1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A influência de Senhor dos Anéis na literatura e cinema

Tópico em 'O Senhor dos Anéis - os Filmes' iniciado por Décimo, 15 Jan 2006.

  1. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    O Senhor dos Anéis, tanto como obra literária como obra cinematográfica, teve uma grande influência na literatura do século XX e no cinema do início do século XI, respectivamente. Em ambos os casos levou as pessoas a aceitarem melhor a fantasia e a aventura, a saberem apreciar um género sempre tido como infantil e tolo, muitas vezes injustamente.

    Mas, em ambos os casos, podemos dizer que tenha sido para melhor? Vou falar sobre o cinema primeiro, pois é sobre o que eu entendo mais: os filmes foram muito bons, sem dúvida, iniciando o cinema do século XI com um rasgo de vivacidade e imaginação que poucos filmes conseguiriam, e abriram caminho à continuação da produção de filmes do género, uma vez que este estes filmes haviam ganho a aceitação do público e eram um sucesso quase garantido para os inventidores. Mas isto tem sido aproveitado? Talvez seja um pouco cedo para falar, só se passaram cinco anos desde o lançamento do primeiro, mas a verdade é que muitos dos filmes feitos desde lá, aproveitando o sucesso do género mencionado, são muito pouco consistentes, e o facto de que foram feitos principalmente para angariar dinheiro à custa do sucesso quase garantido do épico e da fantasia nos dias que correm é bastante notório, devio à fraca qualidade. E não se pode dizer que o público ajude: continuam a acorrer a esses filmes cheios de batalhas e efeitos especiais mas sem um roteiro sólido e boas actuações, e na maior parte das vezes adoram. Que o decorrer do final desta década me desminta.

    E o mesmo se passa com o livro. Influênciou muitos autores, isso é óbvio, até mesmo a sua maneira de escrever, mas não há realmente nenhum livro de fantasia e aventura que seja digno de mencionar, muitos têm apenas uma historiazinha engraçada, com referências óbvias a Senhor dos Anéis, mas nada de mais. E não estou a pensar em termos de sucesso, mas em termos de qualidade. Claro que Tolkien é Tolkien, poucos são os que possuem a sua qualidade de escrita, mas isso não impede que se tenha uma sensação de que as oportunidades dadas pelo sucesso da obra foram mal aproveitadas.

    Enfim, este problema tinha estava vindo a tomar forma na minha cabeça e achei que era interessante comentá-lo, para saber as opiniões de outras pessoas que gostem de Senhor dos Anéis e compreendam a obra. Bem, até pode ser que o que eu esteja a dizer seja errado, nesse caso corrijam-me.

    Nota: Não soube bem em que parte do Forum colocar esse tópico, mas como abordei mais o tema do cinema achei que ficava bem colocado aqui.
     
  2. Concordo plenamente com você 10º membro,tanto que eu me lembro de poucos filmes que envolvessem esse tema Fantasia Medieval antes de SDA,mas após ele a cada ano 2 ou 3 filmes são lançados no cinema com um fundo de Fantasia Medieval e como você mesmo disse é apenas para conseguir dinheiro,fazem filmes com o mesmo roteiro,um guerreiro que quer salvar sua terra que está sendo tomada pelo mal.

    Quando eu vou na locadora tem praticamente uma prateleira inteira de filmes medievais(atuais claro),tem "Rei Arthur","Cruzadas" e entre outros,assim como no cinema,como podemos ver recentemente "As Crônicas de Nárnia",até compreendo que esse tenha sido baseado em um livro que foi escrito quase no mesmo tempo que o SDA,mas será que ele seria lançado no cinema se o Peter Jackson não desse um empurrãozinho lançando o SDA?

    E o mesmo acontece nas livrarias que agora estão cheias de livros abordando temas quase iguais ao do Senhor dos Anéis;Acho que foi aqui mesmo que eu li que as editoras agora estão apostando em novos Tolkiens para criar grandes Mitologias,mas lógicamente isso não vai acontecer nunca.

    A conclusão final que tenho é que: O estilo de mitologia criada por Tolkien está começando a virar modinha,e quanto mais imitações surgem, tanto no cinema quanto nos livros,mas monótono vai ficar o assunto.
     
    Última edição: 15 Jan 2006
  3. _Nindë_

    _Nindë_ Once Upon A Time...

    Temos q levar em consideração q senhor dos anéis tmb foi baseado na Mitologia Nórdica,
    o proprio anel do SDA,os "efeitos colaterai" e etc.,teve inspiração em uma dessas historias.
    Então creio que isso seja mto relativo.
     
  4. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Sim, é exactamente aí que quero chegar. O Senhor dos Anéis é baseado em muitas fontes, entre elas a mitologia nórdica, que você referiu, mas é uma obra de qualidade, com profundidade e interesse, bem melhor até, aliás, que as mitologias e histórias populares a que remete. As obras do género que sucederam, baseadas por sua vez em Senhor dos Anéis, são, no entanto, na sua maior parte, desprovidas de interesse, e no máximo proporcionam-nos uma história engraçadinha de se ler, mas que esquecemos rapidamente. E mesmo este máximo é raro, pois na maior parte os livros são notoriamente fracos. O interesse por este género quer de livros quer de filmes não é aproveitado para produzir obras que valham realmente a pena ler. E isso faz com que seja considerado literatura inferior, o que até denegride a imagem da triloigia de Tolkien.

    Bom, o problema não é só "virar moda", como você disse, até porque às vezes dá uma sensação de que o tema não é propriamente bem acolhido, o problema é que vira moda e tem fraca qualidade. Se houvessem bastantes livros que fossem bons, tudo bem.
     
  5. Não, lógico é exatamente isso que eu tentei passar,mas o problema é que se criam livros e mais livros,filmes e mais filmes que não passam de imitações sem criatividade;Não se trata de o tema ser mal acolhido, mas que ele vai sendo desvirtuado e a acaba surjindo uma ramificação ruim de um tema bom,por exemplo, as Fantasias Mitológicas de Tolkien e de varios outros autores são ótimas e sempre irão ser,porém as obras novas que se baseam nelas são ruins.
    E dessa forma todo mundo acha que é, poucos até podem ser,capazes de pegar umas folhas ou uma câmera de video e fazer uma monstruosa obra.
     
  6. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Tenho como Senhor dos Anéis uma nova mitologia anglicana...Embora baseada em outras coisas, a mitologia de Tolkien trouxe coisas novas (e muitas por sinal).

    Mas além de filmes de imaginação Senhor dos Anéis inspirou demais a produção de filmes históricos, os que existiam antes raramente saiam em cimena.
     
  7. Níniel

    Níniel let's put a smile on that face

    Eu concordo contigo, 10º membro quando dizes que os filmes do Senhor dos Anéis abriram caminho para novos filmes de fantasia ou de época, que muitas vezes, apesar de má qualidade, obtêm sucesso. Mas creio que isso tem a ver com as pessoas que não conseguem discernir dentro de um mundo com fadas e feiticeiros a mensagem que é tentada transmitir. É um "deixar-se ir" e aproveitar esta onda que surgiu com com filmes de Peter Jackson. No entanto, acho que também é importante frisar que o sucesso do Senhor dos Anéis permitiu a concretização de alguns filmes baseados em boas histórias, como por exemplo, as Crónicas de Nárnia.
     
  8. Statues Argonath

    Statues Argonath Fractus Exitus Rapitus

    Com certeza... As armaduras dos Minotauros do "as Crónicas de Nárnia" foram usadas no filme do Senhor dos Anéis, assim como muitos outros objetos e efeitos especiais, sem dizer que o filme foi filmado na Nova Zelândia assim como os de Peter Jackson...
     
  9. Idril

    Idril Usuário

    Com o tempo era normal que o sucesso e inovações da trilogia fossem influenciar outros filmes.

    Tudo começou com o infame Tróia, que utilizou o Massive, aquele programinha da WETA que cria um exército gigantesco, onde cada personagem reage de forma diferente, etc...

    Depois veio Cruzada, que parece ter usado o mesmo programa, além de ter utilizado alguns ângulos de filmagem também muito utilizados na trilogia. Mas atenção, não são todos! Tróia também utilizou um pouco desses ângulos.

    E recentemente teve Crônicas de Nárnia, que é o que mais influência recebeu dos filmes de P.J. .
     
  10. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Pois, e o que me irrita, como já disse, é que nenhum desses filmes foi interessante, nem sequer bom (tirando o Cónicas de Nárnia que até dá um filme infantil engraçado). O Tróia tinha material para ser muito bom, mas foi uma treta do início ao fim, tirando uma cenas ou duas e alguns actores que até se esforçaram. As cenas de batalha foram monótonas e repetitivas, como se já as tivessemos visto antes. E quanto ao Cruzada, os mesmos problemas que o Tróia: material mal aproveitado, actores sem grandes capacidades, cenas de acção chatas - se bem que o Cruzada ainda consegue ser superior ao Tróia.

    Enfim, a equipa de produção ficou empolgada com o facto de aqueles filmes estarem a ter sucesso e foi em frente, mas não percebo porque não fizeram filmes bons. Ainda para mais com o Ridley Scott, que tinha feito o Gladiador. Enfim, e o resultado é que este género um dia volta a cair no descrédito.
     
  11. Idril

    Idril Usuário

    O grande problema de Tróia foi se atrapalhar com uma hstória por sí só grandiosa e com os recursos que tinham disponíveis pra fazer um filme que fizesse jus a Ilíada. Mas o fato "história longa e difícil" não justidica o fracasso; Senhor dos Anéis tem uma historia longa e de difícil adapatação para roteiro em alguns pontos e é uma excelente trilogia cinematográfica em todos os sentidos. =]

    Muita gente se empolgou com o retorno dos épicos e deu no que deu. Não tivemos um filme sequer que prestasse em todos os sentidos. Mas isso é assunto pro Cinema. :)
     
  12. Bom... do Cruzada eu gostei... do Tróia eu enjoei e nem consigo mais ver o final. Eu concordo com o seu ponto de vista, os filmes do SdA trouxeram muita influência e vão continuar influenciando eu acho. O problema é que esses filmes, como já foi dito, vão sendo criados não com qualidade e com o objetivo de render uma graninha pros diretores.

    Com relação a influência dos livros. A linguagem do Tolkien pega, eu mesmo agora costumo utilizá-la mesmo com as pessoas mais íntimas e mesmo sem que eu queria fazer uso dela. Ela envolve as pessoas e as influência. Mesmo assim não considero adequado utilizá-la da forma que foi citada aqui. Recentemente eu venho planejado um livro. Inicialmente eu não tive cuidado e pensei em levar minha influência tolkieniana para fazê-lo. Depois eu pensei melhor e por respeito ao Tolkien eu decidi não sair fazendo uso dos mesmos artifícios que ele e por isso venho planejando tudo para que não fique só uma cópia barata do que o professor fez.
     
  13. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Bom, esta minha discussão também era relacionada com literatura, mas pelos vistos acabou por virar-se para o cinema. Portanto, realmente era melhor mudá-la para o sub-forum respectivo, uma vez que tem mais gente para discutir o assunto. Se algum moderador passar por aqui e tiver tempo. ;)
     
  14. ROVER*

    ROVER* Turn me on

    Eles usaram o Legolas também! ;)

    Eu acho que Cruzada é bem superior a Tróia... Nessa discussão, inclusive, eu acredito que Cruzada tenha sido um bom filme pós-SdA.. Mas não sei, acho que é mais influenciado pelo também tão premiado Gladiador do que por SdA! (Tirando o Legolas) eu acho que ele é mais um filme pós-Gladiador do que pós-SdA.
     
  15. Acho que a maior contribuição que A trilogia deu, foi justamente o já comentado programa Massive. O SdA aumentou em muito as fronteirais tecnologicas visuais, fazendo coisas que antes eram impossiveis.
     
  16. Malgalad

    Malgalad Usuário

    SdA foi revolucionário tanto na literatura quanto no cinema. Simplesmente isso.
     
  17. O estilo épico está em alta no cinema, tanto que filmes como Tróia, Alexandre, Cruzadas, se beneficiaram com a aclamação do SdA.
     

Compartilhar