1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vocês Compõem???

Tópico em 'Música' iniciado por wagbr, 7 Fev 2006.

  1. wagbr

    wagbr Velkian

    Alguém aí faz composições caseiras??? Eu estou fazendo uma campanha de RPG e pretendo compor toda a trilha sonora da aventura. Eu gostaria de discutir nesse tópico assuntos relativos a trilhas sonoras das campanhas de RPG.
    Gostaria de saber qual o software que vocês usam, que trilhas preferem utilizar e até mesmo que dêem uma escutada nas minhas trilhas (sou um compositor AMADORÍSSIMO!) e avaliem-nas!!!
    Breve as colocarei por aqui para que vcs escutem...

    []'s :cool:
     
  2. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Bem, eu componho .. e talvez minhas composições antigas sejam muito semelhantes ao que vc chama de "trilha sonora de RPG" :-D
    São em MIDI, por isso tão toscas ... eu uso o Sonar, mas queria aprender a mexer no FruitLoopy ou outro programa pra mudar o timbre dos canais, digitalizando-os de forma elegante e decente, pra fazer uns mp3 show.

    Boa sorte!
     
  3. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Mais ou menos, eu nunca fiz uma musica inteira, mas ja fiz um monte de riff e solo, eu faço no Guitar Pro mesmo...
     
  4. wagbr

    wagbr Velkian

    É muito bom usar o Fruity Loops pq ele tem uma variedade muito grande de sons, e tem tb o detalhe de já compilar as músicas direto pra MP3. O Fruity Loops é bem simples até. Se vc tiver interessado, consulte alguns fóruns dele na net.

    Vamos ver se a gente junta uma galera ae para montarmos uma comunidade de compositores amadores de trilhas sonoras. :cerva:

    []'s
     
  5. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Meu irmão é um Lord FruitLoopy. Me falta tempo pra aprender, como quase tudo na minha vida. :-D
     
  6. Jujuba!

    Jujuba! Habitante de Othrya

    Bem... até componho. Eu tocava teclado e tentava dedilhar, mas qualquer coisa que eu fazia ficava parecendo uma música que já existia :disgusti:

    Por isso agora só estou escrevendo letras!:mrgreen: Alguém poderia compor uma música para esta aqui? (uma poesia do meu livro que eu, sutilmente, modifiquei para ser um rock que fale contra a guerra!)

    Sangue no teto! Tripas no chão!
    A guerra de Bush terá sido em vão!
    O soldado ferido não segura sua arma!
    Não consegue achar seus dedos da mão!

    Segura a espingarda entre seus dentes!
    Mas perde sua língua e não fica contente!
    Tenta segurar entre os tocos dos dedos!
    Só que está sem balas, ô sujeito demente!

    Pega um punhal, ameaça o inimigo!
    Mas recebe um golpe bem abaixo do umbigo!
    Olha pro algoz, este grita a vitória!
    Cai derrotado, sorri sem motivo!

    À morte! À morte! A guerra terminou!
    Você perdeu, mas quem se incomoda?
    À vida! À vida! A guerra terminou!
    Mesmo derrotado, é isso o que importa!


    Fala aí, não dá um bom Heavy metal? :obiggraz: :obiggraz: :obiggraz:
     
  7. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Um dos segredos pra compor é não fazer a letra antes, Jujuba. Se a poesia vai virar música, então ela já deve ser criada com melodia.
    Na música, a métrica nem sempre é respeitada a risca, como na poesia, pois as sílabas possuem "tempos" variadíssimos.
     
  8. wagbr

    wagbr Velkian

    Ficou legal essa letra. E acho que dá pra fazer uma música com ela sim. Mas esse lance de cotocos de dedos e sangue tá mais punk do q metal... :cerva:
    Mas é isso aí, continuo na espera dos Track Composers! :cool:

    []'s
     
  9. Jujuba!

    Jujuba! Habitante de Othrya

    Xi, Varatar, o problema é que melodia decididamente não é meu forte! A não ser que eu tente fazer uma paródia ou coisa assim...

    Pois é, Wagbr, tá mais para punk mesmo! :D :D :D
     
  10. Goba

    Goba luszt

    Varatar, isso é extremamente relativo.

    Por exemplo, quando eu tive banda, nós tivemos lá nossas cinco composições. Apenas da primeira música que compusemos a letra foi feita após a melodia. Todas as outras músicas, a melodia seguiu a letra.

    Geralmente, eu era o letrista. E sempre pensava numa melodia quando compunha, e às vezes tentava passar isso pra banda, quando me recordava bem. Mas quando caía nas graças dos guitarristas, eles mutavam completamente a música, transformando em algo melhor do que eu passava. A melodia que eu passava era praticamente inexistente nas versões finais, e as linhas de vocal ficavam muito bem encaixadas, graças a um dos guitarristas (o que geralmente compunha todas as linhas de guitarra) que tinha um feeling muito bom pra unir a melodia à letra apresentada.

    É questão de tentativa, na minha opinião. :wink:
     
  11. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    É muito mais prático escrever a letra e a melodia simultaneamente do que fazer primeiro uma melodia e tentar enfiar uma letra depois. Sempre dá em merda. Eu costumava a fazer isso e nenhum dos vocais encaixavam bem, ficavam meio soltos. Quando eu componho ao mesmo tempo parece que o vocal tá guiando e empurrando a música, dá uma energia totalmente diferente.
     
  12. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Eu já fiz de todos esses modos. O resultado costuma ser melhor quando letra e melodia são criadas simultaneamente.
     
  13. str1ker

    str1ker Usuário

    Eu faço a letra e dali eu tiro a melodia. Se alguma parte fica meio destoante, eu faço alguma pequena alteração.

    Tipo, eu acho difícil criar a melodia do 0.
     

Compartilhar