1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vc Sabia? [22 a 28 de março]

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por VtBBC, 26 Mar 2010.

  1. VtBBC

    VtBBC Usuário de Castigo Usuário de Castigo

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    VOCÊ SABIA QUE...

    Cair Andros, pelo que conta a história de Tolkien, era uma ilha estreita em formato de navio, localizada no Anduin, cerca de 30 quilômetros ao norte de Osgiliath?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Na parte Norte, rochas aguçadas dividiam as águas do Anduin numa espuma borbulhante dando à ilha o seu nome. Cair Andros é coberta de árvores na maioria do seu comprimento. Localizada também a Este das terras de Anorien. Era mantida como defesa contra Mordor por Gondor, para prevenir passagens do Grande Rio, apesar de essas defesas terem cedido durante A Guerra do Anel.

    Por ser um ponto onde cruscial para uma possível tomada de Gondor, os Gondorianos levavam muito a sério sua localização, tanto que Amon Dîn, a primeira das colinas-farol, foi construída. Originalmente para avisar os cidadãos de Minas Tirith se Cair Andros fosse alguma vez tomada.
    Cair Andros foi fortificada durante o tempo de Turim II (2882-2914), a fim de impedir que as forças inimigas atravessassem o rio. As defesas de Cair Andros foram mantidas quando a Guerra do Anel começou.

    As defesas Gondorianas caíram a 10 de Março de 3019 (Terceira Era), quando Cair Andros foi invadida por um exército vindo do Portão Negro, onde o Rei Bruxo saiu de Minas Morgul com uma força de 6000 Orcs e Homens; derrotaram os defensores de Cair Andros e usaram a ilha para atacar Anórien, em uma tentativa de impedir que os Cavaleiros de Rohan (Rohirrim) de vir em auxílio de Gondor, apesar disso, depois da Batalha dos Campos de Pelennor, os Rohirrim perseguiram-nos e expulsaram-nos de Anorien.

    Depois da Batalha dos Campos de Pelennor, Aragorn com pena dos homens que estavam acovardados para marchar até o Portão Negro, enviou-os a retomar Cair Andros do inimigo e prendê-lo em defesa de Gondor e Rohan.

    Tolkien explica o nome da ilha nos apêndices de O Senhor dos Anéis: "... a ilha tinha o formato de um grande navio, com uma proa alta apontando para o norte, contra a qual a espuma branca do Anduin quebrou em rochas pontiagudas.”

    Fontes: O Retorno do Rei; Apêndice A de O Senhor dos Anéis; Apêndice B de O Senhor dos Anéis; The Thain’s Book – Islands – Cair Andros.

    *************************************

    Breve Explicação
    Sammath Naur é a expressão, traduzida do sindarin, que em português significa: Câmaras de Fogo, e trata-se de uma câmara localizada dentro das Montanhas da Perdição (Orodruin) onde Sauron criou o Um. É também nas Câmaras de Fogo que Frodo é finalmente sobrepujado pelo poder do Anel e o reivindica para si. E onde Gollum se aproxima e o ataca de novo, arrancando-lhe com os dentes o dedo em que está o Anel; então, saltando de alegria por ter recuperado seu Precioso, ele cai dentro do Fogo

    Fontes: A sociedade do Anel; O retorno do Rei; Silmarillion, Wilipedia e Thain’s Book.

    *************************************


    Breve Explicação
    “...Os Grandes Portões de Mordo olhavam para a Desolação do Morannon, um lúgubre e árido local onde não crescia vegetação alguma. Dois grandes montes estavam de frente para o Portão Negro além de charcos de lama e líquido oleoso que se se estendiam ante o Morannon, como um fosso. Atrás da Desolação do Morannon estava Dagorlad, a grande Planície de Batalha...”

    Fontes: Fórum Valinor, Tópido do usuário Erundur: “O Portão de Mordor e Carchost e Narchost”

    *************************************

    *************************************

     
    Última edição: 26 Mar 2010

Compartilhar