1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

E a história começa (Amós Oz)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 22 Jun 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Qual a parte mais difícil de escrever? Particularmente, eu acredito que seja começar. Sentar em frente à escrivaninha e ter de encarar a folha de papel (ou a tela) em branco, sem nenhum auxílio, sem nenhum material que possa ser consultado: apenas o você, suas idéias e o papel, esperando que algo surja.

    Na maioria das vezes que escrevo- sejam contos, poemas, peças, ensaios ou até mesmo resenhas- as primeiras palavras são as mais difíceis. Não é difícil, aliás, explicar o motivo: muitas vezes é na primeira página, no primeiro parágrafo, na primeira frase que se ganha ou se perde um leitor. Um começo ruim pode botar todo um livro à perder.

    Essa angústia, porém, não é particularidade minha: recentemente descobri que, entre as inúmeras pessoas com as quais eu a compartilho figura um de meus autores favoritos, Amós Oz. Ele afirma invejar, de certa forma, o pai- que escrevia livros acadêmicos e para quem a angústia de começãr não era tão grande (porém surge ai a angústia da falta de liberdade, mas isso é outro assim). E foi pensando nisso que escreveu E a história começa.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar