1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

ELEGIA DE UM NÃO-PINTOR

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por jessebarbosadeoliveira, 17 Nov 2010.

  1. Talvez eu fosse aquarela,
    Mas sou apenas um tosco poeta.

    Talvez estivesse em Guernica,
    Mas testemunho --- todos os dias ---
    Florescerem vítimas de banalizadas chacinas
    No gigantesco tropical Paraíso do Pré-Sal
    E das commodities agrícolas.

    Talvez presenciasse
    As pinceladas catárticas de Frida,
    Mas meu ser se limita
    A derramar copiosas lágrimas das vistas.

    Talvez vivesse como um viçoso ébano
    Que pisasse em sementes de café nos anos vinte ou quarenta
    Do evo passado,
    Mas me descubro um preto de pés pneumáticos
    O qual --- no século XXI --- engendra
    Versos natimortos na sua cabeça de asno.




    Talvez pudesse dizer a Van Gogh
    O quão cultuada e lucrativa
    Tornou-se a sua Pintura Impressionista,
    Mas somente consigo escrever
    --- sobre a folha do caderno Tilibra ---
    Letras de aparência carrancuda,
    Abjeta: dantesca grafia!

    JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Nada a ver. Cabeça de asno? Usando palavras difíceis?

    Muito bom o poema. Atual e brasileiro, de um jeito que no futuro talvez o leitor das novas gerações não entenda. De um jeito que talvez o leitor das novas gerações nos entenda. Precisamos marcar o nosso tempo.
     
  3. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    "Talvez estivesse em Guernica,
    Mas testemunho --- todos os dias ---
    Florescerem vítimas de banalizadas chacinas"

    Também gostei desse poema Jesse, vc foi feliz na elaboração e comparação do quadro de Picasso e as chacinas banalizadas no Brasil.:sim:Mandou bem!
     
  4. Tayana

    Tayana Usuário

    Very Good...^^

    interessante o contraponto das palavras e comparações....
     

Compartilhar