1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Uma Certa Paz (Amós Oz)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 16 Nov 2010.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Os kibutzim são comunidades agrícolas coletivas existentes em Israel. Apesar de hoje sua importância ter diminuído, são históricamente essenciais para existência da jovem nação-estado judaica: foram a base de sua economia nas suas primeiras décadas de vida, mesmo antes de ser um país reconhecido, ainda nos tempos do Mandato Britânico da Palestina.

    Mas a importância dos kibutzim em Israel não se resume à economia. Foram ainda importante força motriz ideológica, não só sinalizando para os judeus do mundo que Israel seria sua pátria, onde encontrariam a igualdade e a fraternidade, mas também agindo como força de transformação do deserto árido e sem vida em terras férteis e civilizadas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Pips

    Pips Old School.

    Como eu disse a você, eu paquerei muito esse livro e ainda não sei porque não o comprei. Desde sua resenha de Cenas na vida da aldeira quero conhece o Amós, mas desse ano não passa.
     
  3. Luciano R. M.

    Luciano R. M. vira-latas

    Eu sou suspeito para falar, mas ele é excelente.
    Conheci a obra dele no ano passado e, quanto mais leio, mais gosto. Sem dúvida é um dos meus autores favoritos.
     
  4. Pips

    Pips Old School.

    No inverno de 1965, Ionatan Lifschitz resolveu abandonar sua mulher e o kibutz onde nascera e crescera. Decidiu sair e começar a viver. Não sabe o caminho que quer seguir e seu principal objetivo é ensaiar para avisar sua mulher, Rimona, sua mãe Chava e seu pai Iulek, líder da comunidade onde vive, sem alarmá-los e para que notem que aquele é um processo no qual ele deve passar. Perto da partida de Ionatan o estranho e misterioso Azaria chega ao kibutz1 Granot. Mesmo com as diferenças ideológicas e “espirituais” (tirando o lado religioso da questão espírito), os dois criam um laço de amizade muito forte – e estranho – resultando na mudança do novo membro da comunidade para a casa de Ionatan e pela paixão que desperta pela esposa do novo amigo.

    Publicado originalmente em 1982, e relançado ano passado pela Companhia das Letras com tradução de Paul Geiser, Uma certa paz é uma obra essencial da bibliografia extensa de Amós Oz, não apenas por trazer diversos aspectos sobre a cultura judaica, mas por levantar uma questão universal: o que é paz e como fazemos para alcançá-la?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar