1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vaticano encobriu pedófilo que abusou de 200 menores surdos, diz jornal

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Roderick, 26 Mar 2010.

  1. Roderick

    Roderick Banned

    Vaticano encobriu pedófilo que abusou de 200 menores surdos, diz jornal


    Qui, 25 Mar, 04h40

    Redação Internacional, 25 mar (EFE).- As maiores autoridades do Vaticano, incluindo Joseph Ratzinger, que anos mais tarde se tornaria o papa Bento XVI, encobriram um sacerdote americano que abusou sexualmente de aproximadamente 200 menores surdos, segundo documentos obtidos e revelados pelo jornal "The New York Times".


    A correspondência interna de bispos do estado americano de Wisconsin diretamente ao cardeal Ratzinger, o futuro papa, mostra que enquanto os responsáveis eclesiásticos discutiram a expulsão do padre, a prioridade maior foi proteger a Igreja do escândalo, segundo o site do jornal.
    Os documentos procedem da causa judicial aberta contra o reverendo Lawrence C. Murphy, que trabalhou durante mais de 20 anos, entre 1950 e 1974, em uma escola para crianças surdas de Wisconsin.
    O arcebispo de Milwaukee em 1996, Rembert G. Weakland, enviou duas cartas informando a situação, e não obteve resposta do então cardeal Ratzinger, que dirigia a Congregação para a Doutrina da Fé, encarregada de estudar esses casos.
    Após oito meses, o segundo responsável à frente da doutrina oficial católica, o cardeal Tarsicio Bertone, atualmente secretário de Estado do Vaticano, ordenou aos bispos de Wisconsin iniciarem um julgamento cônego secreto que poderia ter terminado com a expulsão de Murphy do sacerdócio.
    No entanto, Bertone parou o processo depois que Murphy escreveu pessoalmente a Ratzinger dizendo que tinha se arrependido e estava doente.
    "Só quero viver o tempo que me resta na dignidade do meu sacerdócio", afirmava o padre na carta que enviou Ratzinger, já perto de sua morte, que aconteceu em 1998. "Solicito sua bondosa ajuda neste assunto", acrescentava.
    Murphy nunca foi julgado ou sancionado pela Igreja e até a Polícia e os investigadores de justiça se omitiram perante as declarações das vítimas, segundo os documentos em poder do "The New York Times", cedidos pelos advogados de cinco homens que processaram a Arquidiocese de Milwaukee.
    Em 1974, o sacerdote foi transferido pelo arcebispo William E. Cousins, de Milwaukee, à Diocese de Superior, no norte de Wisconsin, onde passou seus últimos 24 anos trabalhando com crianças em colégios, igrejas paroquiais e em um centro de detenção juvenil, segundo o jornal.
    O "New York Times" cita o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, que reconheceu que era um caso "trágico", mas acrescentou que o Vaticano não foi informado até 1996, anos depois que as autoridades civis averiguaram e encerraram o caso.
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eles eram surdos antes ou depois dos abusos?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Roderick

    Roderick Banned

    Os garotos ja haviam nascidos com problemas, acho que por isso esse tal padre fez essa barbaridade com as crinças...
     
  4. Kyra

    Kyra I am Jack's smirking revenge.

    O que eu vou dizer não deveria servir de desculpa pra esses monstros, mas eu acho que a existência do celibato é um grande fator de causa... E padres pedófilos já existem a centenas de anos... É que eu acho que com a exposição da mídia, fica mais difícil de encobrir...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Perdão, mas o que dizer então sobre os casados pedófilos? Eles não vivem no celibato.

    Mesmo sendo um crime, a pedofilia é um distúrbio, uma doença, assim como é o alcoolismo. Pode ser controlada, mas depende de tratamento específico - mesmo assim não se retira a responsabilidade do indivíduo pelos seus atos.

    O que digo é: para o pedófilo, o celibato (ou não) é irrelevante, pois não é isso que vai afasta-lo de seu desejo.

    Ainda, a pedofilia existe há séculos, e não se restringe apenas a padres. É interessante ver esta condenação generalizada apenas aos sacerdotes.

    EDIT:

    Trago um texto sobre pedofilia e celibato interessante:

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 29 Mar 2010
  6. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    É, mas essa "sexualidade exacerbada da sociedade moderna" é quanto à não oposição ao livro sexo consentido. O estupro, o assédio sexual e a pedofilia continuam sendo coisas execráveis para a sociedade.

    Então eu não vejo isso como fator que explique os abusos sexuais por parte de padres. Se não for o celibato, há alguma outra explicação, pois a meu ver, ainda sendo a minoria dos padres, parece que aí há algum acontecimento sistemático.
     
  7. Vinci

    Vinci Usuário

    HEUAHEAUHUAEHU cê tá insinuando que o padre fazia na orelha?
     
  8. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Concordo, privar o homem de sentir o calor de uma mulher não é para qualquer um, me priva desse desejo para ver se não farei coisas que a sociedade me condenará. Eu ficaria louco.:osigh:

    OK, então me dê respaldo bíblico para o celibato? Religiosamentes falando de acordo com o conhecimento Bíblico (e não psicológico) o celibato não é algo que Deus aconselhou, padres só fazem isso (erroneamente) por causa de Paulo que aconselha o homem a se casar apenas com Deus, Mas vai de contra a naturaza divina. A mulher é formada por parte do homem (costela) os dois unidos deante de Deus são um só:

    "deixa o homem pai e a mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne." GN. 2-24.

    Então porque a Igreja católica adota o celibato? Como eu já disse, a única explicação vem de Paulo (que segundo a igreja católica é o 2º Papa :lol: e pior, consideram Pedro como 1º Papa sendo que não há consenso de que ele foi alguma vez a Roma, para mim não passa de suposições) mas isso está completamente mal interpretado pela Igreja, Paulo diz:

    "Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher[...] Digo, porém, isso como que por permissão e não por mandamento. Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira, e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas que lhes é bom se ficarem como eu. Mas se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se." 1 Co. 7

    Em muitas partes desse capítulo Paulo deixa claro que esses conselhos é segundo a sua opinião, não a de Deus.

    Eu acredito que o celibato é um grande aliado para o homem tornar-se pedófilo, é da natureza do homem sentir atração pela mulher, pelo sexo oposto, privá-lo disso é trazer consequência desagradáveis.

    Se você diz que a podofilia é um distúrbio ou uma doença, para tal exige uma iniciativa, o homem não nasce pedófilo ele sofre consequências para se tornar um; até mesmo uma gripe não é causada do nada, existe um histórico e uma explicação para a gripe e justificativa para ela acontecer, assim como o alcoolismo.

    P.S.: Desculpe se fui grosso. :joinha:
     
  9. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    A única coisa que eu acho que todo mundo esquece é que ninguém é obrigado a entrar para o sacerdócio não? E quem entra sabe muito bem que atualmente o celibato é uma das regras. Se eu estou disposto a seguir determinada carreira eu sou obrigado a aceitar as normas que ela impõe. E se é pedófilo vai ser pedófilo sendo católico, luterano, budista, etc. Até mesmo sendo ateu.


    Ah, não vejo nenhum problema em gostar de um pezinho bonito...
     
    Última edição: 29 Mar 2010
  10. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Do mesmo modo que sabem que podofilia é errado mesmo assim praticam!
     
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Acho que é mais uma indecisão da sociedade.
    1 século atrás garotinhas de 12 eram prometidas a homens de 20, e aos 18 já tinham 6 filhos e mais 1 no bucho.


    E eu acho que celibato pode ter influencia sim.
    É que nem cachorro. Quando cachorro não cruza, aparecem uma caralhada de problemas.
    Não vejo porque no ser humano seria diferente.
     
  12. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Trago o trecho de um texto sobre o assunto bem a respeito disso (muito embora você mesmo tenha trazidos já alguns fundamentos bíblicos):

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pois veja que o fundamento não está apenas nas palavras de São Paulo, mas também nas de Cristo.

    Façamos assim, leia o texto a seguir, que é longo, mas traz um estudo bem detalhado sobre o assunto:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Mais um:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Tranquilo. :joinha:
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Kyra

    Kyra I am Jack's smirking revenge.

    Deixa eu me expressar melhor...Eu disse que é uma grande fator, não o motivo. Concordo que seja uma doença, mas ainda acho sim que o celibato piora a condição do índividuo. Existe qualquer outra profissão com tantas ocorrências de pedofilia?

    O problema é que nos Estados Unidos, por exemplo, a grande maioria dos padres não entra por vocação. Eles pertencem a famílias extremamente pobres, e com o dinheiro que ganham sustentam a família. É a mesma situação dos jovens que entram no Exército lá. O governo dá uma salário, além de pagar uma universidade. Por isso a grande procura por parte dos jovens de famílias pobres americanas. Nos outros países não tenho idéia de como o processo acontece...
     
    Última edição: 1 Abr 2010
  14. Raphael S

    Raphael S Desperto

    A diferença é que hoje elas não são mais prometidas já saem dando pra meio mundo mesmo, quando chegam a 18 muitas já prenderam um homem, se casaram e têm filhos. Aí elas começam a agir que nem criança tentando retomar a infância perdida e fazem mais caca ainda prejudicando as crianças que precisam da mãe por perto.

    By Raphael Silvério
    Devolution?
     
  15. Indu

    Indu MANDALORIAN

    Podemos então dizer que os meninos não ouviram nada a respeito disso!



    Cara eu esperava isso vindo do Vaticano, ficar encobrindo as cagadas de padres pedofilos!
     
  16. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Edrahil meu chapa, você acaba de me fazer morder a língua (modo de dizer), mas precisamos levar em contar que não é qualquer pessoa que é capaz de fazer o que Paulo e Jesus aconselha, eu por exemplo, não nasci para o sacerdócio (até porque minhas experiências atuais não permitem).

    Perdoe minha ignorância, minha falta de compreensão diante do caso, mas para ser sincero eu não gosto de acreditar que o homem é capaz de viver sem a mulher, e nem quero acreditar, já li a Bíblia duas vezes e não vejo outra finalidade da mulher na vida do homem que não ser sua parceira. Eu leio a Bíblia e a única coisa que entrar na minha cabeça tola é que a mulher foi feita para ser amada e respeitada pelo homem. Paulo deixa isso claro, Jesus idem, Moisés também.

    Eu não consigo viver sem a mulher. É através da mulher que a vida é gerada é "benefício da vida, que dá sentido à existência" que "amam com a força do coração" o que os torna menos suscetíveis a traição do que nós homens, que ser é esse que é capaz de nos aquecer como o sol em seus braços? Que transforma deserto em Oasis e lar em significado de paz (ou inferno:mrgreen:)?


    Kyra você tocou num ponto legal, vocação, nem todo mundo tem vocação para tal, vou deixá-los aqui o exemplo da minha família, hoje em dia isso não é mais permitido, mas na época de minha vó (nascida em 1915, hoje com 94 anos - 95 em dezembro e pelo estado dela vai chegar aos 100 tranquilamente), típica família nordestina, naquela época, dizia ela, toda família tinha que ter um padre, um médico e um advogado, mas o poder aquisitivo da família não permitia a formação de um médico e advogado, mas padre era certeza, um dos irmãos era escolhido para seguir a carreira santa, e ninguém perguntava se o garoto tinha jeito pra coisa isso era cultural naquela região do interior do RN. Somos seres humanos imperfeitos em atos (não somente nisso), podemos cometer erros até mesmo o Papa comete erros. "Que atire a primeira pedra aquele que nunca pecou", santo ele não é, pelo menos não para mim, não sou obrigado a concordar com a igreja e nem com o Papa e nem você em concordar comigo, mas quem sou eu para julgá-lo? E quem é ele para se dizer que é melhor do que eu. Somos todos iguais diante de Deus. Só porque o cara resolveu seguir a Deus não significar que ele seja melhor do os outros, Davi é considerado na Bíblia segundo o coração de Deus, vai sonhando que reis naquela época só tinha uma mulher, Salomão um de seus filhos escolhido por ele para lhe suceder, por exemplo, teve mil mulheres (nem ator pornô da conta do recado:hihihi:). Acredito que as vezes algumas pessoas têm a intenção de seguir o sacerdócio verdadeiramente, mas nem todo mundo homem consegue viver sem o sexo por melhor que seja suas intenções um dia ele pode ou não ceder.

    Eu vejo as coisas da seguinte forma: Você pegar um grupo de homens, alguns terão vocação para ter uma vida realmente como Paulo teve outros não, nem todos estão ali porque querem e outros acham que são capazes, minha família é um exemplo, tive dois padres na família um da parte da minha avó e outro do avô todos os dois não tiveram o livre arbítrio de escolher o sacerdócio, ambos falecidos. Dificilmente esses homens conseguirão iludir uma mulher para o sexo ou atraí-la para fazer a não ser que seja um deus grego (segundo minha irmã ela daria uns pega com o padre Fábio de Melo sem hesitar), mas nem todo homem nasce com o rabo vidado pra lua (desculpe a expressão) crianças se tornam alvo fácil para aliviar esses desejos, sexo é um desejo natural da vida, é a sua espécie tentando se reproduzir, sem esse desejo entramos em extinção. Mas alguns de você poderia perguntar, e a indústria pornográfica? Estão ai para satisfazer aqueles que quererem dar umas olhadinhas. Mas preste atenção, olhar aquilo que você quer só aumenta o desejo, todos nós sabemos que o homens se encanta pelo que vê a mulher pelo que ouve, isso não é uma regra geral, mas na maioria dos casos são assim.

    Então, como o Edrahil conseguiu mudar minha opinião sobre o celibato (pelo que Jesus falou, se você não tivesse colocado a citação de Jesus eu continuaria batendo na mesma tecla) a única solução que eu vejo para a igreja católica resolver esse assunto é tornar a seleção de padres mais rigorosa, não é qualquer pessoa que pode ser padre, levo isso em consideração a mim mesmo, você me mataria se me privasse do calor de uma mulher. Eu já provei da fruta, é bom, é gostoso, é lindo, é maravilhoso amar e ser amado, sexo é muito bom e aconselho a qualquer pessoa a fazê-lo. Eu quero morre pensando e sonhando que o homem é incapaz de viver sem a mulher eu prefiro ir para o inferno a viver sem uma, e por favor me dixar morre feliz.:lol: [ou ignorante]

    Sabe qual é o problema? O padre peca se confessa e tudo está resolvido,para ele continuar fazendo o que estava fazendo. Muito simples.

    P.S.: Ótimos artigos Edrahil, valeu! :joinha:
     
  17. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Perdão, mas de onde você tirou a informação de que com os sacerdotes ocorrem mais casos de pedofilia???

    O que ocorre é que quando ocorre com um padre há uma avalanche da imprensa. Mas e sobre tantas outras denúncias registradas?

    O que precisa se separar é a idéia de que o celibato leva à pedofilia. Se fosse assim, TODO PADRE SERIA PEDÓFILO, senão pelo menos a imensa maioria, e isso não ocorre.
     
  18. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Nem todo pedófilo é padre e certamente nem todo padre é pedófilo. E isso é obvio.
    (Almirante, podofilia é fetiche por pés e não é crime :kiss:)

    O que deve ser trazido a luz é o abuso contra crianças seja ele cometido por professores, pastores, padres, alissiadores, parentes ou qualquer outra pessoa. Esse tipo de crime é monsturoso, mas se torna ainda pior quando é cometido por alguém que tem autoridade sobre a criança, alguem de quem ela não tem como se defender nem contra quem ela possa recorrer, seja porque os outros adultos são cumplices, omissos ou não vão acreditar nela.

    No momento a igreja católica está em evidência porque uma cultura de silêncio está sendo quebrada. Se fizer uma pequisa vemos que esse é um problema que atinge outras instituições. Seja a prostituiçã infantil no Brasil ou os inúmeros escandalos de professore(a)s pedófilos nos EUA, só para dar dois exemplos.

    Entendo a indignação contra a reação fraca do Vaticano. Não acho que a igreja esteja dando uma resposta à altura dessa avalanche de denúncias.

    Ao que tudo indica a igreja realmente ocultou esse e outros casos. E isso tem mesmo de vir a luz, e quem ocultou também deve ser punido. Não importa quem seja. Não importa se era um velho quando foi descoberto, alguma coisa deveria ser feita em respeito às vítimas e porque a impunidade alimenta a cultura de silêncio e a incentiva que aconteçam outros monstros.

    Na época da eleição do atual papa, um emissora de TV da Inglaterra fez uma reportagem mostrando evidências de que ele realmente fazia pressão para que as vítimas de pedofilia não denunciassem padres agressores. Na época o assunto morreu.

    Honestamente eu acho bom que tem voltado agora. E torço para que traga à tona denuncias contra qualquer um de qualquer religião ou organização que cometa esse tipo de mosntruosidade.

    Edit:
    E aos 35 anos estavam velhas e acabadas, quando não estavam mortas de sifilis que seus adoraveis maridos tinham transmitido a elas, ou de tanto parir.

    Há 150 e cinquenta anos havia escravos e os senhores estupravam quem eles queriam entre suas "peças".
     
    Última edição: 5 Abr 2010
  19. ....e quem nunca soube que a igreja católica foi omissa em muuuuitas coisas pra não manchar a imagem de "igreja santa"??? u.u
     
  20. Kyra

    Kyra I am Jack's smirking revenge.

    A história do celibato começou por que na Idade Média o Vaticano não queria sustentar a família inteira de um padre, que por se ver no "bem-bom" chegava a ter várias mulheres e o triplo de filhos... A desculpa dada foi a que eles queriam fazer uma seleção mais rigorosa de quem entrasse no clero. A verdade é que tudo relacionado a Igreja Católica sempre foi relacionado ao dinheiro.

    Eu não disse isso. É legal ler também o que a gente escreve ao invés de se ligar somente a palavras isoladas. Parece que você só leu CELIBATO+PEDOFILIA. É óbvio que a pedofilia não é característica própria de celibatários ou padres.

    Chame de exposição da mídia e o que for, mas os casos são frequentes... Nos Estados Unidos a situação é pior, talvez por que o sexo lá seja mais banalizado. O número de casos não relatados é maior ainda. Óbvio que a imprensa vai expor, ninguém espera isso de um padre. Eles deveriam ser o exemplo de civilidade. Volto a dizer, não é o motivo. Até por que se compararmos o número de casos com o resto do mundo, o número de padres pedófilos é ínfimo. Mas, desvincular totalmente celibato imposto como agravante é, pra mim, viver no país das maravilhas. A pedofilia dentro da Igreja vem daqueles que não aguentam o celibato, e já que não podem se relacionar com homens ou mulheres sem fazer 'pecado', se sentem mais confortáveis em se aproximar dos considerados mais fracos...
     
    Última edição: 6 Abr 2010

Compartilhar