• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Importante pesquisador alerta para o perigo dos ETs

Melian_ a maia

Eu não sou um
Stephen Hawking diz que contato com extraterrestres pode ser devastador

Stephen Hawking diz que o desafio é saber como são os aliens

Os extraterrestres podem existir, mas os homens deveriam evitar qualquer contato com eles porque as consequências poderiam ser devastadoras, advertiu o astrofísico britânico Stephen Hawking em um programa exibido no domingo pelo canal Discovery Channel. O pesquisador é reconhecido no mundo científico por seus estudos sobre buracos negros e física teórica

– Se os extraterrestres nos visitassem, o resultado seria mais importante do que quando Cristóvão Colombo chegou à América, o que não foi positivo para os índios americanos. Extraterrestres evoluídos poderiam talvez ser nômades e querer conquistar e colonizar os planetas que fossem conhecendo.

Na hipótese da existência de vida extraterrestre, o astrofísico destacou que "o verdadeiro desafio consiste em saber como se parecem atualmente os 'aliens'".

O homem já fez várias tentativas de contato com civilizações extraterrestres. Em 2008, a Nasa (agência espacial dos EUA), a agência espacial americana, emitiu no espaço a canção Across the Universe, dos Beatles, para mandar uma mensagem de paz a eventuais "aliens". A mensagem deve chegar à região de Polaris em 2439.

Stephen Hawking, de 68 anos, mundialmente conhecido pelos trabalhos sobre o Universo e a gravidade, é autor de Uma Breve História do Tempo, um dos maiores sucessos da literatura científica, e de O Universo numa Casca de Noz, entre outros.


Fonte:http://noticias.r7.com/tecnologia-e...or-alerta-para-o-perigo-dos-ets-20100426.html
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Ele está certo, nunca assistiram Guerra dos Mundos? Se eles forem como nós, estamos ferrados, mas como ele mesmo disse: "Não é possível viajar através do espaço, pois quando uma civilização conseguisse tecnologia para isso ela já teria se destruído."
 

Menegroth

Bocó-de-Mola
O Pesquisador:

Stephen Hawking, de 68 anos, mundialmente conhecido pelos trabalhos sobre o Universo e a gravidade, é autor de Uma Breve História do Tempo, um dos maiores sucessos da literatura científica, e de O Universo numa Casca de Noz, entre outros.

E ele está preocupado somente com a aparencia ETs.
Porra Senhor Hawking, depois que dizem que nós homens somos fúteis o senhor faz essa cara de bravinho >>>>>>

Cara de bravinho
stephen-hawking.jpg
 

Melian_ a maia

Eu não sou um
Apesar das limitações dele, ele pareceu ser bem respeitado.
Bomaté hj ninguem conseguiu provar se existe Et ou não, acredita quem acha q deve e tem uns q dizem até q já viu.
Mediante essa discussão acho q ele quiz desenvolver um estudo tbm ^^
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
:ahn?: Por um breve momento eu li as palavras muito rápido e achei que quem iria falar seria o Stephen King e não o Stephen Hawking. Se fosse ele aí sim teríamos alguns comentários de arrepiar a espinha.

Voltando ao tópico XP... Tenho esse primeiro livro dele e é bem legal (Uma Breve História no Tempo).

Eu penso que isso é uma consequência inevitável de uma civilização capaz de viajar entre estrelas que poderia até mesmo estar entre nós e não sabermos de sua presença ou do tipo de informação que eles buscam. Todavia não devemos pensar em organismos vivos apenas inteligentes. Animais e outros microorganismos podem ter seguido por caminhos evolutivos extremamente letais e duros lá fora e poderiam se adaptar bem mais em um planeta mais confortável como o nosso.

Razão pela qual precisamos respeitar bem as quarentenas das sondas espaciais que vão começar a ter a capacidade de ir aos locais e voltar com amostras desses lugares.
 

Arringa Hrívë

Hobbit entusiasta da vida...
Usuário Premium
Em si,vou sair do assunto "Cientista",e entrar no assunto ETs.

Quem aqui acredita que existam em ETs?
Quem aqui,acredita que se existam ETs,estes sejam bons?(a agora ninguém diz nada):lol:

Mas enfim,quem disse que os Ets são bons,quem confirmou que são maus?
Acredito que se são tão evoluídos ja teriam vindo destruír o mundo,afinal,nosso mundo só tem alguns bilhões de anos não.
Sério agora.
Acredito que existam outras forma de vida,que não sejamos os únicos nesse imenso e infinito espaço...É egoísmo pensar que Deus só criou nós e meio espantoso pensar ainda que um espaço inteiro foi feito só para ser desperdiçado...
Porque se pensar,antes de conseguirmos viajar pelo espaço,quem garante que esse mundo ainda esteja inteiro...Do jeito que anda.

Vamos esperar que a Espaçonave USS EnterPrise seja construída...
:lol::lol::lol:
 

HFR

Clone
Por que toda teoria sobre existência de ETs diz que eles são mais avançados que nós? Não pode ser o contrário?
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Por que toda teoria sobre existência de ETs diz que eles são mais avançados que nós? Não pode ser o contrário?

Estamos tratando como se eles fossem um grupo único (como quando se fala de índios), se eles existirem serão tão homogêneos quanto nós terráqueos, imagine isso para várias galáxias, distantes anos-luz uma da outra, e isso de avançado (seja lá o que for isso) depende da época, há uns 2 milhões de anos os seres humanos eram uma porcaria, já há 2 minutos somos ainda a mesma porcaria, embora sempre digamos que somos evoluídos(:joy:).
 

Tilion

Administrador
Claro que, na possibilidade de existência de vida extraterrestre, haveria de todos os tipos. Milhões menos evoluídos que nós, assim como milhões mais evoluídos do que nós, em tudo que é escala imaginável. Tudo é possível.

Mas pelo andar da carruagem, continua sendo mais provável que alguém chegue ao nosso planeta primeiro do que nós encontremos alguém lá fora, já que neste último caso estamos indo a passos bem lentos na parte tecnológica (ainda nem mandamos pessoas para Marte, imagina então quando será para fora da galáxia).

E chegando alguém aqui, a chance de ser hostil é basicamente igual a de ser pacífico, pois quem disse que com desenvolvimento científico automaticamente vem desenvolvimento "espiritual" (não num sentido religioso por si, mas geral, como seres inteligentes, etc.)? Vide nós mesmos, com toda tecnologia que desenvolvemos ao longo dos séculos basicamente impulsionados por guerras.

E, principalmente, o nosso conceito de hostil não é a verdade universal. O que nos é hostil pode simplesmente não ser para outra raça, se virem simplesmente como meio de preservação da própria espécie e, acima de tudo, nos virem como seres inferiores. Afinal, se alguma praga ataca nossas plantações, vamos lá e tacamos inseticida; nada impede que uma forma de vida absurdamente evoluída para nossos padrões nos veja, numa escala galáctica, como "pragas" também, que poderiam ser exterminadas pelo bem da "plantação" (= Terra).

Considerando o que temos feito com o planeta nos últimos séculos, eles não estariam muito errados nessa concepção.
 
Última edição:

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Considerando o que temos feito com o planeta nos últimos séculos, eles não estariam muito errados com essa concepção.

Exatamente, quando nós formos para o espaço será justamente por isso, para destruir um outro planeta, então como não conseguímos imaginar nada diferente de tudo que conhecemos, eles são humanóídes e violentos, então quando chegarem aqui, por terem tecnologia para chegar aqui, estamos ferrados, mas não há com o que se preocupar, um americano irá nos salvar, ele irá colocar um vírus na nave (Independece Day), e como eles tem tecnologia para chegar aqui mas não para fazer um anti-vírus iremos vencê-los.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Ainda é mais fácil o ser humano com seu enorme egoísmo destruir seu próprio planeta do que uma vida alielígena vinda de fora fazê-lo.
 

Tuor

Usuário
Gostei da linha de raciocínio do Tilion, mas preciso propagar reputação antes. :dente:

HFR disse:
Por que toda teoria sobre existência de ETs diz que eles são mais avançados que nós? Não pode ser o contrário?

Deve ser porque muitos de nós teorizamos como seriam as coisas se viessem, ainda mais porque ainda há lugares inexplorados que fazem com que muitos especulem e até fundamentem, o que é natural. Mas para que uma possível visita ocorra, eles têm necessariamente que ser mais avançados tecnologicamente. Quanto a serem avançados em suas concepções, de acordo com o que consideramos avançado para nós, pode ser que não. De qualquer forma, imagino que a maioria deve pensar que eles são mais avançados porque a ideia da galera é que podemos ser visitados, e não o contrário, a curto e médio prazo.
 
Última edição:

ExtraTerrestre

Usuário
Claro que, na possibilidade de existência de vida extraterrestre, haveria de todos os tipos. Milhões menos evoluídos que nós, assim como milhões mais evoluídos do que nós, em tudo que é escala imaginável. Tudo é possível.

Mas pelo andar da carruagem, continua sendo mais provável que alguém chegue ao nosso planeta primeiro do que nós encontremos alguém lá fora, já que neste último caso estamos indo a passos bem lentos na parte tecnológica (ainda nem mandamos pessoas para Marte, imagina então quando será para fora da galáxia).

E chegando alguém aqui, a chance de ser hostil é basicamente igual a de ser pacífico, pois quem disse que com desenvolvimento científico automaticamente vem desenvolvimento "espiritual" (não num sentido religioso por si, mas geral, como seres inteligentes, etc.)? Vide nós mesmos, com toda tecnologia que desenvolvemos ao longo dos séculos basicamente impulsionados por guerras.

E, principalmente, o nosso conceito de hostil não é a verdade universal. O que nos é hostil pode simplesmente não ser para outra raça, se virem simplesmente como meio de preservação da própria espécie e, acima de tudo, nos virem como seres inferiores. Afinal, se alguma praga ataca nossas plantações, vamos lá e tacamos inseticida; nada impede que uma forma de vida absurdamente evoluída para nossos padrões nos veja, numa escala galáctica, como "pragas" também, que poderiam ser exterminadas pelo bem da "plantação" (= Terra).

Considerando o que temos feito com o planeta nos últimos séculos, eles não estariam muito errados nessa concepção.

Exatamente. E depois, eles poderiam não ter a mesma ética que o ser humano. Vida inteligente não quer dizer vida com as mesmas concepções morais, ou sequer com uma concepção de moral. Eles poderiam ser, por exemplo, um coletivo eussocial, uma espécie de formigueiro ultradesenvolvido, ou serem uma sociedade como a nossa, onde os indivíduos tendem a ser biologicamente muito semelhantes (afora o dimorfismo sexual relativamente grande do homo sapiens em relação aos nossos parentes mais próximos). Podem ou não ter emoções, formas de arte, etc. Ter mais capacidade cerebral ou não

Considerando-se a figura de ET's humanoides, com a cabeça, sociedade e conceitos iguais aos nossos, mas desenvolvimento tecnológico superior, é verdade, estaríamos ferrados. Ocorre que a existência da inteligência e da cultura permite ao ser humano uma diversidade de comportamento enorme através das diferentes culturas existentes no globo. Por outro lado, são todos basicamente iguais, e todos são suscetíveis aos mesmos sentimentos, expressando-os de forma diferente devido as limitações e liberdades de cada cultura. A cultura, enfim, dentre outras coisas, é também uma forma de linguagem.

E isso nos camufla como se fôssemos inteiramente diferentes. Quando temos que lidar com pessoas e sociedades de outros lugares e etnias, a primeira impressão que temos é a do estranhamento. Em seguida vem, muito comumente, a repulsa, porque as normas sociais são diferentes, gerando uma incapacidade de estranhamento, e aí um tarja o outro como sendo grosso, sem educação ou burro, dando origem aos preconceitos entre índios, brancos e negros, judeus e palestinos, tutsis e hutus, alemães e turcos, fijianos melanésios e decendentes de indianos, dentre outros milhares de exemplos prováveis e improváveis. Nasce a ideia da selvageria alheia

Esse estranhamento intercultural é usado inescrupulosamente pela elite de cada nação, principalmente daquela que conseguiria sobrepujar a outra em algum tipo de conflito - econômico ou militar - que alimenta o ódio e a percepção do outro como selvagem.

Seguindo essa lógica, a sociedade dos ET's, que são tecnologicamente superiores, nos animalizariam em seu inconsciente coletivo, e nós a eles, indo rapidamente à guerra.

Mas aí entra outros fatores. Será que no planeta deles não existem ativistas pacifistas, filosofia, discussões sobre ética e etc... é uma longa viagem.
 

Menegroth

Bocó-de-Mola
Eu não ficaria surpreso se não existisse nada alem de nós.

Eu já fui mais credulo em vida inteligente fora da Terra, mas já se passou tanto tempo e nada ainda comprovado que já estou de saco cheio de ET's.

Se realmente fossem mais evoluidos e os cambau já tinham vindo aqui e, pacificos ou não, já teriamos no minimo um Globo Reporter explicando sobre eles.
 

Roderick

Banned
Esse é um belo asunto a ser discutido, muitos acreditam na vida fora da Terra e muitos não, eu mesmo não acreditava, mas depois de ver algumas matérias e relatos até mesmo na TV aberta passei a ter mais fé ainda mais que a Ufologia deve ser 'objeto de estudo legítimo' conforme o professor americano Philip Haseley falou:

O estudo dos ovnis e outros fenômenos inexplicáveis do espaço deve ser objeto de um estudo legítimo, afirmou o professor americano, Philip Haseley.

O professor de antropologia de Nova Iorque disse que o assunto deveria ser parte do currículo como uma "área de estudo sério".

O professor disse no Niagara County Community College, uma universidade estadual em Nova York, que devido à elevada quantidade de avistamentos a cada ano, os alunos deveriam estar aptos para investigar o fenômeno. "(A observação) acontece a milhões de pessoas (em todo o mundo)", disse.

"É hora de olharmos para isso como um espaço digno de estudo. "É importante que o assunto seja colocado em aberto e investigado."


O professor Haseley, que também é chefe da MUFON no oeste de Nova Iorque, ( Mutual UFO Network), uma organização que se concentra na investigação de OVNIs, disse que até 50 avistamentos são relatados a cada mês em toda a região.

Ele disse que o grupo investiga os avistamentos de forma científica através da investigação de campo, radar, astronomia e meteorologia.

"Dizer que acreditamos em ovnis basicamente implica que levamos isso como uma fé, e isso não é o caso. Há abundância de provas", disse ele.

Ele rejeitou as sugestões inevitáveis dos céticos, que esse estudo seria perda de tempo.

"Temos de lidar com os céticos, como qualquer outra organização ufológica, e estamos perfeitamente dispostos a ser criticados", disse ao jornal Buffalo News.

"Nós sabemos que algumas pessoas pensam que este é um assunto absurdo. E nós as encaminhamos para a volumosa literatura e fatos sobre os ovnis."

No ano passado houve cerca de 400 avistamentos de ovnis reportados ao Ministério da Defesa da Grã-Bretanha - um número que triplicou em relação ao ano anterior. O MoD informou que 2009 foi o ano mais movimentado dos chamados "Arquivos X".
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Eu não ficaria surpreso se não existisse nada alem de nós.

Eu já fui mais credulo em vida inteligente fora da Terra, mas já se passou tanto tempo e nada ainda comprovado que já estou de saco cheio de ET's.

Se realmente fossem mais evoluidos e os cambau já tinham vindo aqui e, pacificos ou não, já teriamos no minimo um Globo Reporter explicando sobre eles.

Não exatamente, por eles não terem vindo não quer dizer que não existam, eles podem não querer vir, podem não ter tecnologia para isso, o universo conhecido tem 15 bilhôes de anos-luz de comprimento (isso é um milhão de um bilhão de vezes a distância da Terra ao Sol) se eles vierem viajando na velocidade da luz (haja energia), vão demorar 15 bilhões de anos para chegar aqui.

A estrela mais próxima do Sol, a Proxima Centauri, está a 4,5 anos-luz, se eles viajarem na mesma velocidade das naves terrestres (40.000 Km/h) eles vão demorar 130.000 anos para chegarem aqui, então aquelas mensagens que mandamos para o espaço vão demorar 4,5 anos para chegar lá, considerando que eles têm tecnologia para captar a mensagem, entendê-la e se preparar para viajar, e então vem para cá, vão demorar 130.000 anos para aqui chegar, o inglês (e todos os idiomas) não vão ser mais falados, se eles conseguirem decodificar as línguas das mensagens quando chegarem ninguém vai entender, considerando que eles tenham um aparelho fonador como o nosso.
 

Melian_ a maia

Eu não sou um
Essa discussão me lembrou Taken, do Spielberg.
Ele foi baseado em relatos durante um periodo e montado em forma de história, eu assisti e achei bem interessante p/ quem gosta do assunto ou mesmo p/ quem acredita tem umas informações interessantes, e como sempre, nesse seriado Spielberg fala como os americanos/nasa/exercito, sabem sim da existencia de outras vidas e tem provas, fala tbm sobre aquela area famosa do exercito q é secreta, area 51 eu acho, só sei q é no deserto.
Asinopse está aki:
Taken - Steven Spielberg Presents Taken

A série mostra a trajetória de três famílias: os Crawford, os Clarke e os Keys. A história dessas pessoas se cruza pouco após a Segunda Guerra Mundial. Nessa época, o capitão Russel Keys, enquanto pilotava um avião, foi abduzido junto de sua tripulação. Ele é encontrado dias depois em um campo na França sem se lembrar o que tinha acontecido. Mas sonhos terríveis o atormentam a partir daí e, com o tempo, ele vai descobrir que foi o único que sobreviveu aos testes realizados pelos extraterrestres durante aquele lapso de tempo. Ao mesmo tempo, uma nave cai em Roswell e o sobrevivente da queda se transforma em John, um homem como Sally Clarke sempre sonhou. Ela engravida dele durante uma viagem de seu marido e dá a luz a um menino com DNA 50% alien. Owen Crawford, um capitão do exército sem escrúpulos, é o responsável pela base de Roswell em 1947 e é ele quem vai investigar o caso, fazendo o que for necessário para ficar cada vez mais próximo dos Ets. O contato com aliens vai permear a vida dos descendentes das três gerações futuras dessas famílias. A produção conta com 10 episódios de uma hora e meia cada.

Euacredito na biblia, as vezesm e pergunto se estaria escrito lá se Deus já tivesse tentado mais de uma vez,se nós não fossemos a primeira tentativa,mas a biblia tbm nao fala dos dinossauros, e nós temos provas de q eles existiram.... Então...
Depois de algumas coisas q vi sobre marte desenvolvi uma teoria maluca de: Que é provavel q tenha havido vida lá memso, mas parece q eles fizeram com o lugar o memso q estamos fazendo, e eles foram irradicados por eles mesmos, sobrando só vestigios de q um dia houve vida.

Loucura minha >.<'.
 
Última edição:

Roderick

Banned
Essa discussão me lembrou Taken, do Spielberg.
Ele foi baseado em relatos durante um periodo e montado em forma de história, eu assisti e achei bem interessante p/ quem gosta do assunto ou mesmo p/ quem acredita tem umas informações interessantes, e como sempre, nesse seriado Spielberg fala como os americanos/nasa/exercito, sabem sim da existencia de outras vidas e tem provas, fala tbm sobre aquela area famosa do novo mexico.
Asinopse está aki:
Taken - Steven Spielberg Presents Taken

A série mostra a trajetória de três famílias: os Crawford, os Clarke e os Keys. A história dessas pessoas se cruza pouco após a Segunda Guerra Mundial. Nessa época, o capitão Russel Keys, enquanto pilotava um avião, foi abduzido junto de sua tripulação. Ele é encontrado dias depois em um campo na França sem se lembrar o que tinha acontecido. Mas sonhos terríveis o atormentam a partir daí e, com o tempo, ele vai descobrir que foi o único que sobreviveu aos testes realizados pelos extraterrestres durante aquele lapso de tempo. Ao mesmo tempo, uma nave cai em Roswell e o sobrevivente da queda se transforma em John, um homem como Sally Clarke sempre sonhou. Ela engravida dele durante uma viagem de seu marido e dá a luz a um menino com DNA 50% alien. Owen Crawford, um capitão do exército sem escrúpulos, é o responsável pela base de Roswell em 1947 e é ele quem vai investigar o caso, fazendo o que for necessário para ficar cada vez mais próximo dos Ets. O contato com aliens vai permear a vida dos descendentes das três gerações futuras dessas famílias. A produção conta com 10 episódios de uma hora e meia cada.

Euacredito na biblia, as vezesm e pergunto se estaria escrito lá se Deus já tivesse tentado mais de uma vez,se nós não fossemos a primeira tentativa,mas a biblia tbm nao fala dos dinossauros, e nós temos provas de q eles existiram.... Então...
Depois de algumas coisas q vi sobre marte desenvolvi uma teoria maluca de: Que é provavel q tenha havido vida lá memso, mas parece q eles fizeram com o lugar o memso q estamos fazendo, e eles foram irradicados por eles mesmos, sobrando só vestigios de q um dia houve vida.

Loucura minha >.<'.


Que marte teve vida eu não sei, mas que a Terra poderá se tornar igual a ele se não fizermos algo sim, e as vezes me pego pensando:

" O Sol mantém a vida na Terra, certo? Sem ele não teria vida, mas o Sol é uma estrela, e todas estrelas pelo que estudei morrem, apagam, claro que esse processo demoraria milhões de anos...mas não sabemos a quanto tempo o Sol está lá. E quando isso acontecer a vida na Terra será praticamente impossível, ao menos que nossa tecnologia evolua, mais muito, muito mesmo".
 

Melian_ a maia

Eu não sou um
Essa teoria do sol tbm é interessante ^^
E tanta coisa q podemos pensar, são tantos fatores q influem na nossa existencia q se for parar p/ pensar... >.<'
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo