1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Velocidade da luz pode variar e vácuo não existe, propõem físicos

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Conan, 10 Abr 2013.

  1. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Partículas virtuais

    A velocidade da luz é, segundo a teoria da relatividade de Einstein, o limite universal de velocidade, não podendo ser superada por nada.

    Agora, porém, duas equipes de cientistas estão afirmando que a velocidade da luz pode não ser fixa.

    Segundo eles, partículas efêmeras que surgem do vácuo podem induzir flutuações na velocidade da luz.

    Dois artigos publicados no último exemplar do European Physical Journal desafiam a sabedoria convencional sobre a natureza do vácuo.

    Em um deles, Marcel Urban e seus colegas da Universidade de Paris-Sud, na França, identificaram um mecanismo de nível quântico para interpretar o vácuo como sendo preenchido com pares de partículas virtuais com valores de energia flutuantes.

    Como resultado, as características inerentes do vácuo, tal como a velocidade da luz, podem não ser uma constante, mas apresentar valores que variam.

    Enquanto isso, em outro estudo, Gerd Leuchs e Luis L. Sánchez-Soto, do Instituto Max Planck para a Física da Luz, na Alemanha, sugerem que as constantes físicas, tais como a velocidade da luz e a chamada impedância do espaço livre, são indicações do número total de partículas elementares da natureza.


    Vácuo não existe

    O vácuo é um dos conceitos mais intrigantes da física.

    Quando observado no nível quântico, o vácuo a rigor não existe, ou, pelo menos, ele não é vazio.

    O que é chamado de vácuo está cheio de partículas virtuais continuamente aparecendo e desaparecendo - como pares de elétrons e pósitrons ou quarks-antiquarks.

    Essas partículas efêmeras são partículas reais, conforme já se demonstrou em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    a partir delas - o único detalhe é que seus tempos de vida são extremamente curtos.

    >>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Será que a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    [Imagem: K. Thorne/T. Carnahan/Caltech/NASA]



    Variação da velocidade da luz

    o seu estudo, Urban e seus colegas estabeleceram, pela primeira vez, um mecanismo quântico detalhado que explica a magnetização e a polarização do vácuo - a permeabilidade e a permissividade do vácuo - e da velocidade finita da luz.

    O resultado é importante porque sugere a existência de um número limitado de partículas efêmeras por unidade de volume de vácuo.

    Como resultado, existe a possibilidade teórica de que a velocidade da luz não seja fixa, como a física convencional considera.

    Em vez disso, a velocidade da luz poderia flutuar em um nível independente da energia de cada quantum de luz - ou fóton -, um nível maior do que as flutuações induzidas pela gravidade em nível quântico.

    A velocidade da luz seria dependente de variações nas propriedades "vacuométricas" do espaço ou do tempo.

    As flutuações do tempo de propagação dos fótons são estimadas como estando na ordem de 50 attossegundos por metro quadrado de vácuo, o que pode ser testado com o auxílio de novos lasers ultrarrápidos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Em um experimento que praticamente mostrou que o vácuo não existe,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , algo que também já havia sido demonstrado para a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . [Imagem: Philip Krantz/Chalmers]


    Impedância do vácuo

    Leuchs e Sanchez-Soto, por outro lado, modelaram pares de partículas virtuais carregadas como dipolos elétricos responsáveis pela polarização do vácuo.

    Eles concluíram que uma propriedade específica do vácuo, chamada impedância, que é fundamental para determinar a velocidade da luz, depende somente da soma dos quadrados das cargas elétricas das partículas, mas não das suas massas.

    Se a ideia estiver correta, o valor da velocidade da luz, combinada com o valor da impedância do vácuo, dá uma indicação do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    E os resultados de experimentos recentes parecem dar suporte a essa hipótese.

    >>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Bibliografia:

    The quantum vacuum as the origin of the speed of light
    Marcel Urban, François Couchot, Xavier Sarazin, Arache Djannati-Atai
    The European Physical Journal D
    Vol.: 67 (3)
    DOI: 10.1140/epjd/e2013-30578-7

    A sum rule for charged elementary particles
    Gerd Leuchs
    The European Physical Journal D
    Vol.: 67 (3)
    DOI: 10.1140/epjd/e2013-30577-8

    10.1140/epjd/e2013-30577-8
    Luis L. Sánchez-Soto
    The European Physical Journal D
     
    • Gostei! Gostei! x 7
  2. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    "-CADE O SEU EINSTEN AGORA?"

    palavras aqui só pra ficar o resto em maiscula.

    há, e pode não paracer, mas é só uma brincadeira viu?
     
    • LOL LOL x 5
  3. Excluído047

    Excluído047 Banned

    Não li a matéria inteira pois está corrido aqui e já estou de saída. Depois leio com mais calma e verifico os artigos citados. Mas gostaria de fazer dois comentários.

    O primeiro é que a Relatividade afirma que a velocidade da luz, no vácuo, é constante e que seu limite máximo é c. Isso significa que, em outros meios, pode sim variar, sempre abaixo de c. Pelo que eu entendi, se essa proposta for válida, isso implicará que a velocidade da luz pode também, dadas certas circunstâncias, variar também no vácuo, sempre abaixo de c. Isso não representará, então, nenhuma oposição à Relatividade, mas tão-somente um adendo. E, claro, a velocidade limite continuará sendo c, velocidade que só é possível de ser alcançada por partículas sem massa, como os fótons e similares. Mas antes de tudo é necessário comprovar a validade da proposta, o que será feito por cientistas do mundo todo, através de mil e um experimentos.

    O segundo é que o site Inovação Tecnológica não é uma fonte confiável, sendo famoso por apresentar informações erradas, embora não completamente inverídicas. Todo o cuidado é pouco e checar outras fontes, como o Physics World e o Apolo11, é bem aconselhável.


    []'s!
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    este site Apolo11 não conhecia, fiquei sabendo pelo post do Calion no outro topico, vou passar a acompanhar...

    Physics World vou procurar saber, mas pelo nome parece ser tecnico e especifico demais pra minha mente, vai fritar o que resta de cerebro...
     
  5. Ranza

    Ranza Macaco

    Tudo que eu acreditava está se desmoronando na minha frente.
    Não quero mais viver =D
     
    • LOL LOL x 1
  6. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Visualizei o marvin falando isto, hahahaha

    e assim, costumo citar com frequencia o site inovação tecnologica, porque acho um bom editorial, inclusive no resumo aos leigos, e considero bem confiavel inclusive por geralmente citar(e sempre que envolve algum trabalho publicado) a bibliografia...

    Mas claro, qualquer editorial esta passivel de erros e enganos!

    eu considero o site digno de uma confiança boa. :)
     
  7. Kurt

    Kurt El Doctor

    Se caiu uma maçã na cabeça de Isaac Newton, na minha acaba de cair uma melancia.
     
  8. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    E como é que vão ficar os Cavaleiros de Ouro agora?? :ahhh:

    Isso deve ser obra de Ungoliant. -q.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  10. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    A proposta de que o vácuo é permeado por partículas virtuais também não é nova.
    Toda a teoria de campos foi proposta justamente para incluí-las nos cálculos de quântica que no início do século passado ainda era tratado apenas utilizando um sistema com número de partículas pré-definidas.

    A suposição de que isso geraria correções a serem feitas na velocidade da luz quando atravessando o espaço é interessante.
     
  11. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Isso pega num ponto fundamental e desconhecido da natureza de sistemas importantes como os que são citados em teorias como a que fala das branas. Por exemplo, que tipo de excitabilidade ocorre entre duas branas a ponto de modificar mutuamente as propriedades dos campos e gerar um sistema diferente e organizado igual a um universo? Ou ainda, de que forma o vácuo entre as estrelas age como um freio para a luz mas se excita de forma diferente dependendo da fonte? Como medir a velocidade de forma confiável?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Vou demorar um tempo pra digerir essa notícia.
     

Compartilhar