1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Youtuber brasileira rouba conteúdo de gringos

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Clara, 26 Abr 2018.

  1. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Moderadores, por favor, não transfiram esse post para a seção de anime. Obrigada. =]

    Dito isso, venho falar sobre o caso da youtuber brasileira Satty,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    do canal
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (cujo conteúdo foi todo removido) cosplayer que, em seu canal, falava sobre animes e tinha mais de 600 mil seguidores.

    Tudo bacana não fosse alguém descobrir que muitos dos seus vídeos continham conteúdo que ela simplesmente roubava de canais gringos, em vários casos as frases, as fotos e até as piadas eram traduzidos palavra por palavra e transmitidos no seu canal como se fossem de sua autoria.
    O youtuber mais roubado era o americano do canal
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , que foi avisado da pilantragem da brasileira por um seguidor que traduziu os vídeos, e aí o barraco tava armado.

    Até achei que o americano pegou leve no vídeo que fez sobre o assunto, já que a garota é de um descaramento inacreditável pois ela não só não admitiu o plágio como arranjou as desculpas mais fuleiras e absurdas pra justificar a "semelhança" dos textos (leia aqui no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) e o mais escroto foi saber que ela monetizou o vídeo em que dava as justificativas pelo plágio e que ela é estudante de Direito! :rofl:

    Aqui o vídeo do youtuber americano:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A razão de eu não querer que esse post vá pra área de anime é porque gostaria de mencionar que esse caso chamou a atenção por duas coisas muito tristes.
    A primeira é a mediocridade e falta de originalidade dos youtubers (e falo disso no geral e dos mais famosos, não só os brasileiros) com seus conteúdos imbecis como destruir coisas com marreta ou faca quente; fazer pegadinhas do tipo dizer pros pais que é gay (sendo hétero) ou simulando um suicídio; dando comida estragada pra mendigos; filmando um cadáver pendurado em árvore, etc.
    E é tudo copiado, gringos fazem essas merdas, outros gringos copiam, brasileiros tentam fazer também e, o que é pior, ganham milhares de seguidores e likes fazendo com que muitos consigam inclusive viver disso.
    Mas isso é o de menos, acho. Afinal, é aquela história, assiste quem quer.

    O outro problema neste caso, e o mais grave na minha opinião, é o do plágio, visto pela maioria dos brasileiros (principalmente os mais jovens) como uma coisa perfeitamente aceitável e até normal.
    Sem querer ser a pentelha que fica com papo de "no meu tempo não era assim" mas lembro de como achei perturbador quando, na faculdade, nos trabalhos em grupo, os alunos mais jovens simplesmente copiavam os textos da internet e não se davam nem ao trabalho de disfarçar, reescrevendo as frases com outras palavras ou algo assim. E quando levantei essa questão (a de que plágio era roubo) uma aluna do grupo (na faixa dos 26, 27 anos) disse que então o primeiro diploma de nível superior dela era roubado, porque ela sempre fez trabalhos assim.
    E um professor, de uma outra classe, pegou um trabalho plagiado e, no chat da faculdade, dizia estar em dúvida se dava zero pro aluno que plagiou ou se mandava todo mundo refazer o trabalho pra "dar uma lição na turma"!
    Isso tudo aconteceu na USP, gente! o_O

    Então, eu me pergunto, essas coisas não têm limite?
    Essa moça youtuber tem um monte de gente defendendo ela, alguns inclusive dizendo que era pra ela admitir que plagiou sim o cara e seguir com o canal, porque isso "não tem nada demais"!
    Como assim?!
    Ela roubou! Ela fez seus seguidores de trouxas, pra dizer o mínimo!
    E como bem diz o americano no vídeo, e o trabalho que ele teve pesquisando, assistindo, lendo sobre os animes? As horas de esforço que ele gastou pra chegar uma preguiçosa e simplesmente traduzir e decorar o que os outros falam e repetir, e ainda ganhar dinheiro em cima do trabalho alheio?

    Ai cara, é difícil.
     
    Última edição: 26 Abr 2018
    • Gostei! Gostei! x 5
    • LOL LOL x 1
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Enquanto não houver como punir seriamente ou que no mínimo doa pesadamente no bolso de quem faz isso, infelizmente vai continuar assim.

    Não esqueçamos que a Internet com acesso popular a partir dos anos 90 é algo que apareceu com fraquíssima regulamentação em nível mundial e menos ainda em nível nacional. Então partimos praticamente da estaca zero, tendo que legislar e resolver problemas que não foram pensados antes e passado mais de 20 anos, ainda tem coisas que precisam ser regulamentadas.

    Me lembro muito bem nos primórdios da rede, textos, animações em flash e fotos em sites já eram copiados com ou sem tradução aos montes sem nenhum controle também. A única diferença é que antes a repercussão de alguém reclamar era menor e mais lenta e agora na era das redes sociais, twitter, Youtube, Istagram e afins, tudo se faz pensando com a megalomania da fama e lucro rápido, de se ter a todo custo milhares de seguidores, curtidas e de quebra ganhar algum $$$ em cima de cada vídeo.

    Mesmo quando não há plágio descarado, eu fico impressionado da quantidade imensa de vídeos de conteúdo muito semelhantes em canais com nomes bem parecidos "Você sabia?", "Você não sabia?", "Você deveria saber!", "Você é curioso?", etc tudo abordando assuntos muito similares de curiosidades, a grande maioria pra lá de manjadas, ou seja o famoso MAIS DO MESMO que é imenso e tão chato quanto o próprio plágio.

    Cadê a criatividade?? "Os 10 homens mais altos do mundo","Os 10 maiores lagos profundos do mundo", "Os lugares mais secos do mundo", etc, etc. Eles tentam entre eles, as vezes dar uma leve disfarçada mudando uma palavra no título, uma foto, uma música de fundo e pra explanação não ficar exatamente igual ao do concorrente, mas no fundo se preocupar com conteúdo inédito de qualidade nunca será prioridade e sim o "mais do mesmo maqueado" pra tentar de todas as formas ganhar seguidores, popularidade e monetizar os vídeos o mais rápido possível.
     
    Última edição: 26 Abr 2018
    • Gostei! Gostei! x 2
  3. Darkness

    Darkness 人間 Usuário Premium

    Realmente, são pouquíssimos os canais que realmente se preocupam em trazer algum conteúdo de qualidade, e quando trazem sempre tem alguém pra copiar! Eu parei de acompanhar o YT pois no fim, estava sempre assistindo várias versões do mesmo vídeo.
    Tem alguns canais que funcionam como um "jornal" do YT, que frequentemente estão mostrando essas notícias de plágio, conteúdo transmitido sem créditos e como já é bem comum no Brasil, várias pessoas lucrando em cima do trabalho alheio.
    Infelizmente esse é o rumo que a nossa sociedade está tomando, e vai chegar a ser irreversível em algum momento!
    E sendo bem franca, não entendo como as pessoas conseguem não apenas se sustentar, mas também ostentar sendo apenas youtuber.
     

Compartilhar