1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

MP tenta barrar venda de 'Mein Kampf', autobiografia de Hitler, no RJ

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Ana Lovejoy, 29 Jan 2016.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Para tentar impedir a venda nas livrarias do Rio de Janeiro do livro
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , obra autobiográfica de Adolf Hitler, o Ministério Público entrou com uma ação acautelar no Tribunal de Justiça.

    No pedido, que foi distribuído à 33ª Vara Criminal, a 1ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos destaca que a legislação brasileira proíbe e criminaliza a divulgação dos símbolos e princípios nazistas.

    “Mein Kampf” prega o racismo e incentiva o extermínio de pessoas que fazem parte das minorias, como judeus, ciganos, negros e homossexuais. Segundo o Ministério Público, a obra já está sendo comercializada pelas editoras Saraiva, Centauro e Geração e estaria prestes a ser vendida pelas livrarias da Travessa e Argumento.

    O promotor de Justiça Alexandre Themístocles, que subscreve a ação, se baseou no artigo 20 da Lei 7.716/89, que estabelece pena de reclusão de um a três anos para quem “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional” e de dois a cinco anos se “cometido por intermédio dos meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza”.

    Na ação, o órgão requer à Justiça a busca e apreensão do livro nas editoras e livrarias. O MP destacou que a ação foi proposta após uma notícia de crime encaminhada ao procurador-geral de Justiça, Marfan Martins Vieira, que recomendou a abertura de investigação.

    Domínio público
    A impressão de Mein Kampf foi proibida na Alemanha depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Nenhuma nova edição foi autorizada por lá. Porém, no dia 1º de janeiro deste ano, os direitos autorais da obra, firmemente controlados até então pelo estado da Baviera,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    A primeira edição a chegar às livrarias é do Instituto de História Contemporânea de Munique. Durante três anos, uma equipe de pesquisadores preparou notas acadêmicas e comentários históricos para contextualizar a obra e dissecar o discurso de ódio de Hitler. Uma leitura crítica, com o objetivo de desmistificar o livro.

    Mesmo assim, muitos alemães se opõem à divulgação do que eles chamam de manual de extermínio. Outros temem que citações tiradas de contexto possam incentivar sentimentos neonazistas. Mas, para muita gente, já está mais do que na hora de a Alemanha enfrentar o texto de Hitler e, com isso, o próprio passado.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ******

    ideia de jerico barrar a venda. até porque tem uma edição que está saindo que é cheia dos comentários, notas, prefácio e yadda yadda yadda, que justamente orienta a leitura, contextualiza. melhor um livro assim do que simplesmente, duh, pegar o texto na internet já que é domínio público.

    btw, acho que a maior cagada que se pode fazer com a história é tentar apagá-la.
     
    • Ótimo Ótimo x 5
    • Gostei! Gostei! x 4
  2. Elriowiel Aranel

    Elriowiel Aranel Usuário

    O problema é que ainda tem muita gente que não percebeu que o mundo mudou... e MUITO!

    Um dos setores mais cabeça-dura nesse sentido é, justamente, a nossa justiça. "Vou barrar as vendas, assim ninguém vai ler"

    Se caiu em domínio público, nem vai precisar entrar na Deep Web pra achar a versão e-book. Agora qualquer um baixa, qualquer um lê.
    Melhor uma versão comentada e contextualizada, do que uma versão digitada de qualquer jeito na internet.

    Eu gostaria de dar uma olhada nessa edição preparada pela Instituto de História Contemporânea de Munique.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    É parecido com a Xuxa que tentou fazer o possível e até o impossível pra fazer varrer da face da Terra só que muito tardiamente, qualquer cópia, foto ou menção ao filme "Amor estranho Amor".

    O que tá feito tá feito. Não adianta fingir que nunca existiu.
     
    • LOL LOL x 3
  4. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Seria interessante ver quem é o réu na ação. As livrarias? A editora? Qual o crime? Divulgação de texto racista?

    Mas a ação não faz sentido... A obra já foi traduzida para o português antes... Na biblioteca que frequento, por exemplo, tem uma edição da editora Mestre Jou (lá da década de 60) e, se não me engano, houve outras edições e traduções por aí. Só não teve mais, provavelmente, pelos direitos autorais e pelo caráter do livro, que talvez tornasse difícil conseguir autorização. Vão "limpar" as bibliotecas também?

    Mas vocês têm que lembrar que a versão em domínio público é a original em alemão, não as traduções em português. A que pode estar acessível na internet é ela, como já estará.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 30 Jan 2016, Data da Mensagem Original: 30 Jan 2016 ---
    Ah! Será que a proibição não é a uma edição em particular:

    Escritores lançam boicote virtual à publicação de 'Minha Luta', de Hitler
    (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )

    Bem, não sei se faz sentido, do mesmo jeito (o "manifesto" de Ricardo Lísias), mas a divulgação foi de mal gosto, parece. Talvez quisessem se colocar à frente de outras editoras, mas melhor edição?
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. fcm

    fcm Visitante

    Censura não?
    Apesar que não sabia disso aqui:

    a legislação brasileira proíbe e criminaliza a divulgação dos símbolos e princípios nazistas.

    Enfim, não é o estado que deve dizer o que a gente deve ou não ler.
     
  6. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Também discordo. A legislação proíbe os atos e a divulgação com apologia, não o conhecimento. Vão proibir os documentários também?

    O Ministério Público em vez de apostar mais na informação - campanha educativa etc - quer proibi-la. :no:
     
    Última edição: 1 Fev 2016
    • Gostei! Gostei! x 2
  7. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Se proibir fosse a solução, não existiriam neonazistas.

    Eu sou uma que faço questão de comprar - como professora de História, é instrumento de trabalho. Temos que conhecer a História pra evitar repetições de coisas grotescas, não tentar botar pra baixo do tapete. Ignorar a História é a melhor forma de cometermos os mesmos erros. Argh.
     
    • Ótimo Ótimo x 6
    • Gostei! Gostei! x 4
  8. VictorSafe

    VictorSafe Usuário

    É censura e meu medo é que isso possa abrir precedentes para outros livros como Manifesto Comunista,Manual do guerrilheiro urbano e até Monteiro Lobato.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Eu sempre quis ter o livro, pra saber se o cara era realmente tão bom de argumentos quando dizem.
    Acho uma besteira proibirem a publicação, ainda mais com todas essas notas e textos que contextualização o livro.
    Tinha que entender melhor essa lei aí. Até onde sei, ela veta a apologia e o ato em si. Um livro que propõe uma leitura crítica do que foi apologia não pode ser tratado dessa maneira. Sei lá, não entendo de leis.

    @Ana Lovejoy, troca esse avatar, isso tá me dando agonia!!!!! :ahhh::stars:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    • LOL LOL x 5
  11. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Queria ter tido a ideia desse avatar. :rofl: :rofl:
     
  12. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Peguei esse livro na biblioteca da UFRN. Mas tem uma segunda parte, que não tem aqui. Recomendo a leitura pra todos que se interessam por história. Ler esse livro poderia ajudar muito nas discussões e no conhecimento em si do que foi o nacional-socialismo. A principal besteira que poderia acabar era a fala de quem diz que nazismo era de esquerda.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Espero que o que o MP está fazendo em relação a obra impressa não se estenda também para as adaptações para o teatro e cinema a partir dela.

    Da mesma forma que tivemos várias produções teatrais e cinematográficas que buscaram retratar e mostrar os horrores do holocausto, algo que jamais deve ser esquecido e escondido, espero que de forma coerente o mesmo aconteça também em relação a uma possível adaptação de Mein Kampf, que pelo menos fora do Brasil, sei que já teve algumas adaptações.
     
  14. Reverendo

    Reverendo Usuário

    No livro ele não funciona tão bem quanto nos discursos. Não tem os chiliques, as explosões emocionais, as multidões e assim por diante.
    É só "você e ele", com você tendo a vantagem de saber como a coisa terminou.
    O livro deve ser vendido livremente.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  15. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    O que o Reverendo mencionou reforça a minha vontade de ver isso antes adaptado no teatro e/ou cinema. Na grande maioria das vezes eu sempre prefiro a leitura antes, mas esse é um raro caso que preferiria ver antes de outra forma.
     
  16. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    No momento, o livro está proibido de ser vendido no RJ. Como se isso fosse me impedir. Argh.
     
  17. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Mas o livro é um compilado de idéias e filosofias ou uma narrativa em forma de diário?
    Porque, pelo o que sei do livro, acho complicado uma adaptação pra cinema.
     
  18. Elriowiel Aranel

    Elriowiel Aranel Usuário

    Eu tava com a mesma dúvida...

    Mas já ouvi dizer que é uma espécie de auto-biografia (bem maquiada, diga-se de passagem... já que não existem documentos ou relatos a respeito de sua infância e adolescência para comprovar o que ele diz sobre si mesmo). E, no meio dessa auto-biografia ele fala sobre suas ideologias e pensamentos

    Nunca tive acesso ao livro, mas isso é o que eu entendi a partir dos muitos documentários que já vi sobre a 2ª GM
     
  19. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Não conheço a obra e muito menos se foi escrita totalmente em primeira pessoa ou não.
    Quanto a adaptações, existem obras teoricamente mais fáceis e outras não, mas tudo depende da competência de quem se propõe a fazê-la.
     
  20. Reverendo

    Reverendo Usuário

    É isso. Está correto. Muitas reflexões.
     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar