1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Florestas da Terra-Média, quais foram suas reais dimensões?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Placebo, 18 Abr 2016.

  1. Placebo

    Placebo O Bonitão das Tapiocas

    Bem pessoal boa noite.

    Estive fazendo a leitura das Duas Torres/Retorno do Rei nessas ultimas semanas e sempre me pareceu melancólico os caminhos que as florestas estavam sendo direcionadas.

    A Floresta das Trevas engolida pela escuridão, Fangorn esquecida, A floresta dos Druedain reduzida, Lothlórien perdeu seu brilho após a partida de Galadriel e a floresta velha nas fronteiras do condado condenada a um certo descaso por parte dos Hobbits, fora essas cinco consideráveis formações ambientais a Terra média havia se transformado em grandes prados (eriador) e estepes verdes (rhovanion, rohan), ou mesmo dependendo da opnião "acelerado" o processo de transição de florestas para campos mais simples, sem nenhuma proteção natural e "mágica" das Florestas.

    Trago esse tópico para tentar analisarmos ou compreendermos a real extensão das Florestas da Terra média na Primeira Era e como o desflorestamento chegou a níveis consideráveis na Terceira Era, em especial seus últimos séculos.

    Em mãos só tenho agora o livro das Duas Torres, Contos Inacabados e o Atlas da Terra Média. Meus livros do H.O.M.E estão na biblioteca da casa dos meus pais, os demais que guardo na minha casa estão emprestados (...:mad:!), então qualquer erro peço que perdoem, fiz lembrando as passagens dos livros de cabeça.

    De forma natural, o nosso planeta passa por coisa semelhante, porém o homem acelerou drasticamente o processo. Quando a Terra "ainda era jovem" e os níveis de oxigênios altos¹ facilitou o desenvolvimento das primeiras florestas, o mesmo aconteceu de forma simbólica quando Terra Média, ainda jovem, era uma espécie de grande jardim de florestas enormes e grande prados com flores.

    Primeira Era

    As florestas são monumentos vivos da natureza, são parte do enredo básico de muitas histórias de Tolkien.
    O capitulo dedicado a Barbárvore creio ser o segundo mais importante do Sda As Duas Torres, apesar de para muitos ser longo, de leitura arrastada e demasiado "sonolento" como já ouvi de colegas leitores... bem, mas o mesmo é um depósito de referencias as estórias das eras passadas e cheia de tristes previsões para o futuro.

    O que me inquieta sobre esse capitulo sempre é a questão do tamanho das florestas que um dia já houve na Terra Média.

    Podemos entender realmente que havia essas grandes florestas interligadas?

    A partir de Barbárvore podemos perceber menções ao tamanho destas

    "(...) houve um tempo que só havia uma floresta, daqui até as Montanhas de Lûn, e este era apenas a extremidade leste" (SdA: As Duas Torres, p. 65)

    "Aqueles foram dias grandiosos! Houve um tempo em que eu podia caminhar e cantar o dia todo e escutar apenas o eco de minha própria voz nas concavidades das colinas. As florestas eram como a floresta de Lothlórien, apenas mais densas, mais fortes, mais jovens. E o aroma do ar! Eu costumava passar uma semana só respirando." (SdA: As Duas Torres, p. 65)


    "(...)

    Eu vaguei no Verão pelos bosques de olmos de Ossiriand.
    Ah! a luz e a música no Verão ao longo dos Sete Rios de Ossir!
    E eu pensei que era melhor
    As faias de Neldoreth visitei no Outono.
    Ah! o ouro e o vermelho e o suspiro das folhas do Outono em Taur-na-neldor!
    Era mais do que eu desejava.
    Até os pinheiros da planície de Dorthonion galguei no Inverno.


    (....)" (SdA: As Duas Torres, p. 66)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Segunda Era até a Terceira Era


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Nesta figura a uso para ilustrar o processo de diminuição da cobertura florestal na Terra Média, sei que usar qualquer coisa além do que foi escrito por Tolkien é no mínimo "licença poética" e com pouca ligação com o material oficial, porém a mesma considero ser a mais equilibrada entre o "oficial" e trabalhos cartográficos de terceiros.

    No verde mais claro (verde-chá) podemos perceber uma cobertura florestal clássica da Terra média, de Beleriand até as costas de Harad.
    No verde mediano, (região das Entesposas) e ao oeste do Rauros é perceptível de como houve a redução das florestas em Rhovanion do sul.

    Barbárvore nos conta novamente sobre esse período:
    "Então as estesposas fizeram jardim nos quais pudessem. Mas nós, Ents, continuamos vagando, e só íamos aos jardins de vez em quando. Então quando a Escuridão chegou ao Norte, as entesposas atravessaram o Grande Rio, e fizeram novos jardins, e araram novos campos, e a víamos com menos frequência. Depois que a Escuridão foi derrotada, a terra das entesposas floresceu ricamente, e seus campos ficaram cheios de trigos. (...) Mas ainda estamos aqui, enquanto que os jardins das estesposas estão abandonados: os homens os chamam agora de Terras Castanhas" (SdA: As Duas Torres, p. 73)

    Por fim, na coloração mais forte do verde demonstra o restante das florestas no final da Segunda Era até o final da Terceira Era.

    Até a Segunda Era as costas litorâneas da Terra Média possuía ainda forte presença de florestas, no breve relato sobre as navegações de Aldarion, observamos:

    "De sua primeira viagem pouco se sabe, exceto que fez amizade com Círdan e Gil-galad, e percorreu grandes distância em Lindon e Eriador, maravilhando-se com tudo que viu." (Contos Inacabados, p. 192)

    "Em suas viagens pelo litoral ele observava com assombro as grandes florestas" (Contos Inacabados, p. 199)

    bem como:

    "Passaram-se cinco anos; e Aldarion voltou com nove navios, dois havia sindo construídos em Vinyalondë, e estavam carregados de excelentes madeiras das florestas costeiras da Terra média (...)" (Contos Inacabados, p. 203)

    Os grupos da raça humana que permaneceram na Terra média pós Guerra de Ira eram em sua maioria os Orientais e os homens morenos que após a guerra dirigiram-se cada vez mais para o Oeste. Havia as populações de Beornings provavelmente habitando o oeste da ainda floresta verde (futura floresta das trevas) não formavam provavelmente um grupo considerável que causa-se predação nas matas, ao sul pelo que foi exposto por Barbárvore havia alguma presença na área depois chamada de terra parda, e mais ao sul ainda havia as populações que habitavam Harad, como os números são desconhecidos presumo que todos esses grupos não eram em quantidade suficiente ainda para causar o fim das grandes florestas.

    É importante lembrar que após a queda de Anor, as regiões do norte devem ter presenciado pelo menos o inicio da recomposição florestal, já que na região havia apenas o Condado, a vila de Bree e outras pequenas vilas, além do proto de Círdan e Valfenda.

    Na própria Europa, continente que deu origem de certa forma a geografia da terra média bem como as culturas que lá existiram serviram de base para boa parte das estórias de Tolkien podemos observar o mesmo:


    Ano 1.000 a.c. Ano 1.000 d.c 1850
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Imagem retirada do artigo: "The prehistoric and preindustrial deforestation of Europe"

    Assim temos algumas observações passiveis de debate:

    I- Podemos presumir que quando as terras de Beleriand ainda existiam havia realmente florestas praticamente interligadas? Como falou Barbárvore de forma bastante superficial certa vez?!
    II - Foi a chegada dos exilados de Númenor que aumentou o desmate nas regiões do futuro reino de Gondor?

    _____________
    ¹ Fato ainda que gera debates, para alguns cientistas é atualmente que temos níveis altos, mas fiquemos por enquanto com a opinião clássica.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Se servir de ajuda, o referencial que eu uso para medir a floresta velha parte daa semelhança do Condado com a Inglaterra. Eu diria que a floresta dos Hobbits do outro lado da cerca seria o equivalente aos bosques ingleses, com uma antiga história de colonização de povos mais antigos (incluindo população mágica como fadas) habitando nelas.

    Já as outras florestas se complicariam um pouco mais sendo a floresta primordial original ainda mais difícil de medir porque tudo foi ficando menor e pior, de vegetação secundária para terciária e assim por diante. No que antigamente, na época das luminárias, eram áreas povoadas de seres com muito maior potencial e alimentadas com magia pura. Que por isso a partir de certo ponto até os rios foram perdendo magia e os modos de os animais e plantas aparecerem e desaparecerem foi mudando.

    A diminuição do mundo também influenciaria na conversão entre eras de uma floresta que exista desde o tempo da marcha dos elfos, creio eu, e o mundo da primeira era poderia ser n vezes maior que o mundo curvo que se tornou depois. Bom, são elucubrações...
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Foi algo que começou com Aldarion e prosseguiu até o estabelecimento dos reinos de Arnor e Gondor. E o estrago não foi apenas ambiental, eles também tornaram suas inimigas as populações humanas que as habitavam e Sauron tirou muito proveito disto.

    .
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Placebo

    Placebo O Bonitão das Tapiocas

    Escrevi "proto de Círdan"

    Perdoem o erro, era para ser Porto de Círdan. :wall:
    --- Mensagem Dupla Unificada, 18 Abr 2016, Data da Mensagem Original: 18 Abr 2016 ---
    É um ponto de vista mais lógico que também percebo, o clima de Gondor desde a chegada dos exilados deve ter mudado bastante. Suas características mediterrânicas já não ajudavam e a devastação veio a pior. Imaginemos o Sul da Itália semi-árido nos próximos século é assustador e melancólico....

    Acho que as movimentações de deslocamento da população "aborígene" consumiu muito das matas, para fabricação e forja de armas, construção de casas, fogo etc. da mesma forma que o estabelecimento de Gondor e a fundação os feudos na sua vizinhança desgastou uma região provavelmente já não muito verde.

    Acho que os campos de Pelennor seria a parte final de um elo de ligação entre a floresta dos drúedain e os bosques de Ithilien, uma região acidentada e de mata de costa, porem fora reduzidas a campos de agricultura.

    Creio que a última região florestal considerável na região são a floresta dos druedain e os bosques de Ithilien. O próprio Pântanos Mortos deve ser ter sua área ampliada exatamente por causa da derrubada da vegetação.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Em um mapa que foi liberado anos passado cheio de correções de Tolkien, ele mesmo já coloca a Gondor do sul como uma região desértica.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    --- Mensagem Dupla Unificada, 18 Abr 2016 ---
    --- Mensagem Dupla Unificada, 18 Abr 2016 ---
    De fato, até a nomenclatura carece de debate, floresta ou bosque? Porém já que não podemos aplicar conceitos modernos ao passado e quando esse é imaginário complica muito mais.

    Seu texto final é realmente muito lógico, acho que a "decadência" da Terra Média é um fato, porém acelerado pelos acontecimento de suas eras. Imaginar Barbárvore caminhando em Ossiriand (sera que viu a casa de Beren e Luthien? - rsrs) e posteriormente confinado a Fangorn é bem triste, penso ser semelhante aos pássaros em gaiolas, mas são elucubrações inquietantes até demais.
    Pelas barbas de todos os anões, como deve ter sido algo fantástico um ser caminhar na floresta original da Terra Média...
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Sul da Itália? São Paulo está se tornando semi-árida. É a terceira ou quarta semana seguida com temperaturas acima de 30 graus, e isto em pleno Abril. Não vejo a hora deste mês acabar e poder retornar à Serra Gaúcha.

    E eu também adoraria passear por aquela floresta.

    .
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  6. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    E não dá para duvidar. Uma floresta da época em que o mundo era jovem devia ser muito mais viva que as florestas comuns, fazendo-as parecer a um deserto em comparação... E tanto para o bem quanto para o mal, podendo haver seres curiosos como raposas de duas caudas (só um exemplo) mas também lugares e seres bem mais perigosos como predadores semi-sobrenaturais que raptam o último caminhante numa trilha.

    Se Barbárvore se lembra dessa época então os pedaços de mata de seu tempo devem ser bem pobres e chatos em relação aos antigos com seus perigos e desafios...

     
  7. Sua análise é muito boa, Placebo, só permita-me fazer uma correção pontual, pela qual quase todos nós passamos (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ). Percebi que você tratou, na sua análise, a Terra-Média e Arda como um outro mundo, mas a verdade é que Tolkien concebeu Arda como um passado mitológico do nosso próprio mundo. O próprio Tolkien deixa isso evidente em uma de suas cartas (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ). Então, não é que a Terra-Média é baseada na Europa, e sim que a Terra-Média seria um passado fantástico da própria Europa, assim como Harad seria um passado da África e Rhûn, da Ásia.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Placebo

    Placebo O Bonitão das Tapiocas

    Verdade Ólorin, acho que foi apenas uma questão "semântica" mesmo, não fui muito claro quando teci o texto.
    Eu mesmo restringir-me as próprias florestas da Terra-Média, nem me aventurei sobre as possibilidades de outras regiões (você não imagina as coisas toscas que já ouvi em eventos dedicados a Tolkien por aqui... :lol:) já que praticamente não temos nenhuma indicação de como seria em Rhûn ou Harad a não ser mapas toscos.

    Estudar o Espaço natural da Terra-Média é realmente algo fascinante.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Outro caso que se enquadraria nas dimensões da floresta velha seriam os bosques de Ithilien. Ambas as áreas foram antigamente parte de um reinado, ou florestas reais como esse mapa aqui da Inglaterra:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Essas florestas antigas eram as vezes quase inexploradas, mas deviam guardar uma dimensão e distribuição próxima daquilo que Tolkien estava pesquisando à época que trabalhou nisso.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar