1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Você e a crise

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Breno C., 14 Mar 2009.

  1. Breno C.

    Breno C. Usuário

    É impossível tomar a mesma atitude de nosso presidente e negar que o Brasil está em crise. O desemprego e o retrocesso na economia provam que estamos mesmo passando por um período de certa "dificuldade".
    Eu, sinceramente, ainda não fui diretamente afetado e espero que a coisa melhore para todos, mas já escutei umas histórias tristes sobre essa crise.
    Então vamos abrir o verbo e dizer o que pensamos dos pacotes econômicos e das alianças que estão sendo feitas pelos governantes para deter o monstro da recessão.

    Quem quiser contar casos também é muito bem vindo...


    Sou da opinião de que esse momento era mais evitável do que os investidores norte americanos falam nos meios de comunicação, mas também não sou um expert em economia.
     
  2. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Mais do que a crise que está aí (e isso a gente não pode negar) acho ruim, pra não dizer indecente, as empresas (como os bancos por exemplo) que ainda não foram afetados de maneira significativa pela crise e já fazem cortes (de funcionários, de despesas, de prêmios) e tomam "medidas para enfrentar a crise" sendo que, no caso dos bancos, o lucro deles está sempre aumentando.
    Isso é bem revoltante.
    Não basta termos que pastar com esses problemas todos, ainda temos que sustentar esses espertinhos que não admitem não levar vantagem.
    O caso não é de não querer levar prejuízo (porque isso todo empresário tem que lutar pra não ter) o que esse tipo de gente quer é não deixar de levar vantagem e crescer cada vez mais.
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Acho que no caso dos bancos o medo principal é de inadimplência por parte dos correntistas e a retirada de dinheiro das poupanças ao mesmo tempo.
    Acho que teve até um banco nos EUA que chegou perto de pedir falência quando a "crise" foi anunciada. Com o medo de o dinheiro "roubado" o pessoal tira logo dos bancos, nessas horas é mais seguro guardar em casa. O que causa um senhor efeito nos bancos que dependem desse dinheiro para investir.
    A dor é saber exatamente isso, os bancos brasileiros ainda não foram afetados de forma mais radical e mesmo assim já se fala de cortes.
     
  4. imported_Raphael

    imported_Raphael Usuário

    Clara, também estou longe de ser especialista em economia, mas penso que no caso dos bancos nacionais, ainda que não tenham sido tão atingidos pela crise, estejam se preparando para o possível grande número de devedores insolventes que poderiam decorrer de uma crise prolongada.

    Acho que a Nanda trabalha em banco estatal, não? Seria interessante ouvir a opinião dela.

    Breno, salvo engano foi um dos primeiros bancos, logo que a crise começou, não lembro. Lembro apenas que ele não resistiu aos saques. Precisaria dar uma procurada.
     
  5. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    :tedio:
    Balela... conversa mole pra boi dormir.
    Isso é o que eles querem que a gente pense.


    Bom. Se minha opinião vale alguma coisa, eu trabalho no mesmo banco que a Nanda. :rolleyes:
    Que aliás não é estatal, é semi-estatal.
    Banco do Brasil é uma S.A. e ultimamente está mais preocupado com os lucros, nem um pouco diferente dos Bradescos da vida...
    :(
     
  6. imported_Raphael

    imported_Raphael Usuário

    A União é acionista majoritária, portanto o controle de fato é estatal.

    Tanto quanto a dela. Ele tem feito corte de pessoal? Você consegue dizer em números?
     
  7. Izze.

    Izze. What? o.O

    Eu só vejo crise na TV, sinceramente.
    Não ouvi nenhuma história ainda de gente que foi demitida de empresas, a crise também não me afetou em nada ainda. A única coisa, talvez, que possa afetar um pouco seria o dolar, mas como não ando comprando nada importado, não vejo nada da crise.

    Mas não estou dizendo que ela não exista, claro que não. Só que, a grande maioria dos afetados, são grandes empresas e tal.
     
  8. Concordo.Tanto que acredito que a crise afetou somente alguns setores.Tenho amigo recebendo mais proposta de emprego no inicio deste ano do que antes da crise, o que parece que a crise só exista na TV.Gostaria de saber, ate alguém por aqui se tem alguem do setor Industrial para nos dar um panorama melhor.

    Infelizmente, vivemos no Brasil do jeitinho brasileiro, falou em crise , "nego" sai demitindo meio mundo.

    Veja a Perdigão:Não demitiu ninguém , só conteve a produção dos produtos.Isso é atitude de gente inteligente, porque sabe que se demitir a mão-de-obra, passada a crise teria que admitir rapidamente.

    Mas, acredito que com as medidas que o Obama tomou possa conter isso em alguns meses.
     
  9. Izze.

    Izze. What? o.O

    Acho que os grandes atingidos mesmo são só os grandes conglomerados, tipo fabricantes de automóveis e tal.

    Vi um artigo esses dias sobre demissão de Jornalistas de grandes empresas de comunicação, justificadas pela crise, mas que segundo os autores, não tem nada a ver com isso. As empresas estariam endividadas e demitiram alguns profissionais pra tentar dar um jeito na situação, e jogaram a "culpa" pra cima da crise.
    Então acho é que tem empresa se aproveitando disso.
     
  10. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    O Brasil sempre viveu em meio á crises,não vai ser essa que vai abalar nossa moral.Não podemos aceitar que façam um estardalhaço com o nosso país,principalmente essas empresas que demitem por demitir sem justificativa,lucram 11 meses depois c/ uma pequena queda já cortam postos de trabalho.

    .
     
  11. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

  12. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Em termos. O BB não é empresa pública, é uam EMPRESA DE ECOIMIA MISTA. O que na prática significa que temos qeu seguir as leis das S.A.'s como todas as outras. Porém tem como norma geral apoiar o governo em funções sociais (tem ênfase em crédito pra micro, pequenas e médias empresas alémd e "bancarizar" a população). O úncio banco da União mesmo é a CEF.

    Por exemplo, e pouca gente sabe: Funcionário do BB faz concurso pra entar, porém nós NÃO somos funcionários públicos. Somos regidos pela CLT como qualquer outro trabalhador de empresa privada. E sim, podemos ser mandando embora a qualeur tempo, mas o banco tem como PRINCIPIO não fazer isso. (sim, EU acho ótimo... sim eu sou egoista e penso mais em mim no que no bem da população). Mas eu já vi 3 serem amdnandos embora...

    Nope. BB tem como principio só amdnar embora em caso de fraudes e crimes; co é MUITO grande os caras sempre acham um lugar pra vc...

    ****************************************

    Sobre a crise: no BB a crise AJUDOU. Explico: todo undo viu que os bancos DE FORA ficaram ameaçados, logo se vc tem uma grana guardada e quer deixa-la segua e rendendo algo anda melhor do que ir pro bancoq eu NUNCA vai quebrar. E sim, é verdade. BB teve o melhor semestre dos ultimso anos no fim de 2008.

    A crise afetou quem tem mercado lá fora, o ponto é que hj em dia vc tem uma empresinah com 2 funcionários (contando vc) e um computador vc faz negócios lá fora. Mas no geral empresas que possuem negócios apenas internamente não sofreram tanto, só efeitos secundários 9forncedores que são gringos, etc..)
     

Compartilhar