1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vampiros do Oriente

Tópico em 'RPG' iniciado por Barlach, 4 Dez 2002.

  1. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    Saiu recentemente Vampiros do Oriente (Kindred of the East) em português.

    Alguém já leu (o original mesmo)??? O que acharam??? Alguém já viu a tradução??? É boa??? Vale a pena ter???
     
  2. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Realmente, eu lembro que fui atrás de material há um bom tempo atrás, e não achei muita coisa.

    O que eu sei, é que os vampiros orientais são, de certa forma, mais "espirituais". Eles são diferentes dos Cainitas, tem poderes diferentes, e são comparados a verdadeiros demônios.
    Eu não sabia que havia sido lançado traduzido, vamos ver o que pode sair daqui.

    De qualquer maneira, visite a Playerstools que lá tem alguma coisa.
     
  3. mAlkAviAn

    mAlkAviAn Usuário

    depende de quem fez a tradução ja se pode determinar a qualiade do material :D ..... eu tinha lido algo a respeito, vo da uma procurada nessa tradução...
     
  4. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Os Vampiros Asiáticos são uma espécie complemente separada dos Vampiros Ocidentais. embora algumas mitos sejam similares aos Contos de Lilith, a segunda Cidade e a segunda Geração, eles não descendem de um Pai Mítico ou não possuem esse conhecimento.

    Eles são espíritos de mortais que morreram e retornaram com responsabilidades Kármicas, ressuscitando em seus corpos (ou em algum outro); o seu corpo é reanimado com as energias Yin e Yang, Morte e Vida.

    Nem todos os Cathayans bebem sangue, que para eles não passa de um receptáculo para o Chi, os Chih-mei. Os Cathayans sem o controle de seu PO (A Besta, em termos ocidentais) retiram o Chi da carne humana, os mais antigos retiram o Chi do meio ambiente.

    A energia da vida e da morte está fortemente ligada a ele. Se o vampiro armazenar mais energia da morte, ou seja Yin, parecerá um vampiro ocidental, caso contrário parecerá extremamente vivo.

    Eles também possuem um lado honrado e bom, o Hun, e a sua contraparte, o P’O, que constantemente o tenta (muito parecido com a Sombra dos Wraiths).

    Para controlar p P’O eles necessitam dos Dharmas, tipos de filosofia que lhes dita uma conduta a seguir (parecido com as Trilhas do Vampiro ocidental).

    Há diversos nomes para definir esses “vampiros” asiáticos: Wan Kuei, Dez Centenas de Demônios (termo mais antigos), Cathayan, Gui Ren, Povo Demônio (termo mais Comuns). No final da segunda guerra eles juntaram o prefixo japonês Kuei e o sufixo chinês jin, formando a palavra Kuei-jin com o intuito de parecer aos os olhos ocidentais que eles são unidos. Este é o termo mais comum hoje para identificá-los.
     
  5. Ptah

    Ptah Usuário

    Bom, pra falar a verdade já joguei Kindred Of The East... logo quando saiu... li o básico e tal... achei bom, bom mesmo. Os conceitos são intererssantes, e pra varias a WW chupinhou isso de lendas asiáticas mesmo... mas no final acabei preferindo só usar o livro the Hunters ( hunted ) deles que é muuuuuuuuuuuito bom! Ah! O by night de Hong Kong é fantastico também! Vale a pena ler. TRaduções? Bom, antes eu até as odiava, hj sei mais ou menos quem faz e não acho mais tão ruinzinha não.
     

Compartilhar