1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Walden (Henry David Thoreau)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 17 Fev 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    [align=justify]
    Biografias sempre despertam interesse nas pessoas. Muitas vezes com a curiosidade aguçada, chegam até livros formidáveis como Walden de H. D. Thoreau, lançado pela L&PM POCKET. No meu caso, só posso agradecer pela euforia contagiante do Lucas_Deschain.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Brianstorm

    Brianstorm Usuário

    Eita, tudo está conspirando para eu ler Thoreau logo. Aqui, lá no tópico do censo...

    Eu conheci ele ao ler Walden II, do Skinner. Achei o livro muito foda e resolvi procurar o "número 1". Mas até hoje não peguei. Mês que vem eu resolvo isso. :sim:
     
  3. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Comigo aconteceu algo bem parecido Brianstorm, achei o Walden II primeiro, e estou contando os dinheiros aqui para poder comprar o Walden original. Além disso, tenho uma curiosidade gigantesca em conhecer mais sobre os transcendentalistas.[/align]
     
  4. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    então v6 vão curtir o blog http://lendowalden.blogspot.com, da tradutora denise bottmann.
     
  5. Anica

    Anica Usuário

    valeu por avisar sobre o erro no link, jlm, agora foi arrumado ;D
     
  6. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    aqui no trabalho convenci 5 a comprarem o livro comigo. afinal, como trabalhar numa ong, q executa diversos projetos ambientais, sem conhecer walden? argumento posto, compra garantida. mas me deparei com 1 entrave: existe algum outro site vendendo a versão da l&pm além da travessa? pergunto isso pq eles ñ costumam oferecer frete grátis nem q vc gaste 1 milhão lá. tb achei ele na cultura, mas frete free lá só em compras acima de 200 pilas.
     
  7. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

  8. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  9. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Isso aí é o livro inteiro :susto:?
     
  10. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Oooohhh! Pequenino Canibal de si mesmo, larga de ser preguiçoso!!
     
  11. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Não... não quero ler ali, não :dente:!
    Só fiquei surpreso de colocarem um livro inteiro no youtube :D
     
  12. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Domínio público, velho.
     
  13. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Mesmo não tendo ainda lido, ouso perguntar: o que Walden tem de tão emblemático e significativo para a literatura norte-americana e universal? Em outras palavras, porque Walden é um clássico?
     
  14. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Creio que é a obra que primeiro falou em consciência ambiental na América e, por flertar com filosofias orientais, é uma das influências dos movimentos hippies. Some a isso o fato de que a experiência social de Henry é com frequência mal interpretada... daí a pessoa fica com a ideia de que Thoreau morava no meio da selva, magnifica e distorce o feito. Claro que tem muito mais nessa obre destinada "aos estudantes sem recursos"... é um livro muito ambicioso.
     
  15. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Lembro de um texto do Verissimo, o filho. Salvo engano, sobre o Ed Mort. Ele, com aquele jeitão de canalha-conquistador-mas-que-não-come-ninguém, se aproxima da mulher. Apaixona-se ao vê-la. Perde-se quando, depois de um gracejo, ela sorri e revela as covinhas nas bochechas. "Foram as covinhas..."

    Essas duas linhas para dizer que... não, não tenho um jeitão de canalha-conquistador-mas-que-não-come-ninguém. Elas são para dizer que me apaixonei por Thoreau pela "A desobediência civil". E me perdi com "Walden".

    Que livro! Afora a questão ambiental, há a abordagem ao consumismo, ao próprio conceito de civilização e modernidade. Fatores que não estão dissociados.

    Temos, na sociedade, o discurso recorrente de adaptação. De que as coisas são assim mesmo e tal. Tratamos como algo natural e banal as consequências do progresso. Thoreau diz não. As coisas não são assim, se querem assim, e para isso, não importa o sacrifício dos indivíduos desde que a estrutura se mantenha.

    " (...) basta olhar os barracos que por toda parte margeiam as ferrovias, este último avanço da civilização; onde em minhas caminhadas diárias vejo seres humanos vivendo em pocilgas, e passando o inverno inteiro com uma porta aberta, por causa da luz, sem nenhuma pilha de lenha visível ou imaginável, e as silhuetas dos velhos e jovens permanentemente contraídas pelo longo hábito de se encolherem de frio e de fome, e o desenvolvimento interrompido de todos os seus membros e faculdades. Que bela visão olhar essa classe que foi quem fez, com seu trabalho, as obras que distinguem nossa geração ... "

    "Walden
    " vale um Clube da Leitura.
     
  16. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Walden vale o clube (2).


    Só de pensar no Walden abro um sorrisinho... porra... que livro. Todo jovem devia ler Walden.
     
  17. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Essa é sem dúvida uma frase inesquecível do Walden. Sintetiza bem o poder, veja bem, não do LIVRO, mas da LEITURA DO LIVRO. Parece um detalhe mas não é.

    Tô sem minha cópia aqui, mas recordo também de quando Thoreau argumenta que andar a pé é, muitas vezes, a maneira mais veloz de se viajar. Ele coloca a coisa meio que nestes termos: Se um trabalhador precisa trabalhar 4 dias para comprar a passagem para a cidade Imaginaville - viagem que fará em 2 horas, ele gastará, na verdade, 4 dias e 2 horas para fazer essa viagem. Eu parto imediatamente, e levarei apenas 1 dia e meio. Logo, é mais fácil viajar a pé.

    Walden é tudo.
     
  18. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Preciso ler esse livro :sim:
     
  19. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Da leitura do livro, da leitura do mundo. Logo depois do capítulo sobre Leitura, Thoreau passa ao Sons.

    " Mas, enquanto ficamos confinados aos livros, mesmo os mais seletos e clássicos, e lemos apenas as várias línguas escritas, que não passam de dialetos e regionalismos, corremos o perigo de esquecer a língua que todas as coisas e fatos falam (...) "

    Pegando uma outra citação sua:

    "(...) e, no entanto, só é leitura em sentido elevado, não aquela que nos embala como um luxo e permite que as faculdades mais nobres adormeçam, e sim aquela que temos de ficar na ponta dos pés para ler e à qual devotamos nossas horas mais despertas e alertas..."

    Temos o saber que pula os muros das universidades e ultrapassa as páginas dos livros, que deixa de servir como mais um instrumento de distinção entre os homens e passa a interferir na realidade, critica e concretamente, transformando-a.

    Lembro do Paulo Freire, em A importância do ato de ler:

    " (...) a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra e a leitura desta implica a continuidade da leitura daquele ".


     
  20. Fierro

    Fierro Usuário

    Graças a este tópico, fiquei sabendo da edição da L&PM (e de seu preço convidativo).

    Há seis ou sete anos que eu procuro por Walden, mas só achava na internet e caro.

    Passei na livraria hoje e, com satisfação, adquiri minha cópia.
     

Compartilhar