1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Condenação da banda Pussy Riot simboliza 'perigoso rumo' na Rússia

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 18 Ago 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    As três integrantes do grupo punk foram punidas por um protesto contra Putin, que durou menos de um minuto, em um julgamento que durou apenas 15 dias

    Foi um protesto que durou menos de um minuto,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e uma sentença lida em três horas. Mas o caso da banda de punk russa Pussy Riot está sendo visto por diplomatas ocidentais e grupos de direitos humanos como o símbolo de muitas coisas equivocadas na Rússia, bem como do perigoso rumo autoritário que o país está tomando desde a volta de Vladimir Putin à Presidência, em maio.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Nadezhda Tolokonnikova, Maria Alyokhina e Yekaterina Samutsevich, do Pussy Riot, durante julgamento​

    O grupo de três jovens artistas ousou fazer o impensável: em fevereiro, elas fizeram uma performance de protesto contra Putin dentro de um dos locais mais sagrados da principal igreja de Moscou, a Catedral de Cristo Salvador. As três integrantes da banda foram condenadas , na última sexta-feira, a dois anos de prisão, por vandalismo, em sentença que despertou fortes críticas internacionais por sua dureza.

    As artistas - Maria Alyokhina, 24, Nadezhda Tolokonnikova, 22, e Yekaterina Samutsevich, 29 - podem ser jovens, tolas e insensíveis aos sentimentos religiosos dos demais, mas grupos como a Anistia Internacional afirmam que de forma alguma isso justifica que todo o poder do aparato oficial russo seja usado contra elas.

    Saiba mais:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Em vez de receber uma multa por ofender a ordem pública, elas foram detidas ao longo de cinco meses antes do julgamento, no qual foram condenadas por ofensa criminal motivada por ódio religioso. Passarão dois anos detidas em uma rígida colônia penal russa.

    Estado secular

    A banda Pussy Riot vinha protestando contra supostos laços entre Putin e a liderança da Igreja Ortodoxa Russa, considerando essa relação constitucionalmente questionável (a Constituição russa diz que o país é secular e que nenhuma religião pode ser abraçada pelo Estado). Agora, com a condenação das três, grupos de direitos humanos afirmam que a reação estatal ao protesto das três mostra que elas tinham razão em se queixar.

    As autoridades da igreja foram alguns dos maiores entusiastas do julgamento da Pussy Riot. Por alguns momentos, as sessões judiciais pareceram quase uma corte religiosa, com as testemunhas sendo questionadas se eram reais praticantes da fé ortodoxa.

    Também foram levantadas questões quanto a se o julgamento foi justo. Os advogados de defesa às vezes pareciam desesperados diante do que chamavam de mostras de parcialidade da juíza Marina Syrova. Os advogados poucas vezes puderam questionar testemunhas da acusação, e muitas de suas próprias testemunhas foram vetadas.

    Como Putin será afetado?

    Por tudo isso, diplomatas ocidentais em Moscou afirmam que o caso Pussy Riot resume o atual estado das coisas na Rússia atual. O Estado russo é visto por críticos como um sistema político em que o Kremlin microgerencia muito além do esperado.

    A linha entre o Estado e a Igreja é tênue, e, no sistema legal, promotores e juízes parecem não ter qualquer independência. O governo russo tem sido alvo de fortes críticas internacionais, mas a questão é: o quanto isso afetará Putin?

    Em primeiro lugar, muitos russos ficaram realmente chocados com o protesto da Pussy Riot na catedral, e Putin espera conquistar o apoio desse grupo mais conservador. Segundo, o presidente parece acreditar que a maneira de lidar com a dissidência russa é pressionar os novos opositores, em vez de tratar com eles. Em terceiro lugar, a condenação internacional pode ajudá-lo a ganhar a confiança de partes da sociedade russa que ainda são profundamente desconfiadas do Ocidente.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    É. Como é fácil julgar e condenar alguém pelo motivo x, alegando o y, né...

    Tudo bem, O que elas fizeram é realmente errado, mas merece, se muito, uns bons serviços comunitários. 2 anos de chilindró por ter feito baderninha em templo religioso é conversa pra boi dormir.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Não é de hoje que o governo Putin tem se voltado para a repressão, parece que ele quer voltar aos velhos tempos de ex-integrante da KGB. E o grande problema da Rússia atual é o grande número empresários, ex-políticos atuando em sintonia com as grande famílias mafiosas que, após o fim do comunismo, viram seus negócios crescerem exponencialmente e ampliado suas influências para todos os campos de negócios, inclusive militar.

    Li um tempo atrás uma matéria sobre a sociedade russa e como eles estão desiludidos com o rumo que o país está tomando politicamente devido a corrupção, aumentou o número de jovens desempregados que migram para outros países do Leste Europeu, há muita miséria e alta concentração de renda na mão de poucos. Parece um certo país da América do Sul.

    E uma piada que dois senhores russos fizeram na época das eleições resume bem a situação:

    - Camarada. Você vai votar em Putin ou em Putin?
    - Estou cansados dos dois, por isso vou votar em Putin.
     
  4. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Uma das previsões que estão se confirmando para o século 21 é que a configuração política tem se comportado de forma semelhante a do século 20.

    A presença de relatos de invasão e expressão de rebeldia dentro de lugares com regras internas tais como igrejas e centros de pesquisa, o choque de artistas e jornalistas contra situação política e principalmente a fragmentação do objetivo das causas tradicionais tem ocorrido com intensidade.

    Normalmente uma causa (igualdade, defesa de um sexo, etc...) passa por estágios. A princípio uma causa cresce, a seguir devido ao aumento de novos membros o controle diminui. A massa original se fragmenta e finalmente ocorre reorganização do tecido social original.

    Nesse ponto a população se parece muito com uma estrutura física. O sistema precisa equilibrar as forças que agem sobre cada um dos pontos da estrutura. Em uma população força = causa.

    Um exemplo do que vem ocorrendo na Europa tem sido acompanhando pelos blogs feministas tradicionais que descrevem relatos de suspeitas com relação as ligações fascistas que o novo feminismo vem apresentando.

    Esse posicionamento radical e polarizado tem aparecido por todo lugar e em fóruns de internet se pronuncia através da entrada de membros que não conhecem os limites da própria ignorância.

    Dentro da inspiração de bandas de protesto atuais podem aparecer artistas iconoclastas do século 20 e até mesmo Lady Gaga e Madonna. Que é mais ou menos o mesmo que ocorria antigamente.

    Já da parte do governo russo (parado no tempo porque enfrentou falta de dinheiro por muito tempo) o problema é de defasagem profunda e pelo visto a mudança cultural que ocorreu no século 20 precisa se repetir mais uma vez pra incluir mais gente. Resta saber se isso vai gerar conflitos em menor escala que o século passado e se a sociedade está preparada para absorver uma configuração nova.
     
    Última edição: 20 Ago 2012

Compartilhar