1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] Ikarus - IKARUS UNIVERSE FORCE-

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Ikarus, 24 Jan 2005.

  1. Ikarus

    Ikarus Visitante

    Ikarus - IKARUS UNIVERSE FORCE-

    Autor: Ikarus
    Gênero: Seria mais um romance, mas não tenho certeza.
    Título: -IKARUS-
    Universe Force



    Em primeiro lugar, devo salientar q embora a personagem principal tenha nome oriental, vocês vão perceber que essa não é uma história "orientalesca".Há nomes de todos os tipos, e o fato de ela ter esse nome é apenas coincidÊncia.Outra coisa que pode ser estranhada a princípio é a cor do cabelo dela -azul-.Essa variedade de cor não será frequênte durante a história.Estou levando em conta que as coisas podem mudar em séculos de evolução, e mesmo assim, imaginem um azul mais pra acizentado ou castanho, Ok?Nada de cores estapafúrdias.
    Bom, lá vai.Bom divertimento.


    -Epílogo-



    Acompanharemos a jornada de Hisugi,uma menina criada pelo avô, aviador de cargas e mecânico de aviôes.
    Assim como o avô, adorava voar. Hisugi considerava que esse era o único legado deixado pela sua família.
    Por isso, aos 14 anos, Hisugi entrou num colégio militar financiado pela F.A.I. (Forças Armadas Internacionais), num planeta no sistema de Betegeuse (ou o que restou dele).
    Um lugar bem distante para ela, que morava no sistema de Vega.

    Se Hisugi achou aquele lugar distante, ela não tinha a menor
    idéia do que estaria por vir.
    Assim começa sua jornada em direção a vida.


    Capítulo 1-

    Hisugi viaja ao planeta em que morará nos próximos quatro anos, e se aloja nos quartos adjacentes ao colégio militar.


    -------*******------

    Um dia antes de começar as aulas.
    O colégio está fechado.Um carinha "pacato" carrega alguns notebooks para a sala de recepção e resolve ver se a porta da frente está fechada.

    Então ele vê uma adolescente com cara de estátua de pedra na frente do prédio:
    -Moça! Precisa de alguma coisa?A Escola está fechada hoje.-diz num tom impaciente.
    Ela se assusta:
    -Hã?...Não, tá tudo bem...- a menina fica sem jeito- só vim dar uma olhada.
    O rapaz fala meio sem graça:
    -Quer beber alguma coisa?Um... café?Ela responde num tom desconfiado:
    -Não, obrigada.Já estou de saída...
    E a menina vai embora em direção ao alojamento.

    Cedric fica meio sem entender. Ignora o acontecido e volta aos seus afazeres.Tem que deixar tudo pronto para o dia seguinte, e impressionar sua bela superior.

    Enquanto isso, Hisugi, já no alojamento, anseia pelo dia seguinte enquanto procura o que fazer nesse dia tedioso e cheio de expectativas.


    -------***-----

    O dia seguinte...o dia seguinte...
    Hisugi não conseguia durmir.Sua luta com o travesseiro cessou tarde da noite.
    Tanto que, quando veio o dia seguinte, ela tinha perdido a hora.

    Hisugi colocou seu uniforme o mais rápido que pôde, e saiu como quem vai salvar o pai da forca; sem tomar café e sem olhar para os lados, num nervosismo de quem temia que isso fosse presságio de um possível fracasso futuro no colégio.Coisa boba de adolescente.

    Quando chegou, estava em pedaços.Ofegante e corada, parecia engolir sua incompetência e fracasso em cada tomada de ar.
    A porta da frente do prédio estava fechada, num silêncio acusador.

    Sua frustração lhe dizia três palavras de cada vez em sua mente exagerada.

    Imagine, caro leitor, o que quiser: eu não presto; corda no pescoço;Eu não acredito;Que merda bosta; e outras mais que vc tiver em mente.
    Tudo isso passava num flash em cada respiração.


    Isso só parou quando veio alguém em sua direção:
    -Oi!Com licença, as aulas já começaram?
    -Já.Já.-respondeu Hisugi numa tomada de ar.
    -Vc também veio atrasada?-perguntou a menina, num ar de cumplicidade, (vendo a falta de fôlego de Hisugi).
    -Que bom que não sou a única!Me chamo Rosa; e você?
    -Hisugi.

    --
    Dava pra ver um bom contraste entre as duas.
    Rosa, morena com olhos e cabelos escuros, tinha olhos grandes e latinos, e um jeito atencioso e desinteressado.Tinha uma presença discreta, de quem não costuma se impôr.Estava bem arrumada em seu uniforme, com os cabelos presos num gracioso rabo de burro, completados com um jeitinho recatado de menina.

    Hisugi era um pouco diferente.
    De pele branca, olhos e cabelos azul um pouco acizentados,
    Hisugi prendia seu cabelo, na altura dos ombros, apenas com uma tiara de pano.
    E o uniforme não muito alinhado, o ar tenso e desconfiado, quando não defensivo, não lhe dava um ar dos mais delicados.

    Lógico que o fato de ter se arrumado às pressas ajudava, mas Hisugi não era mesmo o tipo de menina que fica na frente do espelho se arrumando.Parcas vezes tinha paciência pra pôr um brinco, ou coisa parecida.
    ---

    Feitas as apresentações trataram de entrar no prédio,(aliás, a porta tanto da entrada como do prédio inteiro eram enormes.As duas chegaram a comentar isso), e procurar a sala onde estava sendo feita a recepção dos calouros.

    Quando chegaram na secretaria, ( que era fácil de achar), entenderam o porquê de portas tão grandes.
    Conversando com a recepcionista estava uma mulher de cabelos grisalhos e rosto grande e fino, que ultrapassava em altura tranquilamente qualquer porta normal.Se alguém tivesse uma trena e a medisse, veria que ela media 2,85 de altura.
    As portas eram bem maiores que isso, dando pra deduzir que essa mulher não era a pessoa mais alta que elas veriam ali.

    Essa senhora não era recepcionista, mas dava pra ver que era conhecida dali.Comentou algo com a recepcionista, e veio em direção a elas a passadas largas próprias de um gigante, lhes dirigindo palavra com uma voz tranquila de quem viu de tudo nessa vida:

    -Vocês são calouras, não são, meninas?-Disse num ar preocupado.

    Antes que respondessem qualquer coisa, continuou:

    -Olhem, estão vendo esse corredor? Vão até o final dele e entrem no corredor á esquerda.Procurem pelo anfiteatro 01.Mas se apressem.
    Já começaram as palestras.


    -Muito obrigada!-respondeu rosa prontamente puxando Hisugi, que até aquele momento não fazia outra coisa além de ficar com cara de idiota olhando a interlocutora, como se aquela mulher fosse um bicho papão.


    Assim foram as duas correndo até o salão, com Rosa guiando, já que a Hisugi não tinha prestado atenção em nada.Bicho do mato como era, tinha dificuldade de se naturalizar com "novidades" como essa.


    Continua...
     
  2. Evestar

    Evestar Usuário

    oi :D

    achei super 10... :grinlove:
    continue logo ta :wink:
     
  3. Ikarus

    Ikarus Visitante

    CONTINUAÇÂO:

    -----

    Quando entraram, viram uma multidão de adolescentes sentados, lotando quase todo o salão, que era enorme.
    Andaram silenciosamente, como que pisando em ovos, até um lugarzinho escondido nas últimas fileiras.
    E mesmo assim não deixaram de receber uma "cortada" de olhar da INTERLOCUTORA que estava falando.
    Não era aquela cortada de parar a apresentação e fazer todos os alunos olharem para trás; era uma cortada sutil, como só "Ela" sabia fazer.Tão sutil, que só a desesperada da Hisugi percebeu, já que Hisugi era atenta a coisas ruins.


    Depois que se sentaram, Hisugi e Rosa eram todo ouvidos ao que estava sendo dito naquele momento:

    -Vários de vocês vieram aqui para tentar uma das vagas militares.
    Aqui temos 2 níveis de alunos, de igual importância e destinos diferentes.

    Os alunos de nível 1,os de ordem civil, de uniforme azul,são os que estão no 1° alojamento...-dando um pequeno silêncio esperando que alguns alunos empolgados parassem de atrapalhar a explicação-,terão
    2 anos de atividades acadêmicas e obterão o diploma de formação
    de ensino 3, podendo adentrar no ensino universitário se quiserem.

    Os alunos de nível 2, de ordem militar, uniforme cinza, que estão alojados nos demais alojamentos, vão, nesses dois anos, ser avaliados conforme suas aptidões no ensino básico e nas aulas eletivas militares.
    Haverá, para os selecionados, 4 sub-níveis:

    Os que passarem somente pela primeira triagem terão mais 1 ano de treinamento e poderão ser admitidos nas forças armadas de seus países de origem, ou, na falta deste, na de algum país em qual deverá se naturalizar, contanto que esse faça parte do Sistema Virgo.

    Os que passarem pela segunda triagem terão mais 2 anos, sendo então serão convidados a fazer parte das Forças Armadas Internacionais. Se admitidos, terão cidadania internacional em todo o território protegido pela corporação,
    ou seja, o Sistema Virgo.

    E os que passarem em todas as triagens, depois de mais 4 anos, serão convidados a fazer parte da Ordem Geral do Sistema Coma. Se admitido, terá acesso a cidadania universal em todo o sistema Coma, compreendido pelos sistemas Virgo, Aries, Álamo, Hércules e Halo.


    Durante os dois anos, todos terão as mesmas aulas, salvo algumas
    matérias militares no turno da tarde, em que os professores estarão fazendo as avaliações.

    Alguma pergunta
    ?


    - O que acontece com quem não passar por nenhuma triagem?-Perguntou um dos alunos militares.

    - Ah, claro, esqueci de dizer isso... recebem o diploma de ensino 3 como os civis.Aliás, claro, todos os alunos que se formarem terão seus diploma de ensino 3, mesmo os que passarem nas triagens.

    Bom, todos terão de usar os uniformes nas dependências do colégio
    e estar com eles em dia, e usar uniformes de educação física nas respectivas aulas.Os alunos civis e militares terão aula em turmas diferentes.Terão nota relativa a comportamento, importante principalmente para os militares.

    Bom, é isso.Já foi dito sobre os direitos e deveres dos alunos, os horários, Os horários dos alojamentos estão com vocês,...


    Os alojamentos fazem parte do colégio, portanto a falta dos uniformes só será permitida dentro da área central entre complexos.
    Não será admitida a presença de alunos de sexo oposto dentro dos complexos masculino e feminino, tanto no alojamento civil como do militar.Sei que vcs têm isso nas cartilhas, mas estou enfatizando.

    Os alunos militares terão aula comigo, portanto aviso que atrasos contam nas avaliações
    .


    Nesse momento Hisugi teve um calafrio na espinha.Ia ter aula com aquela mulher! 8O :blah:

    A interlocutora não era tão alta quanto a senhora descrita antes(um metro a menos de altura pra ser mais exato), e aparentava bem menos idade.Mas era alta aos nossos padrões.
    Pele clara,de cabelos, lisos e curtos na altura do queixo, cor castanho-claros dourados, tinha um rosto comprido e fino,
    nariz reto acompanhando o rosto.Tinha olhos verdes, sem pupilas no centro, o que dava um pouco de estranheza a princípio.

    Bem arrumada,mas sem exageros, havia nela modos por vezes delicados, por vezes enérgicos.
    Parecia simpática e rude ao mesmo tempo.Se fosse uma pintura, seria uma cheia de contrastes e rica em detalhes, com faces tristes e alegres.
    As vezes parecia distante e fria, e seu aspecto as vezes deixava escapar um pouco de tristeza e comtemplação.Mas também passava uma beleza de garota quando ria.

    Tudo com extraordinária sutileza.Seus modos e personalidade exalavam uma interessante dialética.

    Ao lado dela estava Cedric, professor novato e também piloto da Astronáutica da F.A.I., seu subordinado, que, como tantos outros, era FASCINADO :grinlove: pelo caráter hipnotizante de Astra.


    Como Hisugi chegara atrasada, não tinha ouvido as apresentações.
    Teria aula com a Comandante Marionetti :ruiva: e o estagiário Tenente Schwartz(Cedric.) 8-)
     
  4. Edu

    Edu Draper Inc.

    Gostaria imensamente de uma ou outra continuação, rapaz, se não se importar. :wink:
     
  5. Parece o meu colegio, de certo modo. :eek:

    Gostei!
    Continua? :mrgreen:
     

Compartilhar