1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

EUA cortam envio de fundos à Unesco após entrada da Palestina

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 31 Out 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O governo dos Estados Unidos irá deixar de conceder fundos à Unesco --agência cultural da ONU-- após a aprovação da entrada da Palestina como Estado-membro pleno.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Segundo a porta-voz do Departamento de Estado americano, Victoria Nuland, a decisão da Unesco foi
    entre israelenses e palestinos.

    Por isso, segundo ela, os EUA deixarão de fazer o pagamento de US$ 60 milhões que faria em novembro. No entanto, de acordo com a porta-voz, os EUA continuarão a ser membro da organização.

    Os EUA --que se retiraram da Unesco em 1984 argumentando que não estava de acordo com a gestão do organismo, regressando em 2003-- advertiram em reiteradas ocasiões que poderiam cortar a ajuda econômica à Unesco, de 22% do orçamento bianual, que chega a US$ 653 milhões.

    A Unesco decidiu admitir a entrada da Palestina como membro total no órgão na 36ª Conferência Geral com uma resolução foi aprovada com 107 votos a favor e 52 abstenções. Foram contra 14 membros.

    A admissão representa uma vitória moral aos palestinos na tentativa de obter a condição de membro pleno da ONU, mas pode ter um grande custo para a Unesco.

    O governo palestino havia pleiteado a entrada como membro pleno da ONU, mas Israel se opôs à medida. Os EUA disseram que vetariam o plano no Conselho de Segurança.

    afirmou o ministro das Relações Exteriores palestino, Riyad al-Malki.

    ENTRADA


    Para conceder o status de Estado-membro à Palestina, a Unesco necessitava do voto afirmativo de dois terços dos 193 países representados na votação.

    A condição anterior dos palestinos era de membro observador. A solicitação de mudança de status é parte da batalha diplomática empreendida pelo povo árabe para que sejam reconhecidos como Estado, o que culminaria em sua tentativa de ingressar na ONU.

    A agência é a primeira da organização em que os palestinos buscaram integração como membro total desde que o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, entrou com o pedido de assento na ONU, em 23 de setembro.

    O presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, saudou hoje a adesão da Palestina como membro pleno da Unesco como uma "vitória" para os direitos de seu povo.

    afirmou seu porta-voz, Nabil Abu Rudeina, citando declarações feitas por Abbas em uma ligação a partir de Amã.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    E o país que se autoproclama defensor da liberdade, da democracia e dos direitos humanos, faz uma retaliação que fere todos os princípios que defende. Deprimente ver que os EUA continuam incondicionalmente do lado de Israel. E os palestinos que se danem né, afinal árabe é tudo terrorista :roll:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os EUA que se cuidem agora mais do que nunca, pois já existe um ódio natural contra eles vindo de vários países e atitudes como essa só contribuem pra por ainda mais lenha na fogueira.
     

Compartilhar