1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias Clonar cavalo é a nova moda do mundo equestre

Tópico em 'Esportes' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 25 Jul 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Aiken Cura é ainda um dos grandes nomes do mundo do pólo, apesar de ter morrido em 2007.​

    Ele era um dos cavalos mais amado do mundo. Aiken Cura, o puro-sangue do melhor jogador de pólo do mundo, Adolfo Cambiasso, era forte, elegante e rápido - tanto que ficou conhecido além dos círculos da elite do esporte. Em 2006, durante uma partida na Argentina, o garanhão quebrou. Cambiaso chorou na ambulância que levou o animal embora do estádio. Aiken Cura foi tratado com várias protéses, mas em 2007 acabou morrendo. Porém, estava enganado quem pensava não ver mais o famoso alazão desfilando seu estilo.

    Em um dia escaldante no verão do hemisfério norte, um enorme portão de madeira se abre na zona rural e revela uma sinuosa estrada através de centenas de hectares de terra. O caminho é pontilhado por pôneis que vagam em bandos. Um deles trota corajosamente na sombra de várias árvores. Ele tem pêlos castanho-claro salpicado por pontos brancos. Ele parece ser outro cavalo. Porém, para os verdadeiros fãs de pólo, ele é inconfundível.

    É o clone do Aiken Cura.

    Há outros 11 clones, todos com menos de um ano de idade e criados para o pólo. O filho de Aiken Cura vive a poucos quilômetros do rancho, onde foi executado com o gêmeo identico de seu pai morto.

    O proprietário desta fazenda, um homem chamado Alan Meeker, está no negócio com Cambiaso e tem outros clones de cavalo na Argentina. Dois deles, diz ele, são réplicas genéticas de puros-sangue superiores. São quase três anos, e Meeker diz que correm ‘como o vento’.

    Os americanos não se importam muito para o pólo, mas o sucesso do empreendimento de clonagem de Meerker e Cambiasso pode ter enormes implicações para o que já foi um dos esportes mais populares dos Estados Unidos: as corridas de cavalo. Houve uma mudança sutil na percepção dos cavalos clonados em todo o mundo, a Federação Equestre Internacional (FEI) reverteu uma proibição sobre clones em competições.

    Embora seja muito tarde para qualquer cavalo clonado ser introduzido nos Jogos de Londres, os clones estão autorizados a participar dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. A decisão da FEI baseia-se na crença de que os clones não são 100 por cento idênticos e também que o jóquei e o ambiente fazem diferença no desempenho do animal.

    O pensamento é que não existe um clone exato, assim como não há um gêmeo idêntico.
    afirma Dr. Graeme Cooke, diretor da FEI, a ABC News.

    Este raciocínio, no entanto, não demonstra que a clonagem será permitida nas corridas de puro-sangue, pelo menos em um curto prazo de tempo. O Jockey Club, a organização dedicada a manter a integridade das corridas de cavalos, não vai reconhecer um clone e, muito menos permitir em uma prova.

    Embora o principal argumento contra a clonagem de cavalos – a manutenção da pureza do esporte – seja ainda muito forte, o outro questionamento contra ela se apagou. Muitos temiam que a clonagem pudesse gerar animais malformados ou com deficiências. Meerker diz que nunce teve problema de saúde com seus clones e compara o método a fertilização in vitro, que causou grande alvoroço na década de 1980, mas produziu uma geração saudável de bebês em proveta. E a ideia de que a clonagem diluiria a raça não soa muito bem.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Depois do "Dramatic chipmunk", temos o "Dramatic Horse" da foto.
     
    • LOL LOL x 2
  3. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    E a clonagem animal já é uma realidade. Espero que as barreiras contra clonagem caiam e outra competições possam se beneficiar, principalmente com a manutenção do material genético reprodutores de ponta por um tempo indeterminado. E também nos animais utilizados para produção de alimentos.
     
  4. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    O véi de terno e o cavalo estão fazendo a mesma cara com os zói arreganhado. Ele que é o dono do cavalo? São feios demais!
     
  5. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Foi o ângulo, ele até que não era tão feio. Mas cavalos de polo são selecionados para performance. Beleza é um item secundário.
     

Compartilhar