• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Voto obrigatório?

O voto deve ser obrigatório?


  • Total de votantes
    36

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Obrigatório. É um direito E um dever. Voto facultativo só seria bom se a grande massa tivesse consciência da importância das eleições. Mas se o voto no Brasil fosse opicional, duvido que 20% da população gastaria tempo no seu sagrado domingo para votar.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Facultativo é obvio

Eu prefiro que 20% da população vote com consciência total que 100% na marra onde muitos vão no oba-oba de pesquisas ou por mera ignorância votam aleoatoriamente em qualquer um. Eliminamos assim o chamado voto inutil.
 
Última edição:

Allënheisch

Slavsia!
Prefiro que seja facultativo.

Creio que o modelo do voto obrigatório não condiz com os ideais de uma democracia plena ( sendo que o Brasil é um dos poucos países democráticos nos quais as votações ainda são obrigatórias) e que o direito de fato, começa na liberdade de escolha, se o cidadão deseja votar ou não, sem falar na conscientização do voto.
 

Lyvio

Usuário
Por enquanto obrigatório, o povo brasileiro não sabe da importãncia do voto, não tem a capacidade ainda para entender isso.
 

Eruanno Ifindë Sardillon

Aspirante a Istar
É um dever moral ser consciente e fazer as coisas direito, não apenas ir lá marcar um voto qualquer. Além disso, é um direito de todo mundo ser tão mau e/ou idiota quanto quiser, desde que não interfira diretamente com a vida alheia.
Autoritarismo e comunismo são sistemas falhos. Liberdade, diversificação e reconhecimento da individualidade (inclusive de direitos e deveres) são boas coisas. Por isso...

Voto facultativo FTW
 

Oromë

Purge 'em all
A enquete estava meio confusa. Se tiver como editar a pergunta ou as opções, alguém por favor o faça. :lol:

De qualquer maneira, vou com a mesma opinião do Neithan e outros. Se a população brasileira tivesse consciência da importância do voto, deveria ser facultativo. Mas, já que a situação é exatamento o oposto, tem que ser obrigatório mesmo.

Até hoje me lembro (mais ou menos) daquele episódio na França, há alguns anos atrás, quando a maioria esmagadora dos eleitores não foram votar, e depois todo mundo ficou desesperado porque um candidato meio nazi-fascista foi eleito.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Por enquanto obrigatório, o povo brasileiro não sabe da importãncia do voto, não tem a capacidade ainda para entender isso.

Argumento absurdamente e totalmente contraditório :lol: Pior é que todos que conheço que defendem o obrigatório só sabem dizer isso.

Justamente por não saber votar é que não deveriam votar. Com o voto facultativo damos a carta a libertação desses "escravos"

Prefiro que essa cambada vá curtir uma praia, vão pescar, mas não votar em qualquer um que se mistura com os votos uteis de quem realmente quer votar.

Se o voto fosse facultativo desde 1989 eu apostaria todas as minhas fichas de olhos fechados que esse lixo de partido que assola o pais, o PT jamais teria chegado ao poder.

Outra coisa boa é que quem não votou não tem o direito de reclamar. Então aí fica mais gostoso esfregar isso na cara da pessoa e na próxima eleição ela se toca vai lá e comparece e deposita seu voto. Não precisa ser forçada a isso.
 
Última edição:

Lyvio

Usuário
Nem acho que esfregar na cara adianta... o povão não tá nem ai pra isso furia.

Todo mundo que vota pela obrigatoriedade pensa assim simplesmente porque é assim, só não enxerga quem não quer, mesmo sendo na sua ótica contraditório mas é a realidade.
 

Náring

Mad Hatter
Desculpa dizer isso, mas "é a realidade" é a pior muleta argumentativa já inventada. Simplesmente não quer dizer nada. Não é porque você diz que tal coisa "é a realidade" que ela seja realidade.

Enfim, acho que deveria ser facultativo.
Primeiramente porque não faz sentido em uma democracia você ser forçado a votar.
Em segundo lugar porque muitas pessoas, seja por serem ignorantes demais para fazer um voto consciente, seja porque não têm paciência para votar, seja porque não encontraram um candidato sequer que preste, vão votar em alguem aleatório.
Seria bem melhor se todo esse peso desnecessário não existisse. Com o voto facultativo, quem não quer votar não vota, e o percentual de votos sérios e bem pensados seria bem maior.
Em uma votação na qual grande parte do eleitorado esta votando por favor, branco ou em qualquer coisa que vir pela frente, você não terá um bom resultado. Não há o menor sentido em achar que vai ser melhor.
Se o voto ficasse facultativo hoje, é claro que quase ninguem ia votar, mesmo porque está todo mundo encarando isso como uma obrigação já. Se ele fosse facultativo há um tempo, ia parecer um direito, e não um dever, e o ser humano está sempre mais disposto a aproveitar um direito que arcar com um dever.

Com o voto facultativo, teriamos sem sombra de dúvida mais votos instruídos e bem pensados, e seria razoavelmente mais dificil manipular a massa votante como um bando de títeres sem cérebro.
 

Snaga

Usuário não-confiável!!!
Eu sempre pensei comigo que o voto deveria ser obrigatório como é hoje, pois para a democracia valer, ela deve conter a opinião de TODOS os envolvidos e (no Brasil ou em qualquer lugar do mundo) só mesmo obrigando as pessoas para elas votarem.
Afinal se apenas uma minoria votar, será a escolha daquela minoria que valerá para escolher um representante no governo e não a escolha da maioria.

E por isso votei que sim, o voto deve ser obrigatório.

Mas com dois posts o Fúria mudou o meu modo de pensar. Nunca havia pensado por esse lado e, realmente, seguindo os argumentos dele, o voto facultativo é muito melhor para o país do que o obrigatório.
 

Lyvio

Usuário
Essas coisas deveriam ser analisadas do começo. Primeiramente as pessoas não se importam com a votação simplesmente porque não foram instruidos acerca dessa importância, a falta de investimento em educação e orientação simplesmente é o grande responsavel por isso. Se as pessoas não são educadas como deveriam acerca da importância do voto, da importância de exercer esse direito elas não se importam com ele, para elas tanto faz. Sendo assim elas não teriam capacidade de ter um critério de escolha no momento de escolher quem vai governar e escolheriam qualquer um realmente.
Além disso, a facultativiade do voto não evitariam em absolutamente nada a compra de votos e o voto por favor, pelo contrario, ja sabendo da enorme quantidade de eleitores que não votariam os políticos comprariam muito mais votos, a quantidade de votos por favor cresceria absurdamente assim como a propria compra de votos. O voto iria se tornar infinitamente muito mais comercializado do que é atualmente, afinal, há pessoas que votam num candidato por 10 reais, e não toma a consciêncioa de pegar o dinheiro e votar em outro que teoricamente seria mais honesto.

Ou seja, seriam eleitos os mesmo bandidos que hoje são vereadores há 50 anos, deputados a 30 e por ai vai. Não mudaria em nada, simplesmente favoreceria a comercialização dos votos e elegeria mais políticos desonestos.
 
C

cpm22

Visitante
Primeiramente vamos entender isso.

O voto no Brasil é obrigatório. Quem não é obrigado a votar?
Jovens com idades entre 16 e 18 anos incompletos. Pessoas com mais de 70 anos e analfabetos.
» Volta

Quem não pode votar?
1. quem não se inscreveu como eleitor;
2. quem, por algum dos motivos na legislação eleitoral, teve sua inscrição cancelada;
3. quem, com o título ou não, afirme pertencer à Seção Eleitoral, mas o nome não conste na folha de votação.
» Volta

Quem faz 16 anos no dia ou na véspera da eleição pode votar?
Pode, desde que comprove já ter completado ou que completará 16 anos até a data das eleições e retire seu título de eleitor até o fim do prazo legal.
» Volta

O jovem que não votar precisa se justificar?
Se ele não tiver 18 anos completos, não precisa se justificar.
» Volta

Caso tenha 2º turno na minha cidade sou obrigado a votar?
Sim. Se houver dois turnos, o eleitor é obrigado a votar em ambos.
» Volta

Qual a punição para quem não vota?
Se o eleitor não votar no primeiro turno e/ou segundo turno nem se justificar perante o Juiz Eleitoral até a data limite deverá pagar uma multa. Sem a prova de que votou na última eleição, ou de que pagou a respectiva multa ou de que se justificou devidamente, o eleitor fica sujeito a uma série de penalidades:
- não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, nem assumir tal cargo ou função;
- não poderá receber vencimentos ou salário de função ou emprego público, autárquico ou de alguma forma ligado ao governo, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;
- não poderá participar de concorrências públicas ou administrativas do governo;
- não poderá obter passaporte ou carteira de identidade ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;
- não conseguirá empréstimo nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais, institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo ou de cuja administração esse participe e com essas entidades celebre contratos.
O eleitor em situação irregular ficará ainda impedido de praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.
» Volta

Cidadãos naturalizados brasileiros, que ainda não têm título, são obrigados a votar?
Quem se naturalizou tem um ano para alistar-se como eleitor. Após este prazo, estará sujeito à multa. Sem ter-se alistado, não votará.


Agora vejamos, tópicos citados em uma página da web http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100812183647AAMX5kL


Porque o povo é obrigado votar ...? (Essa foi a pergunta)


Porque nosso país não vive numa democracia plena onde o cidadão vota se quiser, voto obrigatório não é voto democrático.
Qualquer coisa obrigatória é anti democrático, e isto que acontece com nós brasileiros que somos obrigados a votar, mesmo que não queira, isto é um absurdo!!


A verdade é que o voto é obrigatório no Brasil para dar respaldo legal à corja pilantra de políticos que temos porque, se não fôssemos obrigados a votar, ninguém votaria, e os políticos teriam que assumir o poder de forma ilegítima. Ora, aos olhos do mundo isso se chamaria ditadura. Diriam: o Brasil não é uma democracia pois seus mandatários não têm respaldo no povo. Assim, somos obrigados a votar para dar legitimidade ao (des)governo que nos rouba, nos achaca, nos trata mal e posa de bonzinho e democrático perante a comunidade internacional. Democracia é quando você não é obrigado a votar, vota porque quer, não precisa se preocupar em quem votou e, aquele que você votou não vai roubar.

Além de votar serei mesário, e tenho muito orgulho disso. Já que nossos antepassados lutaram e morreram para que implantassem a democracia no nosso país. Acho que em vez de reclamar deveríamos sim fazer uma relação dos políticos envolvidos e suspeitos de corrupção,
ajudaria muito mais, não acha?

O Brasil é um país tão democrático que o voto é obrigatório! Hahaha! Para mim o fato de o voto ser uma coisa imposta contradiz profundamente o conceito de liberdade democrática.

Eu acho que é porque se não fosse obrigatório,poucas pessoas gostariam de votar por livre e espontânea vontade.

Separei as resposta mais significativas, podemos observar que muitos tem opiniões extras diferentes, isso é fato, em qualquer pais '''nacionalista''' :lol: se o Brasil fosse kkkkkkkkkkkkkkkk. Bom, analisando fatos tão, tão polêmicos sempre chegamos a palavrinha '''chave''' ''''''''''DEMOCRACIA''''''''''''''''' vejamos o que Aldous Huxley, cita como DEMOCRACIA POLITICA


Os defeitos da democracia política como sistema de governo são tão óbvios, e têm sido tantas vezes catalogados, que não preciso mais do que resumi-los aqui. A democracia política foi criticada porque conduz à ineficiência e fraqueza de direcção, porque permite aos homens menos desejáveis obter o poder, porque fomenta a corrupção. A ineficiência e fraqueza da democracia política tornam-se mais aparentes nos momentos de crise, quando é preciso tomar e cumprir decisões rapidamente. Averiguar e registar os desejos de muitos milhões de eleitores em poucas horas é uma impossibilidade física. Segue-se, portanto, que, numa crise, uma de duas coisas tem de acontecer: ou os governantes decidem apresentar o facto consumado da sua decisão aos eleitores - em cujo caso todo o princípio da democracia política terá sido tratado com o desprezo que em circunstâncias críticas ela merece; ou então o povo é consultado e perde-se tempo, frequentemente, com consequências fatais. Durante a guerra todos os beligerantes adoptaram o primeiro caminho. A democracia política foi em toda a parte temporariamente abolida. Um sistema de governo que necessita de ser abolido todas as vezes que surge um perigo, dificilmente se pode descrever como um sistema perfeito.

Aldous Huxley, in "Sobre a Democracia e Outros Estudos"


Porém para obter uma plena convicção sobre o que é democrático e ''correto'' na política, devemos fazer uma viagem ao tempo, vejamos uma citação sobre o princípio da democracia.

Democracia vem da palavra grega “demos” que significa povo. Nas democracias, é o povo quem detém o poder soberano sobre o poder legislativo e o executivo.
Embora existam pequenas diferenças nas várias democracias, certos princípios e práticas distinguem o governo democrático de outras formas de governo.

Democracia é o governo no qual o poder e a responsabilidade cívica são exercidos por todos os cidadãos, diretamente ou através dos seus representantes livremente eleitos.

Democracia é um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana; é a institucionalização da liberdade.

A democracia baseia-se nos princípios do governo da maioria associados aos direitos individuais e das minorias. Todas as democracias, embora respeitem a vontade da maioria, protegem escrupulosamente os direitos fundamentais dos indivíduos e das minorias.

As democracias protegem de governos centrais muito poderosos e fazem a descentralização do governo a nível regional e local, entendendo que o governo local deve ser tão acessível e receptivo às pessoas quanto possível.

As democracias entendem que uma das suas principais funções é proteger direitos humanos fundamentais como a liberdade de expressão e de religião; o direito a proteção legal igual; e a oportunidade de organizar e participar plenamente na vida política, econômica e cultural da sociedade.

As democracias conduzem regularmente eleições livres e justas, abertas a todos os cidadãos. As eleições numa democracia não podem ser fachadas atrás das quais se escondem ditadores ou um partido único, mas verdadeiras competições pelo apoio do povo.

A democracia sujeita os governos ao Estado de Direito e assegura que todos os cidadãos recebam a mesma proteção legal e que os seus direitos sejam protegidos pelo sistema judiciário.

As democracias são diversificadas, refletindo a vida política, social e cultural de cada país. As democracias baseiam-se em princípios fundamentais e não em práticas uniformes.

Os cidadãos numa democracia não têm apenas direitos, têm o dever de participar no sistema político que, por seu lado, protege os seus direitos e as suas liberdades.

As sociedades democráticas estão empenhadas nos valores da tolerância, da cooperação e do compromisso. As democracias reconhecem que chegar a um consenso requer compromisso e que isto nem sempre é realizável. Nas palavras de Mahatma Gandhi, “a intolerância é em si uma forma de violência e um obstáculo ao desenvolvimento do verdadeiro espírito democrático”.


Agora, iremos alisar este trecho.


Os cidadãos numa democracia não têm apenas direitos, têm o dever de participar no sistema político que, por seu lado, protege os seus direitos e as suas liberdades.

Analisando este pequeno trecho, podemos classificá-lo como:

Para obtermos um governo democrático, temos o dever de participar do sistema de eleição, isto é votando, elegendo aquele que mais nós convence ser um bom governante. Muitos pensam que desta forma ''' com o poder de escolha, de escolher um governante''' (Como uma citação acima, antes nossos antepassados lutaram para conquistarem este ''direito'') somos povos de livre arbítrio, outros já pensam que, para sermos povos ''livres'' teríamos de ter a escolha entre o ''sim'' e o ''não'' sendo mais clara entre a escolha de votar ou não. Mas por outro lado, isso é um fato que iria causar muitas críticas, quantos já morreram e lutaram por isso, afinal chego a conclusão de que nada que seja aprovado em um país deixa todos 100% satisfeitos. Pensando em um ponto de vista ... ULTRA .. MEGA .... (Estou viajando aqui) Se em nosso país, ou porque não citar se o '''mundo'', se todos os povos fossem ''livres'' e tudo que fizéssemos fosse tolerável, ''' sendo mais clara''' tudo fosse liberado, o mundo estaria ''perdido'' matar, roubar, entre outros crimes, seriam fatos que iríamos cometer e não teríamos punições. Bom, voltando ao assunto POLÍTICA, penso que o melhor que temos a fazer é votar, mesmo sabendo que nenhum político é verdadeiramente, VERDADEIRO. Votem, se isso é questão de '''cidadania'' no pais votem, mas tentem eleger um canditado que consiga ser '''falso''' o bastante para convencer milhares, e milhares de brasileiros. :joy:
 
Última edição por um moderador:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Além disso, a facultativiade do voto não evitariam em absolutamente nada a compra de votos e o voto por favor, pelo contrario, ja sabendo da enorme quantidade de eleitores que não votariam os políticos comprariam muito mais votos, a quantidade de votos por favor cresceria absurdamente assim como a propria compra de votos.

Eu acho até razoável essa suposição principalmente no Nordeste região que mais consagrou o chamado voto de cabresto.

Mas a fiscalização da Justiça Eleitoral do Brasil evoluiu bastante nos ultimos 30 anos e sendo bem feita, em caso de flagrante já se varreria de cara esse tipo de candidato. Eu particularmente não tenho essa visão pessimista não.

Só que graças ao voto obrigatório o Tiririca vai facilmente se eleger, porque infelizmente muita gente que odeia, ou não está nem aí com o ato de votar vai na brincadeira dar voto a ele.
 
Última edição:

Klerigo

Usuário
Sempre pensei no voto como forma facultativa. Vamos supor um cidadão que vota e não se interessa por política. A primeira coisa que ele faz é não acompanhar nada durante todo o tempo de eleições. Não sabe quem são os candidatos concorrentes, não sabe o que fizeram ou o que deixaram de fazer, não conhece suas idéias, nem seus projetos.

Quanto mais se aproxima do dia da eleição, ele tem em mente de que vai lá e vai anular o voto, ou votar em branco. Ele se porta dessa forma por que sempre tem em mente que nenhum candidato é honesto, nenhum faz nada para ajudar a cidade onde ele mora e são todos corruptos.

No dia da eleição esse mesmo eleitor se dirige a urna e anula todos os votos e diz com orgulho que não votou em ninguém. Esse é um exemplo de muitas pessoas que votam por causa do voto ser obrigatório.

Como disse o Fúria:
Eu prefiro que 20% da população vote com consciência total que 100% na marra onde muitos vão no oba-oba de pesquisas ou por mera ignorância votam aleoatoriamente em qualquer um

Sou da mesma opinião. Quem vota tem o poder de escolher quem quer ver defendendo seus direitos. Cada vez que alguém vota por votar, sem saber em quem, é um voto perdido.

Agora, sendo facultativo e se a pessoa não quiser ir, ela não tem o direito de reclamar de quem foi eleito. Afinal, ela teve a chance de mudar isso e se omitiu. Se não gostou de quem está no comando, ela teve sua chance para mudar e desperdiçou.
 
C

cpm22

Visitante
Sempre pensei no voto como forma facultativa. Vamos supor um cidadão que vota e não se interessa por política. A primeira coisa que ele faz é não acompanhar nada durante todo o tempo de eleições. Não sabe quem são os candidatos concorrentes, não sabe o que fizeram ou o que deixaram de fazer, não conhece suas idéias, nem seus projetos.

Quanto mais se aproxima do dia da eleição, ele tem em mente de que vai lá e vai anular o voto, ou votar em branco. Ele se porta dessa forma por que sempre tem em mente que nenhum candidato é honesto, nenhum faz nada para ajudar a cidade onde ele mora e são todos corruptos.

No dia da eleição esse mesmo eleitor se dirige a urna e anula todos os votos e diz com orgulho que não votou em ninguém. Esse é um exemplo de muitas pessoas que votam por causa do voto ser obrigatório.

Como disse o Fúria:


Sou da mesma opinião. Quem vota tem o poder de escolher quem quer ver defendendo seus direitos. Cada vez que alguém vota por votar, sem saber em quem, é um voto perdido.

Agora, sendo facultativo e se a pessoa não quiser ir, ela não tem o direito de reclamar de quem foi eleito. Afinal, ela teve a chance de mudar isso e se omitiu. Se não gostou de quem está no comando, ela teve sua chance para mudar e desperdiçou.


A maioria do povo faz isso, outra parte faz pior, vai pela idéia dos outros, com aquelas famosas propagandas falsas: _ Joaquim, eu irei votar em Francisco ''o corrupto 2300'', afinal ele já foi senador do nosso estado, e foi um bom governante, oras vamos votar nele novamente, sô!. (ISSO FOI UMA PIADA, TÁ GENTE!!! :lol:)
Mas isso acontece, e muito! Essa falta de senso e proveniente da falta de informação, esta certo sabemos que,''todos'' políticos são mentirosos (Verdadeiros Pinóquios rsrsrs :lol:) mas somos obrigados a eleger um deles, como foi citado pelo meu querido nolyon, se temos a oportunidade ou chance, seja lá o que for (Até mesmo azar LOL) temos de pesquisar, temos de argumentar, temos de ter em mãos um histórico desse canditado, não podemos deixar sermos passados sempre para trás, temos de aproveitar essa brecha e deixar as ''panelinhas políticas''' com os olhos bem abertos, porque nós, o povo estamos de olho (Isso até rimou). Por isso, como citei acima temos de saber votar, pelo menos tentar eleger alguém que '''' talvez'' fará algo para melhorar a situação nacional.
 

Conan

Cavaleiro Pendragon
Simplesmente não vejo nenhum argumento democratico em se obrigar as pessoas a votar.

Se tivesse a opção "fulizar todos" e fosse comprido caso ganhasse, ai talvez fosse um pouco mais democratico.

E digo mais, devereia existir um sistema onde a pessoa tivesse o direito de se declarar apatrida, e com isto pudesse não pagar nenhum imposto, nem mesmo os imbutidos nos preços. Ele perderia os direitos a qualquer coisa q fosse publica, mas sinceramente, e dai? A unica coisa q funciona enquanto publica são as concessões, que de publicas não tem nada.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Aliás voto facultativo na minha opinião seria certamente um dos temas o qual defendo que deveria ser votado num grande plebiscito.

Se formos depender da vontade dos nossos deputados e senadores isso será sempre empurrado com a barriga e nunca votado, porque não interessa que só a parte mais "consciente" da população elega eles.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,99
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo