1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

X Valinor Film Awards [X VFA] Melhor Roteiro

Tópico em 'Cinema' iniciado por Quickbeam, 11 Mar 2013.

?

Qual roteiro é melhor?

Enquete fechada 25 Mar 2013.
  1. Michael Haneke [I](Amor)[/I]

    1 voto(s)
    11,1%
  2. Rian Johnson [I](Looper: Assassinos do Futuro)[/I]

    1 voto(s)
    11,1%
  3. Kenneth Lonergan [I](Margaret)[/I]

    1 voto(s)
    11,1%
  4. Wes Anderson/Roman Coppola [I](Moonrise Kingdom)[/I]

    4 voto(s)
    44,4%
  5. Asghar Farhadi [I](A Separação)[/I]

    2 voto(s)
    22,2%
  1. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Michael Haneke (Amor)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Rian Johnson (Looper: Assassinos do Futuro)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Kenneth Lonergan (Margaret)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Wes Anderson/Roman Coppola (Moonrise Kingdom)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Asghar Farhadi (A Separação)



     

    Arquivos Anexados:

    • Amour.jpg
      Amour.jpg
      Tamanho do arquivo:
      19,9 KB
      Visualizações:
      186
    • Margaret.jpg
      Margaret.jpg
      Tamanho do arquivo:
      21,1 KB
      Visualizações:
      182
    • ASeparation.jpg
      ASeparation.jpg
      Tamanho do arquivo:
      31,7 KB
      Visualizações:
      110
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu fiquei com Separação pela capacidade do enredo em manter todos os personagens sempre numa linha tênue de desconfiança e empatia por mim. Costumo prezar por isso na construção dos personagens.


    Eu considerei o enredo de Looper meio rocambolesco demais. Normalmente um filme de ficção tem que te ganhar, no mínimo, na premissa. Eu não consegui enxergar lógica na premissa de Looper (bandidos do futuro mandando pessoas para o passado para serem mortas).
     
  3. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Eu não ligo muito para premissas, acho que o que importa mesmo é como o filme desenvolve essas premissas. Battle Royale, por exemplo, tem uma premissa que beira o ridículo, mas o filme trata as consequências dessa premissa de uma forma muito interessante, diria que fiquei surpreso quando finalmente o assisti.

    Dito isso, acho que estou mesmo entre os roteiros de Margaret e A Separação, que estão em outro patamar de complexidade, por lidarem tão bem com um amplo espectro de emoções e situações humanas.
     
  4. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Uma coisa é a premissa ser inusitada pós apocaliptico, distópico, whatever, como é o caso de Battle Royale. Não se explica porque daquele Ato existir, simplesmente te coloca em um mundo onde aquilo existe.
    Outra coisa é a premissa ser ilógica. Que, pra mim, é o caso de Looper.
     

Compartilhar