• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

WARNER lançará novos FILMES da TERRA-MÉDIA?

Éomer

Usuário
A Ascensão e Queda de Numenor seria uma beleza de filme, mas eu gostaria que nunca mais nas mãos do PJ. Depois do que ele fez com o Hobbit eu acho que já deu.
 

Brunus

Usuário
Eu gostaria muito também que a Warner filmasse sobre a Primeira e Segunda Era.

Tenho quase certeza que ela fará novos filmes.

Mas acho que ela vai fazer em cima dos direitos que ela detém, que são todos aqueles elementos inclusos nos dois livros, O Hobbit e O Senhor dos Anéis.

Acho que ela não vai esperar o Chris Tolkien bater as botas e seduzir com grana os seus descendentes.
 

Elendil

Equipe Valinor
Eu li uma vez uma entrevista com o Peter Jackson que ele deixa a entender que já foram feitas propostas bem altas pra Tolkien Estate e nada. Vou ver se acho o link.

Tem essa aqui:

Bem, eu não iria falar sobre isso, mas eles foram publicados por Christopher e ele publicou outros livros também. A Tolkien Estate ficou com esses direitos cinematográficos, e nunca demonstrou qualquer desejo de vendê-los. Essa é a situação atual. Não há nenhuma quantia em dinheiro que a Warner Bros. possa pagar ao espólio por quaisquer direitos de filmagem. Não, não, não. E eu tenho certeza de que eles já ofereceram alguma quantia por esses direitos de filmagem. Até que essa situação mude…

http://www.valinor.com.br/48744
 

Gandin

Usuário
Poderiam negociar a participação dos herdeiros nas filmagens. Algo como ocorre em seriados baseados em best-sellers, onde o roteiro e o acompanhamento das filmagens são, com frequência, feitos em conjunto com o autor da obra literária.

Seria interessante ver isso, mas acho difícil mesmo.

Essa nova leva de herdeiros está bem chatinha. Acredito que tenham sido outros os herdeiros que assinaram o contrato com a Warner no final da década de 60. Então se depender dos que estão aí, é pouco provável mesmo algo muito fora da linha do que já consta em SdA e O Hobbit.
** Posts duplicados combinados **
Aliás, a nota 2 dada no tópico da enquete foi provavelmente de um desses herdeiros.
 

Thor

ἀλήθεια
Se não for a Warner, vai ser a Fox ou outro grupo... São filmes com potencial de render U$1 bi de bilheteria cada. Acho muito difícil conseguirem segurar.

Eu prefiro sinceramente que seja a Warner.
 
Última edição:

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Não duvidem do poder de um escritor quando ele NÃO tem interesse em ver suas obras em outras mídias, basta lembrar de J.D. Salinger que era avesso a filmes e até hoje The catcher in the rye não tem versão em película. E ninguém parece sentir falta de tão bom que é o livro.

O mais triste é ver que o dinheiro fala mais alto do que a qualidade da produção em si e O Hobbit é o exemplo claro dessa política que foi feito para encher os olhos de que vai e os bolsos dos executivos.
 

Elendil

Equipe Valinor
P Acredito que tenham sido outros os herdeiros que assinaram o contrato com a Warner no final da década de 60.

Não foi isso que aconteceu. Em 1968 o próprio Tolkien vendeu os direitos de filmagens de O Hobbit e OSdA para a United Artists, que mais tarde vendeu para o magnata e produtor Saul Zaentz. Zaentz criou uma divisão da Saul Zaentz Company para gerenciar esses direitos, a Tolkien Enterprises, que hoje se chama Middle-earth Enterprises (sem ligação alguma com a família Tolkien).

Zaentz morreu no início deste ano aos 92 anos, portanto seus filhos hoje é quem detêm os direitos de filmagem das duas obras, ou quem herdou a Middle-earth Enterprises. O que Saul Zaentz fez foi licenciar esses direitos para uso da Warner e MGM (o estúdio do leão detém apenas metade de licença para filmar O Hobbit e por isso seu logo aparece no início de cada filme). Essa licença tem prazo, e se não fizerem nada com ela, vence e volta para a família Zaentz, que pode então licenciar para qualquer outro estúdio, ou mesmo vender de volta para os Tolkien, caso desejem (o que acho bem difícil).
 
Última edição:

Gandin

Usuário
Não foi isso que aconteceu. Em 1968 o próprio Tolkien vendeu os direitos de filmagens de O Hobbit e OSdA para a United Artists, que mais tarde vendeu para o magnata e produtor Saul Zaentz. Zaentz criou uma divisão da Saul Zaentz Company para gerenciar esses direitos, a Tolkien Enterprises, que hoje se chama Middle-earth Enterprises (sem ligação alguma com a família Tolkien).

Zaentz morreu no início deste ano aos 92 anos, portanto seus filhos hoje é quem detêm os direitos de filmagem das duas obras, ou quem herdou a Middle-earth Enterprises. O que Saul Zaentz fez foi licenciar esses direitos para uso da Warner e MGM (o estúdio do leão detém apenas metade de licença para filmar O Hobbit e por isso seu logo aparece no início de cada filme). Essa licença tem prazo, e se não fizerem nada com ela, vence e volta para a família Zaentz, que pode então licenciar para qualquer outro estúdio, ou mesmo vender de volta para os Tolkien, caso desejem (o que acho bem difícil).

Ainda assim toda essa cadeia diz respeito somente aos direitos sobre SdA e O Hobbit, certo?

Em relação aos outros escritos, atualmente os direitos pertencem aos filhos de Tolkien, correto?

De toda a sorte, hoje dependemos de Christopher se quisermos ver outras adaptações (Filhos de Húrin, Silmarillion, Contos Inacabados, etc).

Mas valeu pela explicação.
 

Brunus

Usuário
Ainda assim toda essa cadeia diz respeito somente aos direitos sobre SdA e O Hobbit, certo?

Em relação aos outros escritos, atualmente os direitos pertencem aos filhos de Tolkien, correto?

De toda a sorte, hoje dependemos de Christopher se quisermos ver outras adaptações (Filhos de Húrin, Silmarillion, Contos Inacabados, etc).

Mas valeu pela explicação.

É isso mesmo.

Eu só acredito de adaptações fora da duologia no pós-morte de Christopher.

Então, a curto prazo, só acredito em adaptações com base nos elementos que estão contidos na duologia, nos apêndices do Retorno do Rei.

O Radagast é um exemplo. Não estava contido no livro O Hobbit, mas estava na trilogia Senhor dos Aneis. Por isso ele foi utilizado sem problemas juridicos.
 
Última edição:

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Uma dúvida, o domínio público do Silmarillion só começará a contar depois da morte do CT, certo?

Trabalhos publicados
7. Se um trabalho foi publicado pela primeira vez antes de 1923, então ele está no domínio público em todas as circunstâncias.

Trabalhos já publicados nos Estados Unidos
8. Se um trabalho foi publicado pela primeira vez nos Estados Unidos entre 1923 e 1977, e ele foi publicado sem notas de direitos autorais, então ele está no domínio público.

9. Se um trabalho foi publicado nos Estados Unidos entre 1923 e 1963 COM uma nota de direitos autorais, então ele está no domínio público APENAS SE os direitos autorais não foram renovados.

10. Se um trabalho foi publicado pela primeira vez nos Estados Unidos entre 1978 e 1 de Março de 1989, e ele foi publicado sem uma nota de direitos autorais, então eles estão no domínio público somente se o autor não registrou subsequentemente seus direitos autorais.

Trabalhos publicados fora dos Estados Unidos
11. Se um trabalho foi publicado pela primeira vez fora dos Estados Unidos entre 1923 e 1977, e o trabalho não for protegido por copyright em seus país até 1 de Janeiro de 1996, então ele está no domínio público. Isto necessita ser definido analisando-se cada caso.

12. Vários países (como, por exemplo, o Brasil) declaram que materiais como constituições e legislações que sejam de sua autoria não estão sujeitos a direitos autorais. Cada caso necessitará ser verificado individualmente.

Fonte: Wiki

Ou seja, a obra de Tolkien entra em Domínio Público SE a família não renovar os direitos autorais, independente de quanto tempo tenha se passado.
 

Brunus

Usuário
Olha, eu gostaria muito que filmasse a Guerra do Norte.

Mas, alguma coisa me diz, que o PJ daqui a três anos, vai querer filmar a história de Aragorn, em uma nova trilogia.

Contando a história de Arnor e Angmar. A historia do topo do vento. A historia da linhagem de Aragorn.

Depois Aragorn em Valfenda, com Elrond, Arwen, Lórien, Gondor, Rohan, caça a Gollun, a amizade com Gandalf e Legolas (depois desse ultimo filme).

É o material mais denso que temos no apêndices.

Aragorn é um personagem com muito apelo, sem falar na relação altamente poética, de um apelo midiático absurdo, com Arwen.
 
Última edição:

Alexsander

Usuário
Seria legal filmes solos sobre: Radagast, Beorn, as Águias, o Reino da Floresta e Thranduil, os Ents e depois um crossover a lá Os Vingadores deles protegendo as florestas

Também um filme solo sobre a Velha Fortaleza (antes de virar ruína), estilo medieval sombrio, também podia ser um grande sucesso.

E o que acho que fazeria sucesso também, um filme para competir com WarCraft, aonde tivesse um mago(poderia ser um novo, não sei aonde li que o número dos Istari que vieram à Terra-Média era desconhecido, então poderia ter mais magos), um humano, um elfo e um anão, lutando em grupo conta as forças do mal

Não tenham raiva de mim, mesmo não sendo nada fiel ao livro, poderia aumentar ainda mais a fama dos livros
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo