• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Vereadores começam derrubada do veto de Kassab

Kyra

I am Jack's smirking revenge.
Não acho que esse tema se encaixe em Esportes pq envolve outros tópicos e não só o futebol...

Vereadores começam derrubada do veto de Kassab


As Comissões de Constituição e Justiça e de Educação da Câmara dos Vereadores começam hoje a derrubada do veto do prefeito Gilberto Kassab à Lei do Fim de Jogo, que impede o término de partidas após as 23h15. O chefe do Executivo municipal quer manter o início das partidas de futebol
às 22 horas, embora esse horário viole o Psiu (Programa de Silêncio Urbano).

Moradores de bairros da zona Sul e Oeste são obrigados a conviver com todo tipo de ruído acima de 90 decibéis no entorno do Pacaembu e do Morumbi. também não levou em conta a posição da Polícia Militar, que considera a Lei do Fim de Jogo necessária para redução da violência. Em manifestação pública, o chefe de policiamento dos estádios afirmou que, quanto mais cedo os jogos terminarem, maior a segurança dos torcedores.

O veto do prefeito desconsiderou o apelo de centenas de mulheres dos bairros mais distantes que não dormem enquanto filhos e maridos não chegam. Muitos deles são obrigados a pegar duas ou três conduções até chegarem em casa no meio da madrugada, tudo devido à intransigência da televisão e do prefeito.

Já a Câmara Municipal estava atenta às aflições do povo e aprovou por 43 votos a favor, dois contra e três abstenções a chamada Lei do Fim de Jogo, que resulta do PL 564/06, dos vereadores Antônio Goulart e Agnaldo Timóteo, que obriga o apito final no máximo às 23 horas e 15 minutos. O prefeito vetou a iniciativa festejada por todos os torcedores e nesta quinta-feira a sua decisão será julgada por Comissões da Câmara.

É grande o número de vereadores, de todas agremiações partidárias, que trabalham em defesa da aprovação legislativa da Lei do Fim de Jogo. Em entrevista a Andre Aguiar, o relator do projeto na Comissão de Educação e Esportes, vereador Cláudio Fonseca, promete trabalhar a favor do torcedor, garantindo ainda que vai articular a derrubada do veto ao valor da multa para os infratores.

Relator do veto na Comissão de Constituição e Justiça, o vereador João Antonio, vai demonstrar a constitucionalidade do principal aspecto da Lei. Um dos autores da Lei do Fim de Jogo às 23h15, o vereador Antonio Goulart promete estar atento ao congresso das comissões nesta quinta-feira, acreditando que haverá condições para se derrubar o veto do prefeito Kassab na sessão plenária da próxima terça-feira.

O outro autor da Lei do Fim de Jogo às 23 horas e 15 minutos, Agnaldo Timóteo, salientou que a lei não vai prejudicar os interesses da televisão, destacando que também crê na derrubada do veto, a ser aprovada nas Comissões e, na próxima terça-feira, no plenário da Casa. Os torcedores que torravam ao sol para comprar ingressos no estádio do Pacaembu nesta quarta-feira estão ao lado dos vereadores paulistanos.

Eles sentiram na pele o descaso da Federação Paulista de Futebol com o público que vai aos campos, prestigiar o esporte mais popular do país. Para comprar ingressos, todos passaram no mínimo três horas na fila, o que é proibido pela lei municipal que quer serviços de qualidade à população. O repórter Daniel Lian ouviu vários torcedores, que não escondem a frustração com o veto do prefeito Gilberto Kassab à lei que determina horário limite para o fim de jogo.

Quem foi torcer pelo São Paulo nesta quarta-feira, no Morumbi, se queixou do início do futebol às 10 da noite. O repórter Freddy Junior ouviu muitos depoimentos com queixas ao veto de Kassab à Lei do Fim de Jogo. A população de São Paulo, especialmente o torcedor, se frustrou com a rejeição da lei que determina o fim dos jogos às 23 horas e 15 minutos. A partir de hoje, a população paulistana ficará de olho nos 55 vereadores da Câmara Municipal que começam a derrubada do veto do Executivo.

Quem é de SP e escuta a Jovem Pan de manhã no trânsito já deve estar de saco cheio de ouvir sobre esse assunto. Sou obrigada a confessar que achei que isso não ia dar em nada, apesar de concordar plenamente com o que a rádio defende. Deve ser difícil para os fãs do futebol que dependem de condução voltar pra casa por volta da meia noite. Quem depende de metro então, pior ainda. Muitos dizem que o nosso querido prefeito sucumbiu sob ameaça da Rede GLOBO, devido a rabo preso favores relacionados a sua campanha política. Se isso é verdade não sei, mas é suspeito, os eleitores do prefeito que me perdoem.

Agora é conferir se isso vai pra frente. Os vereadores vão derrubar o veto, mas essa pode se tornar mais uma lei que não será cumprida.

A Jovem Pan trasmite diariamente: "forma primária e leviana como se pretendeu manipular a opinião pública e a consciência dos nossos vereadores e deputados ... a grade de uma televisão não pode regulamentar a vida, a ponto de prejudicar a paz, o sono e a segurança dos cidadãos, o descanso de todos, de quem vai ao estádio e de quem assiste TV em casa ... Essa não é uma briga do bem contra o mal. É um movimento que coloca o apelo popular..."

Eu acho que o apelo popular não vai ajudar nesse caso. Vejo isso na minha casa. Meu pai, torcedor roxo, é "obrigado" a dormir mais de meia noite de quarta feira, e acordar as 4h30 no dia seguinte... Se ele desligar ou não a TV nas 4ªs não vai fazer muita diferença. Brasileiro é conformista e o torcedor está sem opções.
 
Última edição:

Menegroth

Bocó-de-Mola
Isso tava na cara que não daria certo.

A GLOBO comprou o futebol e pagou caro. Tem o direito de fazer o que quiser com ele. Principalmente os horários.

Quem quiser mudar isso é só ir no Clube dos 13 e na CBF, pagar mais que a GLOBO e passar os jogos no horário que quiser.

E vai no estádio quem quer. Fica assistindo até meia-noite quem quer.
No dia que o IBOPE da GLOBO for de 1 ponto por causa do horário do jogo ela pensa em mudar.

No dia que o estádio em um Palmeiras x Corinthians ou Fla X Flu, por causa do horário, estiver vazio...ai eles pensam em mudar o horário.

Sabe quando isso vai acontecer? NUNCA.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Não acho que esse tema se encaixe em Esportes pq envolve outros tópicos e não só o futebol...

Quem é de SP e escuta a Jovem Pan de manhã no trânsito já deve estar de saco cheio de ouvir sobre esse assunto. Sou obrigada a confessar que achei que isso não ia dar em nada, apesar de concordar plenamente com o que a rádio defende.

Eu sou ouvinte diário de até 4 emissoras, mas em mais da metade do dia ouço mais a Jovem Pan AM, a qual sou fã.

De fato tem hora que até enche, mas eu respeito muito a posição da emissora que conseguiu ao menos fazer esse assunto ser votado na câmara de vereadores.

Ela tem cornetado todos os dias, porque o momento é mais que propício. Está mais que na hora da população se sensibilizar para que assim as mudanças ocorram, ainda que isso custe muito tempo pra acontecer.

No fundo isso uma briga de Davi x Golias contra uma potência que manipula as massas com lixos como o BBB, mas se ninguém der o primeiro passo, quem vai dar?

Jovem Pan, eu apoio!
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$2.120,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo