1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Aborto

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Little Fairy, 3 Mai 2004.

  1. Little Fairy

    Little Fairy Usuário

    Uns dias desse estava lendo a Folha e me deparei com uma manifestação pró-aborto.Gostaria de deixar expressa a minha opnião.
    Como sou a favor da vida e contra homicídios, posso dizer que sou contra esse atentado a vida.
    Com tantos metodos anti-concepcionais disponíveis no planeta, ainda torna mais inconcebível esse tipo de idéia.
    Se as mulheres engravidam e querem abortar como direito de escolha, então a questão não é legalizar o aborto e sim uma política de conscientização sexual maior.
    P.S:Gostaria de salientar que casos que a gravidez, a mãe corre risco de vida, teriam que ser analizados separadamente, pois cada caso é um caso.
    Em caso de estupro, a pílula do dia seguinte foi inventada para este fim.Então, já não é caso de aborto e sim de conscientização sexual e uma política de popularização desse tipo de medicamento.
     
  2. Unedë

    Unedë Usuário

    acho q o aborto soh devia ser " considerado" em casos de estupros, mas mesmo assim acho q é maldade. se nao tem como cuidar... já existem varias excessoes, é delicado isso.
     
  3. Hellboy_theOld

    Hellboy_theOld Usuário

    Aborto = Assassinato. Por mais que, tenha sido estupro, ou a pessoa não tenha condições de sustentar a criança, ninguém tem direito de tirar a vida dela. pra tudo há uma solução, e o aborto é a pior opção.
     
  4. Little Fairy

    Little Fairy Usuário

    isso já diz tudo, Hellboy, concordo com vc plenamente....
     
  5. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Sou a favor do aborto :P

    Se alguém conseguir transferir o feto para o estuprador e salvar a vida do embrião tudo bem.
     
  6. Ash Nazg

    Ash Nazg Usuário

    eu sou contra mas também sou da opiniao que cada um sabe o que é melhor pra ele, entao...que façam se quiserem.

    Se for uma pessoa perto de mim, alguem que eu conheca que queira fazer aborto eu tentarei fazer com que a pessoa mude de idéia.
     
  7. Dante Aqueronte

    Dante Aqueronte Usuário

    Eu sou a favor do aborto apenas no caso da mãe correr risco de vida ou de estupro. Aliás, é nesses casos que a lei permite.

    Eu diria que tem a pílula do dia seguinte no caso de estupro, mas não sei se todo mundo pode tomar. Pode ter alguma contrta-indicação. Não entendo muito dessas coisas... :tsc:
     
  8. Felipe Took

    Felipe Took Usuário

    Aborto é o pior tipo de assasinato possivel , porque a criança não pode se defender. Acho assustador que alguem possa sequer cogitar fazer um aborto. É assasinato premeditado e a sangue frio , independente de qualquer coisa. No caso de estupro existe a pilula do dia seguinte e mil outras formas de se interromper a fertilização antes que o bebe se forme.

    No caso de risco de vida da mãe , é a velha historia , será que vale a pena matar uma vida para salvar outra? A meu ver não. Que se faça todo o possivel para se salvar tanto filho quanto a mãe , mas simplesmente matar o bebe acho desumano , já que ninguem pode julgar quem deve viver e quem deve morrer.

    Eu sei que a questão é complicada , mas esse é meu ponto de vista.
     
  9. Ah, não tem problema. Desde que seja feito no iniciozinho. O feto só começa a sentir dor lá pela 26ª semana de gravidez, antes disso ele não tem sistema nervoso desenvolvido o suficiente pra sentir, nem cérebro pra pensar no que tá acontecendo.

    Eu já tive a época em que eu era contra o aborto e me apoiava no clássico argumento "de que estaria tirando uma vida", etc. Mas aí tentei ver a coisa usando mais o raciocínio (o que eu escrevi no parágrafo anterior e tal). Ah, e também não sou nada religioso. Então não vejo problema.

    O problema é que muitos têm o seguinte raciocínio: algo dentro da barriga da mãe -> vida. E se tiras vida, logo és assassino. (ora, então por que não és assassino quando mata uma formiga ou uma barata?) Ok, pode até ser uma forma de vida, mas pode-se considerar um ser humano? Uh, não, na minha opinião. Isso é uma outra discussão interessante, meio que envolvendo filosofia, ciência, questões morais e por aí vai.
     
  10. Dante Aqueronte

    Dante Aqueronte Usuário

    Tipo, onde vc viu isso? Eu já vi casos em qeu o feto tava bem menos desenvolvido que isso e mesmo assim ele tentou lutar pra sobreviver. Não foi uma luta muito boa, afinal ele era um feto, mas dava pra ver que ele estava sim com medo.

    Tb não sou muito religioso e nem dou tanto valor pra vida assim, então nem é por isso que não curto aborto. É mais porque eu acho que se a pessoa faz algo ela tem que arcar com as consequencias. Na hora do vamos ver tá tudo ótimo, né? Mas tem que saber como evitar, e se não o fizer e o bicho pegar não é a criança que tem que pagar, e sim os dois mongos que não souberam se cuidar.

    Quem está dentro do útero da mãe é uma vida sim. O coração bate, o cérebro funciona, então tá vivo, biológicamente falando. (a partir de certo ponto do desenvolvimento, claro.)

    Do ponto de vista jurídico é que é diferente. Um ser humano não é considerado uma pessoa de direitos a não ser que tenha nascido vivo. A partir do momento em que a criança nasce viva (o que exclui os natimortos), ela passa a ter direitos e obrigações como todo mundo.
    Mas...... a constituição tem consciência de que aquele trroço na barriga da mulher VAI SER uma pessoa. Portanto ele é protegido pelo que alguns chamam de pré-direitos, que garantem sua vida e seu bem-estar durante os 9 meses. E isso também responde a sua pergunta sobre as formigas e as baratas. Elas simplesmente nunca vão ser um Ser Humano, ao contrário do feto. Sacou? :wink:
    (espero ter falado certo, vou ter prova disso amanhã. :tsc: )





    PS: Ah sim, também sou a favor do aborto se a criança tiver uma má formação que a impeça de nascer viva.
     
  11. Eu tinha lido isso num livro de Biologia (o qual não me recordo o nome), mas agora que você mencionou dei uma pesquisada aqui para ter certeza. Engraçado que parece não existir uma informação muito precisa, mas parece certo que antes de 20 semanas não tem como o bebê sentir dor. Nesse
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , por exemplo, tem o processo de formação do bebê. Perceba que na 8ª semana o bebê já começa a adquirir reflexos, o que deve explicar o "medo" do feto do seu exemplo.

    Já nesse
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    diz que pesquisadores estudam a possibilidade de que o feto pode sentir dor a partir da 17ª semana, o que contraria a hipótese anterior que dizia que isso só poderia acontecer a partir da 26ª semana (yey, bate com a minha informação)

    Enfim, não sei se são fontes confiáveis mas parece não ser uma coisa muito definida mesmo. O fato é que o bebê não sente dor desde o início.

    Agreeded, mas será que eu estaria sendo meio frio se dissesse que a criança não estará "pagando"? Pois, como eu disse, ela nem é um ser humano per si, biologicamente falando. E nem vai saber/sentir nada.

    Mas eu também acho que a mãe é irresponsável, mas a essas alturas ela provavelmente já aprendeu sua lição. :clap:
     
  12. MoonWitch

    MoonWitch Usuário

    Eu não consigo pensar tão racionalmente. Sobre essa questão eu penso mais emocionalmente. Tudo bem que no começo da gestação o feto não sente dor e talz... mas só de pensar que você tá tirando uma futura vida. Eu não concordo com o aborto. Mas também não faço a mínima idéia de como eu reagiria se tivesse numa situação dessas. Envolve muitas coisas. Só que o futuro bebe não tem nada a ver com isso e também não pediu pra nascer. Sei lá... não sou a favor não, mas tem suas exceções.

    Assim como o pai. :wink:
    E nem sempre eles aprendem a lição, mas aí já é outros quinhentos... :roll:
     
  13. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Eu soh consideraria o aborto um ato aceitavel quando a fertilização tiver sido fruto de um crime, como um estupro ou quando a gestação representasse risco de morte para a mãe.

    Abortar simplesmente porque não se quer um filho, numa relação normal, é a coisa mais absurda que existe, para isso que existem os preservativos e a propaganda toda encima do sexo seguro, além de evitar "acidentes" também evita uma série de doenças. Uma pessoa que não se previne e engravida não tem o direito de abortar, somente porque não planejou aquele filho... se quis se arriscar, que assuma as consequencias.
     
  14. ?

    ? Banned

    existem tbm aqueles casos polemicos de que a criança tem uma deficiencia que nao a impede de nascer, mas a impede de ter uma vida normal
    eu sou contra o aborto exceto em caso de risco claro de vida para a mae, pq se formos analizar pelo lado biologico, toda gravidez gera risco de vida para a mae. agora, naqueles casos em que deve-se escolher entre a vida da mae e a do filho, deve-se privilegiar a mae. nao existe essa historia de tentar salvar as duas vidas. o que é o aborto natural entao? uma rejeiçao do corpo da mae para com um ser que possa prejudica-la. ai nao é nem questao etica. é instinto de sobrvivencia mesmo. agora, eu concordo com todo mundo que disse que abortar é antietico em casos de irresponsabilidade dos pais
     
  15. jean

    jean Shhhzup!

    O que você não pode esquecer é que as consequências ruins não vêm somente para a mãe. Uma criança indesejada vai nascer, e se não há base pra criá-la, nem se quer uma mãe disposta a assumir a responsabilidade, você acha isso justo com a criança? Nem um pouco.
    Neste ponte eu considero o aborto algo razoável. Lógicamente sendo feita bem no início da gravidez.
     
  16. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Bom, então voce propõe que liberem o aborto pra qualquer pessoa, independente de quem seja, soh porque a criança foi um "acidente"? Se não existe mãe disposta a assumir a responsabilidade, como que na hora do bem bom essa pessoa se sentiu responsavel o bastante pra fazer o que queria sem se prevenir?

    Pode não ser justo com a criança ter uma mãe dessas, mas acho mais injusto ainda encerrar uma possivel vida soh por causa de uma mãe e de um pai inconsequentes.
     
  17. jean

    jean Shhhzup!

    Bem, a falta de responsabilidade é que ocasionou a gravidez indesejada.
    E é exatamente esse o problema. Uma pessoa sem o mínimo de responsabilidade está pronta para ser mãe ou pai? :|

    Pense no final do que você disse:
    Em primeiro lugar seria justo trazer ao mundo alguém que vai ter pai e mãe inconsequentes?
     
  18. certamente o aborto é uma questão complicada, trata-se de uma responsabilidade moral e social...

    em caso de estupro acho completamente aceitável a mãe abortar, nem sempre tem-se tempo, dinheiro ou cabeça para tomar pilula do sia seguinte depois de uma coisa dessas...
    no caso em que a vida da mãe corra risco, acho que deve ser escolha da mãe... mas isto inclui a liberdade da mãe escolher a morte em pro do filho, no brasil eutanásia é ilegal e suicidio é crime..... eu pessoalmente sou a favor.

    preservativos, desgraçadamente não são totalmente confiaveis: camisinhas furam, e tem falsas pílulas no mercado; as ditas pilulas de farinha, eu sei do que estou falando, pois o meu filhinho lindo nasceu com essas pilulas ai.

    Por outro lado, eu acho desumano deixar nascer crianças deficientes ou defomadas apenas para ficar observando doentiamente como morrem; isso é duplo sofrimento para a os pais e o filho.
    Também tem aquelas pessoas que não tem meios contraceptivos a disposição, ou ainda aquelas que já vivem na miséria, e que apenas levariam os seus filhos para uma miseria maior... eu não culparia alguem que decidisse abortar numa situação semelhante.

    Porém, o aborto nao deve ser tratado com leveza, acredito que ele deve existir apenas para evitar o sofrimento dessa criança em formação, ou seja, para que ela não tenha que passar logo apos o nascimento por fome e doença que a levem inevitavelmente para uma morte prematura, e isto inclui o ambiente social.

    Claro que acho inaceitável uma pmenina de 15 anos, filhinha de papai resolver abortar "porque vai estragar a sua vida", ou "os seus estudos"...

    Afinal, se nos achamos grandes o suficiente para transar, vamos agir como adultos também; a vida não é um jogo.
     
  19. MaxDirty

    MaxDirty Firefox Enthusiast

    eu so meio a meio nesse assunto
    eu so a favor em casos jah especificados pela lei e tb quando a mulher ñ quer o filho e esta com menos de um de gestação
    mas eu so contra aqueles metodos horriveis de aborto
    eu vi na escola q o "açogueiro" enfia uma especie de navalha no utero e começa a retalhar o feto
    então depois de morrer por hemorragia o fdp enfia uma pinça e começa a puxar os pedaços....
    é revoltante isso
     
  20. AneleH

    AneleH Usuário

    Eu sou a favor do abroto.
    Acho que toda a mulher tem pelo menos o direito de ter esta opcao. Soh nao concorodo que a partir daih o aborto passe a ser visto como metodo anticoncepcional, porque nao pensou-se antes do ato.
    Para isso, acredito que junto com uma legalizacao do aborto, deveria-se ter maior investimento na educacao sexual, aumentando nao soh a quantidade de campanhas de prevencao como tambem a qualidade delas. E, alem disso, a mulher que decidir abortar deve ter um acompanhamento com psicologos pois o aborto tambem pode ser muito traumatizante a mulher.
    Eu acho que nunca vou ter coragem para cometer essa ato, mas ainda acretido no direito de escolha!
     

Compartilhar