1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vida após a morte é um conto de fadas, diz Stephen Hawking

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 17 Mai 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    A crença no paraíso ou na vida após a morte é um "conto de fadas", disse o renomado físico Stephen Hawking, 69, em entrevista ao jornal britânico "The Guardian", na edição do último domingo (15).

    opinou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    O tema já foi abordado em um de seus últimos livros, "The Grand Design" (2010), no qual ele desenvolve a ideia de que não há necessidade de um grande criador para explicar a existência do Universo.

    As galáxias, estrelas e a vida humana teriam emergido a partir de "sementes" --pequenas flutuações quânticas--encontradas no Universo milhares de anos atrás.

    Para ele, que rejeita pessoalmente as crenças religiosas, as pessoas em geral deveriam preencher seu potencial na Terra fazendo bom uso de suas vidas.

    Segundo Hawking, diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica desde os 21 anos, ainda sem cura, a doença faz com que ele aproveite mais a vida.

    contou.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eu não sou uma máquina. Posso lhe garantir.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • LOL LOL x 1
  3. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Não deveria garantir. Somos máquinas biológicas extremamente eficientes, belissimas até se pensarmos na taxa de eficiência metabólica (para desespero de quem quer emagrecer), que até hoje temos dificuldade em reproduzir em outros maquinários. Mas há controvérsias se - como na ficção Matrix - não seriamos um virus alienigena que bagunçou toda a vida nativa da Terra...

    E pode não parecer mas ele expõe conclusões TEMPORÁRIAS e pessoais, como um bom cientista, e não dita uma VERDADE ABSOLUTA que seria esperado de um religioso. Apenas que ao descrever objetivamente, quem é religioso automaticamente pensa que hawkings está dizendo ditatorialmente "é assim e pronto", quando claramente um Zequinha é insaciavel em perguntar "mas por que?".

    E um cientista é um Zequinha, e não alguém que responde "é assim e pronto". Só não parece porque não ficamos explicando supercondutores voltando toda hora para verificar principios primeiros e axiomas.

    (se bem que sempre tem alguém verificando os principios primeiros e axiomas, apenas para garantir... pra começo de conversa, vamos ter de repensar totalmente como definar MASSA, porque o metro e o segundo já podem ser identificados com radiação especifica, mas a massa ainda é um peso de platina que fica protegido num bunker a temperatura pressao e umidade controladas, e mesmo assim na ultima aferição ela não está concordando com as cópias. E a constante de planck ainda não tem precisão suficiente para definir a massa)
     
    • Gostei! Gostei! x 5
    • Ótimo Ótimo x 4
  4. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eu digo 'garantir' no sentido de que não precisa se pensar exaustivamente sobre o organismo humano para se ter certa intuição sobre algo muito claro: apesar dos paralelos científicos, existe todo um questionamento filosófico, dentro e fora das religiões, sobre a alma humana, a unidade da consciência, a individuaçaõ e afins. É a mesma questão de Deus: um cientista tem pouco a dizer sobre Ele porque Deus escapa da análise empírica da realidade, é uma questão que envolve outra abordagem, outros questionamentos que não os cosmológicos.
     
  5. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    NOSSA!!!!!!111!!!!11eleven

    Um físico que é ateu!!!!11!!





    :?

    ORLY?
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  6. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    A noção de flutuações quânticas que é ignorada normalmente para os que apoiam que houve um criador do big bang.
     
  7. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Não é necessário haver um criador do Big Bang para haver Deus, pelo menos eu não creio. Impossível o Design Inteligente só porque a física moderna postula que o cosmos é algo indeterminado, de mensuração e limites pouco definidos, amorfos? Isso faria sentido se se pensasse que a razão humana pode afirmar que Deus não existe só porque não se pode conhecê-lo racionalmente.

    É aquilo né? Não é porque algo inexiste empiricamente que simplesmente inexiste, seja pelos limites da análise experimental, seja por motivos filosóficos.
     
  8. etienne

    etienne Usuário

    Esse tipo de frase só gera polêmica e não passa de um círculo vicioso. Ele deveria ficar preocupado em aproveitar a vida e se preocupar se tem alma ou não depois.:mrgreen:
    Depois que morrer.
     
  9. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    eu acho engraçado como citar Stephen Hawking, virou citar "deus"

    Nao tirando o merito do cara, porque ele é um fera da fisica, mas mesmo DENTRO DA FISICA ele pode falar coisas erradas.

    Obvio que foge um pouco do assunto, mas tambem o que eu penso ta ali no post da primula, perfeito post dela, valeu até karma.

    Mas sempre que leio o nome dele me lembro de coisas como "TEXTO DO VERISSIMO"...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Creio que para muita gente é sim, a ciência trabalha com coisas mensuráveis, ou que podem ser percebidas de alguma maneira. A matéria escura é postulada pela velocidade de rotação de corpos que giram em torno de estrelas com velocidade muito alta e a massa visível não poderia atrair esses corpos com essa força, então há alguma matéria invisível ali para atrair a massa com tamanha força gravitacional, então pode ser medido. Nem sei porque escrevi isso tudo, me empolguei.

    Como ele disse: depois que morrer não adianta, só vai existir vida após a nossa morte nos vermes que comerão a nossa carne.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Adianta sim, Morfindel, porque a vida não está submetida à ciência. Sabe aquela frase 'existem mais coisas entre o céu e a terra do que supõe a nossa vã filosofia'? é um bom começo para refletirmos?
     
    Última edição: 18 Mai 2011
  12. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Talvez do que supõe a nossa vã filosofia, mas a ciência não supõe aleatoriamente, apenas em cima de fatos verificáveis.
     
  13. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eis o problema, não é porque não é verificável que não existe.
     
  14. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Para um cego não há cores.
    Para um surdo não há sons.
    Para um anósmico (não sente cheiro) não há perfumes.
    Para um disáfico (não tem tato) não há texturas.
    Para um agêusico (não tem paladar) não há sabores.

    Para nós algo só existe se pudermos comprovar de alguma maneira. Como você vai explicar para um cego o que é a cor verde? Assim como você não pode explicar para um cientista algo que ele não pode medir ou detectar de jeito nenhum.
     
  15. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Será? Você parece ter confundido. Estou aqui falando da diferença entre especulação filosófica e experimentação científica. Assim como as ciências humanas estudam certas coisas invisíveis, também a filosofia se concentra em coisas que escapam à cência, como destino, liberdade, Deus e afins.
     
  16. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu posso ter me expressado mal, a ciência só pode lidar com coisas mensuráveis ou detectáveis, mas eu nunca disse (se pareci ter dito isso foi erro meu) que ela lidava com tudo, ela realmente não pode lidar com tudo, apenas com o que está dentro do seu âmbito de atuação, e não sou eu que digo isso, muitos cientistas (ateus inclusive) dizem isso, e o cientista que disser o contrário está errado, a ciência (quando eu digo ciência digo as ciências exatas) não pode explicar como as sociedades se formam, como as pessoas se comportam etc.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Por isso que restringi o grupo.
    Tava me referindo ao outro tópico sobre o papa (ou era um bispo?) se "rendendo" ao big bang (mesmo não sendo verdade cientifica ainda) e concluindo que Deus seria o causador direto do mesmo.
    E eu chamei isso de restrição a ciencia, já que a ciencia não pararia apenas "após" big bang. A sua origem também é estudada e especulada há décadas.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Mas as ciências não-exatas funcionam exatamente da mesma maneira que as exatas (PS.: no sentido convencional, acho que matemática não se enquadra como "ciência"). Elaboração de hipóteses, colecionamento de evidências, validação (ou não) da hipótese.

    E viva Descartes.
     
  19. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Da mesma forma? Talvez, mas não tem os mesmos objetos e tem metodologias diferentes.

    Prefiro Santo Tomás.

    Abs.
     
  20. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Essa saída é muito sabida! Se Deus criou o mundo pelo Big Bang porquê ele não "disse" logo isso na Bíblia? E não inventando coisas de 7 dias etc.

    Eu não disse o contrário, mas eu estava restringindo o comentário às ciências exatas.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Péssimo Péssimo x 1

Compartilhar