surpresa à todos o ladrão dos 4 Édens aparece.
    Felippe se surpreende e um sentimento de raiva e adrenalina se mistura em seu sangue que estava fervendo de ódio. Marcos c/ um sorriso maroto fala à todos:
    -Estavam à minha procura?
    -Seu F.D.P.!!!- grita Thaís.
    -Calma caça vampiros...Estou aqui p/ dar uma mensagem à todos vocês!!!
    -O que você quer?!- pergunta Diego c/ seu lado vampiro vindo à tona.
    -Seus dias acabaram....Daqui 2 dias haverá um eclipse e eu poderei retirar os poderes de cada um...
    -E como acha que vai conseguir?!- pergunta Bruno que já estava transformado em sua forma demoníaca.
    Marcos não falou mais nada apenas retirou os 4 Édens do bolso. Os 4 símbolos começaram a brilhar e os Monsterz se transformaram p/ poder impedir, mas esse foi o maior erro deles...
    Ao invés de suas formas assustadoras, os Monsterz perderam por parte seus poderes...na verdade cada um deles se tornou o pior de seu lado bom de monstro.
    Felippe não se tornou um lobisomem e, sim, em um cão, um poodle p/ ser mais exato. Diego se tornou o maior inimigo de um vampiro, uma caça vampiro. Bruno se tornou um anjo de cabelos loiros e cacheados. Bocão não era mais um fantasma roqueiro, era uma pessoa viva e além do mais um nerd chato.
    Marcos deu o último aviso:
    -Daqui 2 dias é bom estarem c/ vontade de se entregar ou ficaram nessas formas fúteis p/ todo o sempre!!!
     
  5. Pips

    Pips Old School.

    “A Carnificina Começa”

    Os Monsterz estavam revoltados, confusos e assustados com tudo que havia acontecido c/ eles no último mês. Na base todos discutiam, os melhores amigos estavam agora se tornando inimigos mortais. Felippe dizia:
    -Vocês ainda estão c/ suas perspectivas vidas de bípedes, eu estou condenado a ser um quadrúpede!!!!
    -Não estamos feliz também c/ essa nova posição....- dizia Diego-...eu sou uma mulher e se não bastasse sou uma caça vampiros,se bem que eu tenho seios...hum vou no banheiro!!!
    -Qual é seu problema c/ as caça vampiros?!?!?!- Thaís entra no meio de toda a discussão.
    -Parem...não sejamos homens da caverna. Usemos nosso poder de raciocínio p/ resolvermos esse problema.- dizia o novo Bocão.
    -Eu não vou ficar aqui ouvindo toda essa m.....!!!- grita Felippe, que saí da sala c/ um ar de revolta.
    Enquanto os Monsterz se dividiam, na cidade os discípulos de Marcos estavam invadindo casa por casa, matando pessoa à pessoa p/ poder capturar os Monsterz, que agora não eram problema algum.
    O dia do eclipse havia chegado e Thaís ainda estava na biblioteca tentando achar um jeito de ajudar aos amigos. O número de mortos aumentava à cada plantão noturno que ocorrerá nas duas noites anteriores.
    Na catedral...
    Marcos já sabia como atrair os Monsterz, uma coisa que todos preservam, protegem, e cuidam mutuamente.
    À noite na base dos Monsterz, Hélio recebe um bilhete que interessava à todos os Monsterz......Thaís havia sido raptada. Com a Munique, Hélio vai à casa de cada um dos Monsterz que mesmo nessa situação estavam sem um olhar p/ o outro.
    Na catedral, os Monsterz vêem sua amiga acorrentada e c/ vampiros prontos p/ cortarem seu pescoço. Eles ficam à beira do altar que Marcos preparou p/ retirar os poderes deles, Diego dá um passo à frente e pergunta:
    -O que devemos fazer p/ você soltar à nossa amiga?
    -Apenas devem se sentar no círculo, cada um em seu lugar!- fala Marcos, o círculo era uma réplica exata dos 4 Édens, só que maior. As esperanças já haviam sumido e os Monsterz já estavam cientes de sua situação...
    Hélio não agüentou e gritou:
    -Não se entreguem lutem, não precisam ser monstros ou Monsterz p/ acabar c/ esse F.D.P.!!!!!!!!
    Marcos lança um poder e derruba o professor no chão, os Monsterz tentam se levantar, mas Marcos faz um gesto c/ a cabeça que todos conhecem....
    O eclipse começa e parece que os Monsterz não tem chance de escaparem.

    “Somos os Monsterz”

    A meia-noite já chegara e os 4 rapazes já fecharam os olhos e se entregaram. Marcos estava ditando as palavras do antigo código, quando uma voz no meio da escuridão ecoa:
    -Pare agora c/ essa m#$%&!!!!!!
    Marcos se vira e parece reconhecer aquela voz, ela o assustava como um monstro assusta uma criancinha. A voz era de uma mulher que estava na escuridão, ela dá um salto e retira os 4 Édens da mão de Marcos, ela se vira e diz:
    -Eu sou Buffy, a caça vampiros!!!!
    -Quem?!- perguntam os rapazes.
    Marcos ainda não tinha se dado por vencido, e mandou seus discípulos atacarem à todos. Buffy joga os 4 Édens p/ os rapazes e manda eles tocarem, ela sobe até onde Thaís estava e a solta....
    Os rapazes tocam nos 4 Édens, e agora não são mais rapazes eles são os Monsterz. Agora a batalha começa os Monsterz usam sua técnicas p/ acabar c/ todos quem estavam no local.
    Marcos foge, mas sem os 4 Édens. As caça vampiros tentam alcançá-lo, mas ele recebe ajuda de seus discípulos e consegue ir embora.
    Agora os Monsterz estavam com os 4 Édens e pelo que parecia tinham a ajuda de não uma mas duas caça vampiros, agora os Monsterz eram os protetores da cidade. Mesmo aterrorizantes e c/ sede de sangue eles eram os Monsterz, heróis que seriam temidos pela sociedade apesar de seus bons atos.



    “Um preço à pagar”

    Marcos voltou de onde começou, um país pequeno onde fica a boca do inferno, onde os piores demônios nascem. Ele precisava explicar o porquê de não trazer os 4 Édens ao chefe.
    Atrás da luz em meio a sombra, o chefe de Marcos parecia um homem velho e forte, o próprio Marcos parecia assustado em sua presença. O velho pergunta a Marcos:
    -Onde está meu amuleto?
    -Eu tive imprevistos c/ 4 rapazes....- explicava Marcos-... eles parecem ter liberado os poderes do amuleto. Eu tentei pegar devolta, mas eles tinham a ajuda das caça vampiros.
    -Então você não o trouxe a mim?
    -Não.
    -Pois bem, pode se retirar.
    -Mesmo? Posso me retirar?
    -Fique à vontade, a culpa não foi sua por esses rapazes terem liberado os poderes.
    -Obrigado.
    Marcos vira às costas p/ sair pela porta, mas um tentáculo o atinge na espinha e o deixa sem movimento.
    -Não aceito desculpas, tomara que esses 4 rapazes não se considerem vencedores, porque agora ele tem uma dívida pendente comigo!- diz o velho que parece querer acabar c/ os 4 rapazes- Que Deus os abençoem!!!! Hahahaha!!!



    FiM

    Aguardem a próxima aventura dos Monsterz!
     
  6. KK

    KK Banned

    Legal kra! Hmmm, porque tenho a impressão de que conheço esses personagens hein? :lol:

    A historia é legal, eu mesmo ja pensei em fazer uma historia desse tipo. O grande problema foi a maneira como vc a narrou. As coisas acontecem muito rapido, e alguns dialogos são confusos. Acho que vc deveria descrever os locais com mais detalhes, até pra dar um clima mais sombrio pra história, devia tambem desenvolver mais os personagens para caracteriza-los melhor, tem que dar aquele clima tenebroso sako? Acho que se vc revisa-se esse texto ele podia fikar muito mais interessante, porque devido ao ritmo que vc deu ele se torna cansativo em algumas partes.

    Uma coisa que particularmente naum me agradou foi a descrição que vc deu aos vampiros, a acho que todos que jogam e curtem rpg aki tmb naum iriam gostar, mas isso é soh minha opnião, não que tenha ficado ruim! :mrgreen:

    Agora o final foi comédia! Buffy? hahaha :lol: :lol: :lol:
     

Compartilhar