1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

EUA: estudante detido bebeu urina para sobreviver

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 2 Mai 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Um estudante universitário norte-americano foi esquecido em uma cela por agentes federais da DEA, agência antidrogas do governo dos Estados Unidos, e deixado cinco dias sem comida, água ou acesso a um banheiro. O estudante de 24 anos, Daniel Chong, disse que bebeu a própria urina para sobreviver. Chong, estudante de engenharia na Universidade da Califórnia, foi detido junto a outras 21 pessoas durante uma busca policial em San Diago que apreendeu 18 mil pílulas de ecstasy, outras drogas e armas.

    Chong disse que agentes da DEA lhe afirmaram que ele seria liberado. Um agente prometeu até levá-lo em casa a partir do escritório da DEA. Ao contrário, foi conduzido a uma cela provisória para aguardar a libertação. A porta-voz da DEA, Amy Roderick, disse que ele foi esquecido no local acidentalmente.

    Chong afirma que podia escutar os agentes da DEA abrindo e fechando uma outra cela ao lado e que gritou várias vezes por socorro.
    afirmou o estudante. Quando foi encontrado em 25 de abril, o estudante foi levado a um hospital. Ele estava desidratado e com um pulmão perfurado - Chong ingeriu, no desespero, os óculos moídos e o vidro esmigalhado provocou a perfuração.

    disse o estudante. Chong também ingeriu um "pó branco" que os agentes da DEA esqueceram dentro da cela e que o estudante encontrou mais tarde. O "pó branco" foi identificado como metanfetamina. O estudante disse que a droga provocou alucinações e que ele ficou "completamente insano". A DEA não comentou o esquecimento do estudante em uma cela sem água nem comida, com uma droga, por cinco dias. O advogado de Chong, Eugene Iredale, disse que processará o governo federal dos EUA.

    As informações são da Associated Press.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar