• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Você é a favor do Brasil ser um Estado laico?

Você é a favor do Brasil ser um Estado laico?


  • Total de votantes
    30

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Laicismo:
O laicismo é uma doutrina filosófica que defende e promove a separação do Estado das igrejas e comunidades religiosas, assim como a neutralidade do Estado em matéria religiosa. Não deve ser confundida com o ateísmo de Estado.

Os valores primaciais do laicismo são a liberdade de consciência, a igualdade entre cidadãos em matéria religiosa, e a origem humana e democraticamente estabelecida das leis do Estado.

Esta corrente surge a partir dos abusos que foram cometidos pela intromissão de correntes religiosas na política das nações e nas Universidades pós-medievais. A afirmação de Max Weber de que "Deus é um tipo ideal criado pelo próprio homem", demonstra a ânsia por deixar de lado a forte influência religiosa percebida na Idade Média, em busca do fortalecimento de um Estado laico. O laicismo teve seu auge no fim do século XIX e no início do século XX.

A palavra laico é um adjetivo que significa uma atitude crítica e separadora da interferência da religião organizada na vida pública das sociedades contemporâneas. Politicamente podemos dividir os países em duas categorias, os laicos e não laicos, em que nos países politicamente laicos a religião não interfere directamente na política, como é o caso dos países ocidentais em geral. Países não laicos são teocráticos, e a religião tem papel ativo na política e até mesmo constituição, como é o caso do Irão e do Vaticano, entre outros.
 
Última edição:

Indily

Balrog de Pantufas Fofas
Usuário Premium
Pior que tem mto fanático aí de qquer religião que acha que deveria ser ligado uma coisa a outra, e quem sabe assim teria aquela coisa de a religião "mãe" do país deva ser respeitada e as outras diminuam.... ridículo, mas tem...
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Na teoria era pra ser. Mas o feriado de amanhã não combina muito com um Estado laico...dia de Nossa Senhora?
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
deveria ter uma opção do tipo 'sim, deve SER laico', pq continuar algo que só é da boca para fora não vale, né.

Eu parti do pressuposto que, de fato, ele é laico, pelo menos a Constituição o define assim.

como, diabos, alguérm poderia querer o contrário?

Sempre há.

Pior que tem mto fanático aí de qquer religião que acha que deveria ser ligado uma coisa a outra, e quem sabe assim teria aquela coisa de a religião "mãe" do país deva ser respeitada e as outras diminuam.... ridículo, mas tem...

Uma teocracia, os que são contra o aborto, casamento gay etc, aposto que queriam, desde que fosse a religião deles.
 
Tem gente que defende a volta da monarquia no país! Por que não teria 'gentes' que defende um Estado religioso?


Se os meios de entretenimento queiserem induzir à alguma religião e vc estiver incomodado, muda de canal/ para de ver/ vá ler. Só não acho certo o Estado incentivar essa ou aquela religião.
 

Finwë

Alto Oficial de Erebor
Na Câmara existem cerimônias evangélicas todas as quartas-feiras e católicas as quintas, e depois do acordo com o Vaticano o conceito de laicidade deve ser revisto.
 

etienne

Usuário
Acredito que sim, o Brasil aceita todas as religiões não faz sentido haver preferência por uma porque é maioria ou não.
 

Vilya

Pai curuja, marido apaixonado
deveria ter uma opção do tipo 'sim, deve SER laico', pq continuar algo que só é da boca para fora não vale, né.
/clap
Na teoria era pra ser. Mas o feriado de amanhã não combina muito com um Estado laico...dia de Nossa Senhora?
Há muita coisa remanescente na cultura e na estrutura política brasileiras que são da época em que éramos um Estado oficialmente católico.

Existem vários exemplos de datas festivas pagãs que foram substituídas por datas religiosas ao longo da história. A festa do solstício que deu lugar ao Natal cristão, por exemplo.

Hoje, muitas vezes observamos, no âmbito municipal de nosso país, um movimento inverso. Não raro, prefeitos e vereadores não católicos são eleitos e propõe mudanças nas datas comemorativas da cidade. Trocando (ou até mesmo abolindo) o feriado municipal do dia do(a) padroeiro(a) por uma outra comemoração alternativa, como por exemplo o aniversário da cidade ou outra data cívica significativa.

Precisamos frizar que o fato de ser laico não proíbe o estado de celebrar certas datas religiosas. Como tudo na democracia, não sendo ilícito, basta haver proposta de lei e aprovação em câmara específica para que uma comemoração religiosa seja oficializada e aplicada a todos, independente de credo. E isso está perfeito com o conceito de Estado Laico. Cabe aos indivíduos que sentirem seu direito ao credo ferido, propor alteração na lei.

Todas as datas católicas foram inicialmente mantidas, pois acreditava-se que correspondiam à tradição corrente e havendo necessidade de alterações futuras, os interessados se manifestariam em prol das mudanças.

O culto evangélico e a missa católica ocorrem no congresso sem ferir nenhum dispositivo legal. Se houvesse mussulmanos, judeus, umbandistas e etc em número suficiente na casa, também haveria o dia reservado à religião de cada um deles.

Há diferença entre manifestação da vontade popular em prol de uma atividade religiosa, que é o que ocorre legitimamente na democracia, e imposição de religião oficial. Ou seja, mesmo nos estados laicos há espaço para datas oficiais ligadas a determinada religião. O fato das datas católicas serem maioria esmagadora, no Brasil, decorre da maneira que nosso Estado foi formado.
 
Última edição:

Castiel

Angel of the Lord
Parece que estamos voltando à época medieval.
O Estado deixando de ser laico só serviria para aumentar o caos já existente no país. O que viria em seguida? A fogueira? Pq se o Estado sendo laico já existem perseguições e discriminações... como ficaria esse cenário com um estado ligado a uma religião?

Sinceramente fico MUITO assustado com o crescimento do poder evangélico no país. É de dar medo. Medo de um dia termos um país governado por um(a) evangélico(a) intolerante, uma bancada de maioria evangélica... e aí? Que rumo tomaríamos? Teríamos um imposto fixo correspondente ao dízimo? Teríamos horários diários obrigatórios na TV para evangelização? Outros templos religiosos seriam destruídos?

Não entendo densamente de política para saber o que seria viável ou não dentro da lei, mas o fato é que essas novas discussões e esses novos movimentos assustam os que não são evangélicos.

Enfim...
 

marktl82

Usuário
Sinceramente, no meu ver, o Brasil é um país Laico, no entanto as pessoas não.

O único fator de termos o cristianismo como a religião mais vista no país se deve ao fato da forte influência na criação do nosso país e por sermos o país com a maior população católica do mundo.

O problema é que muitos confundem o país ser laico com não ter religião alguma predominante ou ser ateu. É realmente bem simples, o Brasil não tem religião oficial e a Igreja está dissociada do Estado.

O fato de termos bancadas evangélicas, forte influência cristã no governo não quer dizer que não somos Laicos. Apenas que no âmbito político, eles tem uma grande força dentro de nosso país.
 

ExtraTerrestre

Usuário
E hoje, mesmo para os não-cristãos, o Natal e a Páscoa têm um papel importantíssimo. Reunião com os familiares, troca de presentes, movimentação do comércio.

E não acho nada disso errado. Se o pessoal não-religioso ou menos religioso encontrou outra razão de ser na festa, então não há do que reclamar.
 

Snaga

Usuário não-confiável!!!
Laico já somos!!! Laico e democrático.

Pode parecer que existe uma favorecimento de uma ou outra religião, mas isso é algo pessoal dos governantes que acabam sempre puxando a sardinha pro lado deles. É algo natural.

A principal prova de que o país é laico vem do fato de várias religiões ocuparem o poder. Católicos, evangélicos, espíritas, umbandistas etc. Existem deputados e governadores, prefeitos e vereadores de todas essas religiões.

Se algum deles defende alguma causa por motivos religiosos (aborto, células-tronco...) é porque isso vem de sua formação pessoal. Mas, ao mesmo tempo que um defende, outro ataca.

A democracia impõe a pluraridade.
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Precisamos frizar que o fato de ser laico não proíbe o estado de celebrar certas datas religiosas. Como tudo na democracia, não sendo ilícito, basta haver proposta de lei e aprovação em câmara específica para que uma comemoração religiosa seja oficializada e aplicada a todos, independente de credo. E isso está perfeito com o conceito de Estado Laico. Cabe aos indivíduos que sentirem seu direito ao credo ferido, propor alteração na lei.

Não, se há a vontade e a oportunidade de uma festa religiosa ser imposta a um estado, esse estado não é laico, num estado laico não há essa liberdade.

Laico já somos!!! Laico e democrático.

A principal prova de que o país é laico vem do fato de várias religiões ocuparem o poder. Católicos, evangélicos, espíritas, umbandistas etc. Existem deputados e governadores, prefeitos e vereadores de todas essas religiões.

No Irã, que é uma teocracia, há políticos judeus, e o estado não deixou de ser teocrático para ser laico.

A democracia impõe a pluraridade.

Pluralidade é uma coisa diferente de laicismo, a Constituição permite liberdade de expressão, mas não o favorecimento a um grupo.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo