1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Bloqueio israelense a Gaza fortaleceu Hamas, afirma ONU

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 14 Jun 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    De acordo com o relatório da agência de apoio aos refugiados da ONU (UNRWA), o bloqueio israelense à faixa de Gaza transformou o Hamas no principal empregador da região, fortalecendo a força política e a popularidade do grupo.

    O estudo da UNRWA afirma que o bloqueio decretado à faixa de Gaza há cinco anos produziu os resultados contrários aos esperados por Israel.

    afirmou o porta-voz da agência, Chris Gunness.

    O bloqueio de Israel à faixa de Gaza, que praticamente isolou o território em junho de 2006, depois da captura do soldado israelense Gilad Shalit, e se agravou mais ainda em maio de 2007, após o Hamas tomar o controle da região, levou à falência de grande parte do setor privado da economia local.

    A proibição da exportação de mercadorias causou o fechamento de fábricas que exportavam produtos para Israel e para o exterior.

    O setor de construção civil ficou completamente paralisado em consequência da proibição à entrada de materiais de construção.

    De acordo com o governo israelense, a proibição relacionada aos materiais de construção, principalmente aço e cimento, tem o objetivo de impedir que o Hamas utilize os materiais para fins militares.

    EMPREGADOR


    Nessas circunstâncias, o setor público, controlado pelo Hamas, tornou-se o principal empregador da população da Faixa de Gaza onde o índice de desemprego é um dos maiores do mundo, chegando a 45%.

    Segundo o relatório da agência da ONU, dos 1,5 milhão de habitantes da Faixa de Gaza, apenas 190.365 trabalham e a maioria deles é empregada pelo governo do Hamas.

    O estudo também indica que, desde a imposição do bloqueio, o número de pessoas que vivem com um orçamento de cerca de US$ 1 por dia se triplicou, chegando hoje a 300 mil - um quinto da população.

    Segundo o porta-voz da agência da ONU,
    O porta-voz também afirmou que as conclusões do relatório são "preocupantes" e que os refugiados palestinos que vivem na Faixa de Gaza, que compõem cerca de 70% da população, são os principais afetados pela situação.

    O relatório publicado pelo Centro Peres pela Paz, ONG fundada pelo presidente de Israel, Shimon Peres, confirma os dados publicados pela ONU.

    O estudo da ONG afirma que

    ECONOMIA DOS TÚNEIS


    Segundo o estudo, o bloqueio levou ao empobrecimento geral da população de Gaza, porém o governo do Hamas "se fortaleceu muito" em decorrência da chamada "economia dos túneis".

    Durante esses cinco anos de bloqueio, a maioria dos bens de consumo no território foi trazida de fora para a faixa de Gaza por intermédio de centenas de túneis escavados em direção ao Egito.

    De acordo com o relatório do Centro Peres, com a "economia dos túneis", empresários ligados ao Hamas controlam o comércio da faixa de Gaza e cobram taxas que, por sua vez, financiam a atividade das forças de segurança da organização.

    afirma o estudo.

    conclui o relatório do Centro Peres.

    Desde junho de 2010 Israel vem aumentando o volume de mercadorias que podem entrar na faixa de Gaza, porém as restrições à exportação e à entrada de materiais de construção continuam.

    No dia 28 de maio o Egito abriu a fronteira de Rafah para entrada e saída de palestinos da faixa de Gaza. A medida, no entanto, não vislumbra o trânsito de mercadorias.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar