• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Impressora 3D

Black Smith

Usuário
Galera, que ouviu falar disso, impressora 3D?

De acordo com o que vi agora é possível "imprimir" um objeto em 3D dimensões apartir de algo desenvolvido no computador.

Bom, talvez eu não tenha sido claro na explicação e realmente não é fácil entender isso, está totalmente fora de nosso paradigma. Imagem o seguinte, você cria um personagem, um objeto ou qualquer outra coisa em seu computador. Antigamente você só poderia imprimir a imagem em uma folha sulfite, agora você pode usar uma impressora 3D e seu objeto sai pronto tento ou não partes móveis.

Novamente não sei se consegui ser claro, então segue abaixo uma reportagem feita pela Rede Globo que passou na televisão essa semana...vale a pena ver isso!

[ame="http://www.youtube.com/watch?v=yv7zWZKDnGw"]YouTube - Impressão em 3D - Jornal da Globo 23/7/2009[/ame]

...assistam e comentem!
 

JPHanke

Usuário
Caraca!! Essa impressora é uma das máquinas mais bacanas que eu já ouvi falar nos últimos tempo!!

Fiquei até meio pasmo aqui quando o cara mostrou aquela ferramenta com engrenagens, o rolamento e a corrente feitos com essa impressora!!
 

Raphael S

Desperto
Welll... Vou esperar sair a versão colorida.

Vários deja-vus de Lost e Terminator esse vídeo.

By Raphael S
 

Black Smith

Usuário
O que me deixou meio pasmo foi a seguinte frase (não sei se foi exatamente isso que foi dito, mas a idéia é essa...
"...máquinas criando máquinas!"

No mesmo instante me veio a mente filmes como The Matrix, Eu Rôbo e coisas do tipo. É inegavel que caminhamos nesse sentido, só nos resta descobrir se os resultados serão os mesmos!

Mundo atual "Humanizamos máquinas e automatizamos o homem...onde chegaremos?"
 

Raphael S

Desperto
O que me deixou meio pasmo foi a seguinte frase (não sei se foi exatamente isso que foi dito, mas a idéia é essa...
"...máquinas criando máquinas!"

No mesmo instante me veio a mente filmes como The Matrix, Eu Rôbo e coisas do tipo. É inegavel que caminhamos nesse sentido, só nos resta descobrir se os resultados serão os mesmos!

Mundo atual "Humanizamos máquinas e automatizamos o homem...onde chegaremos?"

Serão sim, somos tão burros quanto nos filmes.

By Raphael Silvério
Esfinged Krakatous Enimaleh
 

CamiLa

Usuário
8-O Fantástica!para todas as áreas,imagina todos os desenhos que fazemos no pc sairem prontos!isso pouparia "o trabalho"que eu tenho com maquetes,pouparia "o $$$" com plotagens e etc...e seria algo muito mais apresentavel um prototipo desses.
Sem duvidas é tudo o que eu preciso :mrgreen:.
 

Mia

K2 me pegou e eu peguei o
Adorei muito, em pensa que isso é o presente! To pasma! O fulturo mais proximo do que pesamos, a pesar que já era de se imaginar coisas super tecnologicas!
Muito bom!
 

Penny Lane

O Gato que Ri
A princípio quando eu vi, achei que fosse algo parecido com uma CNC, que já é incrível o que faz.
Mas essa impressora! Nossa, é inacreditável realmente...
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Como lidar com uma tecnologia que pode baratear próteses humanas ao mesmo tempo em que é um trunfo do mercado ilegal de armas?

Por Juliana Carpanez

A boa notícia é que em alguns anos você provavelmente irá usar uma impressora 3D. Menos positiva é a perspectiva de sua produção de capinhas de celular e bugigangas domésticas vir acompanhada de dilemas - alguns morais e éticos, inclusive. Ao produzir algo em casa, você pagará direitos autorais ao criador do produto? Como os fabricantes podem driblar a ameaça que deixou de joelhos a indústria fonográfica? Quem controlará a produção doméstica de armas de fogo? Essa tecnologia pode mesmo produzir órgãos e tecidos humanos confiáveis?

As perguntas ainda têm pouco espaço no cenário atual, dominado pelo entusiasmo das novidades impressas em 3D - tamanha empolgação deve fazer com que o número de unidades vendidas no mundo cresça dez vezes entre 2012 e 2017, segundo a empresa de análise de mercado IDC. A consultoria Gartner afirma que a adoção em massa deve levar de cinco a dez anos. "Pode ser uma nova forma de revolução industrial, considerando que os meios de produção estarão nas mãos dos próprios usuários", define o consultor Jack Uldrich, autor de livros sobre tecnologias emergentes.

Casos registrados no Japão indicam que essa tecnologia renderá muita discussão. A artista plástica Megumi Igarashi foi detida duas vezes neste ano - sob alegação de obscenidade - por disponibilizar um arquivo de sua vagina para impressão 3D.

3d22b.jpg

A genitália havia sido escaneada para dar forma a um caiaque de dois metros. Em outubro, também no Japão, Yoshitomo Imura protagonizou a primeira condenação ligada à impressão 3D. Ele cumprirá dois anos de prisão pela posse de duas armas, que tiveram a impressão e montagem exibidas no YouTube.
 

Amelia Strange

indecisa talvez
Como lidar com uma tecnologia que pode baratear próteses humanas ao mesmo tempo em que é um trunfo do mercado ilegal de armas?

Por Juliana Carpanez

A boa notícia é que em alguns anos você provavelmente irá usar uma impressora 3D. Menos positiva é a perspectiva de sua produção de capinhas de celular e bugigangas domésticas vir acompanhada de dilemas - alguns morais e éticos, inclusive. Ao produzir algo em casa, você pagará direitos autorais ao criador do produto? Como os fabricantes podem driblar a ameaça que deixou de joelhos a indústria fonográfica? Quem controlará a produção doméstica de armas de fogo? Essa tecnologia pode mesmo produzir órgãos e tecidos humanos confiáveis?

As perguntas ainda têm pouco espaço no cenário atual, dominado pelo entusiasmo das novidades impressas em 3D - tamanha empolgação deve fazer com que o número de unidades vendidas no mundo cresça dez vezes entre 2012 e 2017, segundo a empresa de análise de mercado IDC. A consultoria Gartner afirma que a adoção em massa deve levar de cinco a dez anos. "Pode ser uma nova forma de revolução industrial, considerando que os meios de produção estarão nas mãos dos próprios usuários", define o consultor Jack Uldrich, autor de livros sobre tecnologias emergentes.

Casos registrados no Japão indicam que essa tecnologia renderá muita discussão. A artista plástica Megumi Igarashi foi detida duas vezes neste ano - sob alegação de obscenidade - por disponibilizar um arquivo de sua vagina para impressão 3D.

Ver anexo 60094

A genitália havia sido escaneada para dar forma a um caiaque de dois metros. Em outubro, também no Japão, Yoshitomo Imura protagonizou a primeira condenação ligada à impressão 3D. Ele cumprirá dois anos de prisão pela posse de duas armas, que tiveram a impressão e montagem exibidas no YouTube.
tumblr_mlojbzSKNA1rxa2k2o4_400.gif
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Quando esse tópico foi criado o assunto impressora 3D parecia algo ainda bem distante, mas agora é cada vez mais presente na realidade.

De fato, a coisa que mais incomoda é a questão de produção clandestina de armas. No mais, ela é uma excelente ferramenta que veio pra ficar.
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
Quando viajei uma vez em alguns lugares eles disponibilizavam para transformar pequenos objetos pessoais em imagens 3D a serem gravadas em blocos transparentes de acrílico decorativos ou de souvenir segundo a preferência do cliente.

Se eu soubesse antes que iria passar nesses locais, na época, teria levado alguns action figures de anime e mangá na mochila pra gravá-los em imagem 3d.

Optical_glass_classics_Crystal_laser_engraving_plaque.jpg
 

dermeister

Ent cara-de-pau
De fato, a coisa que mais incomoda é a questão de produção clandestina de armas. No mais, ela é uma excelente ferramenta que veio pra ficar.
Não vejo como isso pode se um problema -- armas feitas de plástico que mal tem resistência para um único tiro não se comparam à armas artesanais que também podem ser fabricadas em casa com um pouco de habilidade. Para a coisa mudar de figura, só com tendo um CNC capaz de usinar aço na garagem.
 
Última edição:

dermeister

Ent cara-de-pau
Definitivamente, não. A Liberator é de polímero e só tem resistência física para um único tiro (não adianta recarregar, a estrutura provavelmente irá se desfazer durante o próximo disparo, nomeando o atirador para um Darwin Award no processo).
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Ainda não vi demonstração de nenhuma arma feita na impressora 3D. Faz mais estrago que uma besta vendida livremente em casas de pesca?

Não vejo como isso pode se um problema -- armas feitas de plástico que mal tem resistência para um único tiro não se comparam à armas artesanais que também podem ser fabricadas em casa com um pouco de habilidade. Para a coisa mudar de figura, só com tendo um CNC capaz de usinar aço na garagem.

O problema não é o estrago físico que a arma pode fazer e sim o psicológico.

Se a réplica da arma for perfeita e o meliante aborda a vítima num cruzamento, na imensa maioria das vezes ela não sabe diferenciar se aquilo é verdadeiro ou não, acaba cedendo e o assalto se torna bem sucedido.
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
Bem, em questão de estrago penso que é como eu havia comentado no tópico de games. A bala ou munição é sempre a segunda parte mais perigosa da arma e o corpo dela é apenas a terceira parte mais perigosa da arma (A primeira parte mais perigosa da arma é a pessoa que puxa o gatilho).

Por exemplo, uma bala comum de AR15 golpeada por um martelo pode tranqüilamente abrir um rombo no peito de uma pessoa. O mesmo para balas de revólver (tipo magnum 44). Não precisa nem ter um cano ou tubo. O poder de destruição diminui porque a força da explosão se espalha mas ainda há letalidade em curtas distâncias.

Também no tópico de games eu havia falado no aspecto psicológico como o Fúria tocou. Se o maníaco acredita que ele próprio é a arma (achando que a vida é um jogo virtual como certos psicopatas que vivem no "efeito túnel") em que tudo é guerra não vai ter legislação que dê conta (o sujeito nem sabe se diferenciar em relação a arma). Pra mim tem que atacar aquilo que cria as condições para as pessoas se tornarem criminosas e ser rígido com munições e objetos suspeitos em lugares públicos.
 
Última edição:
O problema não é o estrago físico que a arma pode fazer e sim o psicológico.

Se a réplica da arma for perfeita e o meliante aborda a vítima num cruzamento, na imensa maioria das vezes ela não sabe diferenciar se aquilo é verdadeiro ou não, acaba cedendo e o assalto se torna bem sucedido.
Mas isto se aplica a qualquer arma de brinquedo, não? Apesar de não se ver muitas por aí, ainda deve ser mais fácil uma que possuir uma impressora 3d e construir a própria.
** Posts duplicados combinados **
Pra mim tem que atacar aquilo que cria as condições para as pessoas se tornarem criminosas e ser rígido com munições e objetos suspeitos em lugares públicos.
No caso das impressoras 3D isto seria a regulamentação e cadastramento das pessoas que a possuem, ditando o que pode e o que não pode ser feito?
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$100,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo