1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nasce uma lenda

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Daniel_, 22 Out 2008.

  1. imported_Daniel_

    imported_Daniel_ Usuário

    Fico imaginando se não é assim que nasce uma lenda...

    Nasce uma lenda:

    Isso foi uma daquelas histórias em que, como diria Disraeli “o fato é mais interessante do que a versão”. Ela começa numa tarde chuvosa em Londres, com uma simpática e congelada inglesa chamada Jeanne.

    A nossa heroína estava cansada após um longo e exaustivo dia de trabalho, e uma cansativa sessão de ginástica. Aos vinte e poucos anos era bonita, com formas voluptuosas e um sorriso simpático. Era inteligente, dona de uma sorte tremenda e de um grande futuro. Mas naquela tarde era apenas uma mulher menstruada, cansada e doida para tomar um pouco de chá-gelado.

    Geralmente os ginásios da fog city são bem providos de tudo o que seus clientes estressados e bem frios possam desejar. Mas naquele dia, especialmente, o novo empregado, Nando, tinha cometido alguns errinhos pela manhã, entre os quais não ligar para o fornecedor de chá. O cidadão veio com tudo, menos o chá gelado.

    Quando a Jeanne pediu o chá o rapaz disse que não tinha. Contava com sua simpatia e estampa de rapaz malhado para garantir que a coisa não desandasse. Só que não era assim com Jeanne, que começou a reclamar. E ao descobrir que o cidadão era brasileiro, estudante, iniciou um mui excelente discurso sobre a falta de educação, pontualidade e urbanidade dos latinos em geral. E, como de praxe para um bom anglo-saxão, disse que esse era o maior problema de Buenus Aires.

    Nando, já agastado, sai do local a procura der algo que possa acalmar a cliente. Ele, destemido, derruba pilhas de chá normal, de café gelado, de refrigerante, e o oferecia a mala da cliente. E ela, britanicamente, recusava, seria chá gelado ou nada.

    Então entrou a coisa do jeitinho, tão característico do nosso povo brasileiro. Ele pegou um produto genuinamente tupiniquim, algo que os gringos nunca teriam experimentado. Ofereceu a ela, com toda a educação de seu sorriso de dentes colgate e charme de moreno-de-corpo-malhado-de-bombas-e-academia uma garrafa de gatorade. A pobre Jeanne tinha um lado meio newtoniano, e optou por tomar ao menos um gole daquele bebida de cor azul Royal, que o negro estava oferecendo.

    Jeanne sentiu uma coisa, assim, sei lá, indescritível. Era como se saúde estivesse sendo bombeada para seu interior. Uma coisa como se fosse um whiskey laphroaig sem o seu elevado teor alcoólico. Até o incômodo tinha sumido. E da sensação de prazer ela viu o raio, símbolo da fantástica bebida, e uma idéia louca surgiu na sua cabeça. Uma idéia, muito, muito louca.

    A jovem deu uma boa gorjeta a Nando, e saiu, assobiando com a garrafa na mão direita e a cabeça nas nuvens. No trem para casa a cabeça veio mais para a terra, e a idéia teve um parto fácil.

    E essa, garotos, é a verdadeira história do parto de Harry Potter.
     
  2. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Uma menina inglesa, um garoto brasileiro, um gatorade azul, e tudo isso para mudar um curso da história. Realmente, as vezes o fato é mais, muito mais interessante que a história toda. Ótimo escrito amigo Daniel!
     
  3. imported_Daniel_

    imported_Daniel_ Usuário

    Sim, eu sempre pensei que as causas de uma série de fatos podem ser tõ simples quanto um ordinário gatorade azul...:rofl:
     
  4. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Gatorade ordinário é o melhor XD!!! Então amigo Daniel, eu também acho que os fatos são construídos com a junção de coisas bem simples, que vão se encaixando e resultando em grandes feitos.
     

Compartilhar