1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ficção de Polpa - Crime!

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Izze., 23 Mar 2011.

  1. Izze.

    Izze. What? o.O

    Assassinatos estão sempre envoltos em uma aura atraente de mistério. O detetive, a pessoa designada a resolver casos estranhos que desafiam a mente, é tão atraente e sedutor quanto o próprio crime. A figura do detetive decadente, mas esperto, e esses casos mirabolantes estão presentes no livro Ficção de Polpa – Crime!, quarto volume da série de literatura de gênero1 que já abordou horror e fantasia, organizados por Samir Machado de Machado e lançado hoje pela Não Editora. De Sherlock Holmes à reality shows futuristas, os autores que fazem parte dessa nova edição trazem de volta todo o glamour das investigações que tanto adoramos nas histórias policiais e casos narrados com o mistério e ação na dose exata.

    A parte gráfica do livro já é um atrativo à parte. Inspirado nas revistas pulp dos anos 1930 e 1950, como explica o próprio Samir em seu blog, a capa remete às tradicionais histórias de investigações policiais. Mas essa impressão não está apenas do lado de fora: dentro o livro também atrai, com os textos diagramados em duas colunas, todos ilustrados e até com anúncios antigos, parecendo realmente uma daquelas famosas revistas. Anúncios esses que se encaixam em cada um dos 6 contos da edição – mais a faixa bônus -, que não se passam necessariamente em tempos passados.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Bacana o tema desse volume. :sim:

    E eu fiquei bem interessada no conto com o Sherlock Holmes.
     
  3. Pips

    Pips Old School.

    O pai do romance policial é Edgar Allan Poe, ou seja, o gênero nasceu na América do Norte para depois ser transportada para a Europa, dentre os diversos detetives do antigo continente está o mais famoso: Sherlock Holmes. Não devemos confundir as histórias de detetives com histórias de aventura, no primeiro caso não existe um personagem cem por cento bom ou mau, existem seres humanos que solucionam crimes ou acabam se metendo nesse meio. No segundo temos a luta entre o bem e o mal a procura de um tesouro, uma riqueza ou glória. Por ser um gênero rico em histórias e personagens se transformou durante os séculos que separam as narrativas de Poe até o último grande best-seller da trilogia Millenium de Stieg Larsson. E essa mutação tornou agentes forenses em detetives e serial killers (Dexter) e hackers em detetives (trilogia Millenium).

    Uma das facetas mais famosas desses chamados detetives é aquele cara inteligente (mais puxado para esperto), sarcástico e muitas vezes excêntrico – assim como o personagem de Sir Artur Conan Doyle. Todas essas características estão presentes no novo volume (quarto da série) de Ficção de Polpa – que já abordou histórias de horror e fantasia – carregando o subtítulo de Crime! O exemplar tem 7 contos, todos organizados por Samir Machado de Machado, que se passam em algum lugar no espaço-tempo onde já existam celulares e reality shows, mas também no século XIX onde um açougue pode ser o local de um crime.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  4. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    [align=justify]O lançamento mais recente da série Ficção de Polpa foi lançado com uma proposta bem definida, como já mostra o título "Crimes!", dando lugar à sequência numerada dos anteriores. E se nos outros volumes mesmo com um tema principal (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) ainda assim os contos circulavam livremente entre gêneros, agora nesse quarto livro isso não acontece: são histórias de detetive, do começo ao fim. Outra diferença sobre os outros números da série é que o número de contos é menor, porém esses são mais longos (e todos são ilustrados).

    Uma vez que são menos contos, é até possível falar um pouco de cada um deles. No geral, são todos ótimos e certamente agradarão aos fãs de histórias policiais, até porque são todos combinações de elementos já conhecidos desse universo literário, mas com enredos ou estilos de narrativas bastante inovadores, diferentes.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar