• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[Warner] Two and a Half Men (9ª Temporada)

Re: Two and a Half Men (9ª Temporada)


Cryer respondendo ao Sheen que o chamou de puxa-saco.
Pra mim ele é comediante bem mais talentoso que o Charlie.
 
Última edição por um moderador:
Re: Two and a Half Men (9ª Temporada)

Muito legal o vídeo, ele encontrou uma maneira muito divertida de responder à ofensa do Sheen sem baixar o nível.
 
Re: Two and a Half Men (9ª Temporada)

Isso foi recente? Pq na semana passada o Sheen tinha se desculpado e td mais.
 
Re: Two and a Half Men (9ª Temporada)

:rofl:

Muito boa a resposta. Gostei pakas! Soube usar uma maneira excelente para sua resposta.
 
Two and a Half Men | Elenco discute a nova temporada

Entrevistados pelo TV Guide, o elenco e o criador da série Two and a Half Men, Chuck Lorre, falaram sobre a nova temporada - a primeira sem Charlie Sheen e com Ashton Kutcher.

"Eu estava absolutamente convencido de que precisávamos de um ator de uns quarenta anos para dividir o palco com Jon Cryer", disse Lorre. "Eu estava errado. No momento em que conheci Ashton soube que ele era um cara com um grande insinto para a comédia e totalmente corajoso. O fato de ele ter aceitado o trabalho é prova disso".

"Mudar para a casa de alguém é assustador", respondeu Kutcher. "Ninguém sabe como será a dinâmica e como todos vão se sentir. Eu me preocupei em fazer todos se sentirem confortáveis com a minha entrada. E acho que já estamos nos entrosando".

Na nova temporada, Charlie Harper está morto, assassinado na França sob circunstâncias misteriosas. Lorre explica que o primeiro episódio da nova fase explorará bastante o humor negro e "vai beirar o inaceitável. Somos conhecido por nosso mau-gosto. E temos orgulho disso", disse.

Jon Cryer, o Alan Harper, por sua vez, explica que haverá até um pouco de nudez. "Os roteiristas sempre sentiram que tinham em mim um ator sem qualquer orgulho, disposto a fazer qualquer coisa ridícula. Agora eles têm dois", brincou.

Sobre seu personagem, o bilionário Walden Schmidt, que compra a casa de Charlie em Malibu, Kutcher diz que ele convidará Alan e Jake para viver lá por causa de seu coração partido. Ele acaba de se separar de Bridget (Judy Greer) e precisa da companhia.

"Ele é socialmente equivocado e eu acabo me tornando uma espécie de mentor dele. O que, é claro, é ridículo, já que Alan é um ser humano igualmente confuso", explica Cryer.

Para Lorre, a mudança serve tanto como um desenvolvimento interessante para o programa como um reinício. Segundo ele, os fãs já estão aprovando: "O público ficou louco durante a gravação do primeiro programa", garantiu.

Two and a Half Men volta a ser exibido nos EUA em 19 de setembro.

Fonte: Omelete
Pouco de nudez? Será que vão dar uma apeladinha para esse lado para tentar conseguir audiência?
 
Kutcher será Walden Schmidt, "um bilionário da internet com um coração partido", explicou Tassler.
Hum, quem partiria o coração de um bilionário lindo como esse?

Ah, sim, com essas roupas ridículas :roll: :lol:

Se não tiver bom retorno, é bem capaz que aconteça. Ou tenha essa e mais uma apenas.
Tem toda a razão, Capitão Óbvio!! :hihihi:

Alan como novo Charlie seria estranho demais!
Eu acho que seria bem engraçado! Além de, claro, uma prova de como o poder mexe com o caráter de uma pessoa. Haverá muitas reportagens sobre isso...

Bom, estreia segunda-feira e eu estou bem ansiosa... pelas críticas, já que não tenho TV CBS.
 
Fraca, sem graça e burocrática.

Foi assim a estreia de Ashton Kutcher nesta noite em "Two and a Half Men", seriado que existe desde 2003 e é uma das maiores audiências da TV americana.

Saiu o politicamente incorreto e desequilibrado Charlie Sheen. E entrou o "fofo" e "descamisado" Ashton Kutcher. Muita apelação, não?

O ator marido de Demi Moore substitui Sheen, demitido em março pela emissora por problemas com drogas e por falar mal dos produtores.

A nona temporada inicia com o velório do personagem de Sheen, chamado Charlie, um solteirão convicto, mulherengo, beberrão e autor de jingles.

Um dos mistérios dos últimos meses era como os produtores se livrariam dele. O suspense foi resolvido logo de cara:

Rose (Melanie Lynskey), a vizinha apaixonada, diz no velório que ele escorregou e caiu numa plataforma de metrô de Paris, sendo atropelado por um trem.

"Explodiu como um balão de carne", ela fala.

No velório também aparecem algumas ex-namoradas, que não poupam comentários sarcásticos, e sua mãe, Evelyn Harper.

Oportunista como sempre, ela aproveita a ocasião para anunciar a venda da casa do filho, na praia de Malibu (Califórnia), onde se passa a série.

O corpo de Charlie, no entanto, não aparece no caixão (fechado), dando espaço para uma possível "reencarnação" de Sheen no futuro (bem distante já que ele e a Warner estão brigando na justiça).

Depois vem a chegada de Walden Schmidt (Kutcher), um bilionário da internet com o coração partido.

Quando Alan, irmão de Charlie, vai jogar as cinzas do morto no mar, Walden aparece na porta da casa, como um fantasma, todo molhado. Diz que tentou se afogar porque foi abandonado pela mulher.

Pede para usar o telefone e trocar de roupa (o que faz no meio da sala - fotos abaixo e acima).

Os dois resolvem sair para tomar uns drinks, e Walden acaba conhecendo duas mulheres e as levando para a casa de Alan.

Ele diz que tem interesse em comprar a casa de Malibu, o que explica como vai acabar morando com Alan e seu filho, como fazia Charlie.

As piadas de sexo continuam, mas faz falta a figura de Sheen, como se fosse um novo seriado ou Kutcher fosse apenas um convidado especial.

Ele funcionava muito bem como o bobão de "That 70's Show". Mas, aqui, precisa ainda encontrar sua voz. Não deu para rir com nenhuma piada dele.

O episódio resolve de forma burocrática a saída de Charlie, diria até desrespeitosa para os fãs que o acompanharam por tanto tempo.

Fonte, com fotos

Que droga... Mas ninguém quer MAIS UM chorão na série, né? (Alan, Herb, Gordon e o pai de Celeste...) Minha ideia de o Ashton aparecer como herdeiro bastardo, que facilmente puxaria as características do Charlie, faria muito mais sucesso, hahaha.

Enfim, minha esperança reside no fato que toda série de comédia começa muito ruim (eu odiava Two and a Half Men, além de TBBT e Friends, todas que amo hoje). The hope of a fool.
 
Vixe! Nada animadora essa análise. Apelão com o Kutcher sem camisa? Era só o que faltava mesmo.

E como disseram, Sheen pode reencarnar do nada, ou seja, os produtores estão viajando grandão na série!

Vou ver se assisto no final de semana, mas sem expectativa.
 
por falar em apelão com o kutcher sem camisa, q tá acontecendo com essas séries, heim? true blood tinha em TODO episódio uma cena de macho sem camisa completamente gratuita. ok, é bonito e pans, mas é tão forçado que as vezes estraga a cena.

(eu vou dar uma bizu nesse episódio depois. tem um aluno meu q era fã da série com o sheen e adorou o episódio ontem, estava bem empolgado comentando.)
 
Acabei de assistir, eu gostei! Teve boas piadas e o personagem do Ashton parece ser interessante, não sei como vai ser mais pra frente, mas por um tempo acredito que os episódios continuarão bons!
Pelo o que entendi, o Ashton é o oposto do Charlie (emocionalmente) e com o tempo irá se transformando até ficar igual ao Charlie, pode ser uma boa abordagem para criarem um substituto mas ainda tenho muitas dúvidas se ficará bom (caso estejam planejando fazer isso mesmo).
 
Achei a atuação do Kutcher bem fraquinha, mas isso já era esperado. No mais a história foi mediana, vejo pontencial no entanto.
 
Assisti. Achei um episodio decente, me deu a impressão que falta alguma coisa, mas talvez seja só eu me acostumar com esse novo molde da série



E o personagem do Ashton é o Jake mais velho
 
Falta uma coisa sim, Soma. Falta o Charlie.


VOLTE CHARLIE SHEEN!

Sim, eu sei que acham ele escroto, etc, etc, etc....mas Two And a Half sem ele não dá.
 
Eu acho que poderiam cancelar a série. Foi legal enquanto durou com o Charlie e tal, agora que ele saiu já pode encerrar. A série nem era tão boa assim.

por falar em apelão com o kutcher sem camisa, q tá acontecendo com essas séries, heim? true blood tinha em TODO episódio uma cena de macho sem camisa completamente gratuita. ok, é bonito e pans, mas é tão forçado que as vezes estraga a cena.

Poder feminino. :lol:
Antes só mulheres apareciam com pouca roupa, hoje em dia elas também querem ver e não só serem vistas.
 
Charlie Sheen faz falta, mas acho que conseguiram manter o mesmo nível, o que não quer dizer muita coisa.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.464,79
Termina em:
Back
Topo