1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nos EUA, pessoas sensíveis fogem de celulares e wi-fi

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 14 Set 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Enquanto a maior parte do mundo busca conexões mais ágeis e celulares mais eficientes, um grupo de americanos quer ficar distante das ondas eletromagnéticas.

    A zona livre de ondas de rádio na Virgínia Ocidental tornou-se o oásis para pessoas com esse perfil, que fogem das dores causadas pela chamada hipersensibilidade eletromagnética.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A doença ainda não é formalmente reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde), mas Diane Shou, por exemplo, conhece bem os sintomas que a fizeram deixar o marido e os filhos no estado de Iowa em busca de um novo lar, repleto de ar puro e sem nenhuma onda eletromagnética.

    Diane vive agora em Green Bank, no Estado da Virgína. A chamada zona livre de ondas de rádio possui 33 mil km[SUP]2[/SUP] onde celulares e nenhuma outra conexão de internet funciona. A razão são os diversos telescópios que existem na área.

    Enquanto ainda vivia em Iowa, Diane passava a maior parte do tempo isolada em um espaço construído especialmente para bloquear a entrada de ondas de rádio.

    diz ela.
    Mesmo sem reconhecimento oficial, estima-se que 5% dos americanos possuam algum tipo de sensibilidade eletromagnética.

    DORES E QUEIMADURAS


    Um estudo da Universidade do Estado da Louisiana, publicado no "International Journal of Neuroscience", mostra, no entanto, que existe uma relação entre as dores e as queimaduras na pele com a frequência eletromagnética.

    O professor Andrew Marino lembra que ainda não haviam estudos relevantes sobre o assunto. A descoberta poderá amenizar a situação de pessoas como Diane no futuro.

    diz.

    Os cientistas conduziram uma série de testes em uma médica de 35 anos, diagnosticada com hipersensibilidade eletromagnética.

    A médica ficou sentada em uma cadeira de madeira, exposta a ondas eletromagnéticas e a momentos com nenhuma interferência.

    Ela relatou dores de cabeça e espasmos musculares durante as exposições à frequencia magnética, mas não sentiu nada quando não houve exposição.

    "IGNORÂNCIA TECNOLÓGICA"


    Segundo o professor Bob Park, da Universidade de Maryland (EUA), a radiação emitida por wi-fi é simplesmente muito fraca para causar qualquer mudança no organismo que possa causar doenças.

    diz ele.

    Não é o que pensa Nichols Fox. Também moradora da zona livre de ondas de rádio, ela diz entender o ceticismo e afirma que levou anos para reconhecer que sofria de hipersensibilidade eletromagnética.

    Ela conta que seus sintomas são tão graves, que se isolou quase totalmente, vivendo em uma casa remota rodeada por campos e florestas.

    Para evitar qualquer problema, sua geladeira funciona com gás, a luz vem de lâmpadas de querosene e o fogão a lenha aquece a casa.

    relata.
    diz.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    As pessoas precisam estudar mais física e ótica pelo visto.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    E não é achando que viver numa zona imune a eletromagnetismo fará a sua expectativa de vida aumentar drasticamente também.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mesmo que não há tal zona na Terra, a radiação que o Sol manda a cada segundo é muito superior a que o homem pode produzir (ou a que produz atualmente), não creio que isso seja certo não, é como disse o professor Park.
     

Compartilhar