1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Outros Sistemas Vampiro: A MÁSCARA - Uma tentativa de linhagem...

Tópico em 'RPG' iniciado por Daewen, 12 Mai 2008.

  1. Daewen

    Daewen Elener

    Bom, gente...essa linhagem foi criada por mim num caráter totalmente experimental. Apenas eu joguei com ela, e me utilizei dos personagens criados como npcs. To colocando ela aqui pra vcs que jogam darem uma olhada. To aberta a críticas, sugestões, tudim viu? Gostaria mesmo que as pessoas que jogam a mais tempo que eu opinassem. Se cometi alguma loucura..plix me avisem...rsrsrs...

    No mais, valeu já por lerem...
     

    Arquivos Anexados:

    • Vampiro.doc
      Tamanho do arquivo:
      40 KB
      Visualizações:
      712
  2. Lune

    Lune Death .

    Dei uma olhadinha rápida aqui no trabalho.
    E pelo que li, achei um tanto interessante um tanto curioso.
    Eu lembro de ter visto sobre um clã que eram regidos pela fé, eram normalmente padres, freiras e etc. Não sei muito sobre eles não, mas pelo que me contaram tinha gente que criava histórias do tipo que o vaticano era controlado por eles e tal, tal.
    Dá para desenvolver uma história intrigante.
    Bem sobre essa linhagem que você criou, uma das únicas coisas que me chamou a atenção foi uma das diciplinas a pactus no nível 4 eu acho, que eles matam e perdem pontos quando atacam mortais com essa disciplina e faz com que o vampiro entre em frenesi, não sei... Pelo meu pouco tempo de jogo e algum tempo de narradora, achei que essa parte ficou meio a questionar.
    O resto eu darei uma lida melhor, e uma opinião melhor quando estiver em casa! :cerva:
     
  3. Elminster

    Elminster Usuário

    Achei muito interessante,

    mas precisa ter licença de um koldun para mexer na terra hehe :mrgreen:
     
  4. zannah

    zannah The Red

    Interessante....
    salvei no meu pc e assim q discutir com o pessoal q joga comigo, te dou a opiniâo da gangue toda!

    Abração!
     
  5. ordepiii

    ordepiii Usuário

    Para quem gosta de matrial não ficial, fica aqui minha contribuição.
    Feito por mim, não foi testado por players.
    Acho que queboru o paradigma do padrão de criação de disciplinas ao colocar níveis que se ampliam ao ampliar o nível global, por isso estaria fora do sistema.
    Veja por si só.


    Clã: Feras

    Diz a lenda que um Toreador se apaixonou por uma mulher gato, cuja beleza era impressionante. Numa forma de tentar trazer para si a sua amada, o Vampiro abraçou todos os parentes vivos da mulher gato. Dando origem a esta linhagem. Não são conhecidos feras com geração abaixo da nona.
    Toda vez que abraçar um humano que não seja parente de um metamorfo este humano irá morrer. O sangue só consegue gerar proles em parentes de metamorfos. Os carniçais dos feras vão adquirindo com o tempo características bestiais como os gangrel.

    Eles seguem a divisão familiar dos felinos e possuem disciplinas e fraquezas de acordo com cada linhagem.

    Disciplinas: Linhagem dos Felinae: Celeridade, Presença, Felinos; Linhagem dos Pantherinae ou Acynonichinae: Celeridade, Auspícius, Felinos; Linhagem dos Machairodontinae: Celeridade, Potência, Felinos.

    Fraquezas:

    Há três fraquezas dependendo da linhagem a qual pertence o vampiro.

    Linhagem dos Felinae: Bairrismo. Assim como os gatos domésticos o felinae se apegam a um território.

    Linhagem dos Pantherinae ou Acynonichinae: Eles possuem ferocidade de caçadores +1 na dificuldade de frenesi. E uma fascinação como a dos Toreador, mas apenas para pessoas com aparência 5 ou maior.

    Linhagem dos Machairodontinae: Eles são caçadores descendentes do extinto Tigre de Dentes de Sabre. E possuem a mesma fraqueza dos Brujah, uma fúria e violência incontroláveis.

    Nível um: pulo do gato
    Com este nível o personagem conseguirá pular mais alto ou cair sem se machucar e sempre em pé.
    Sistema: Ele poderá saltar dependendo do nível de felinos. Para queda sempre será reduzida a altura do salto.
    Nível um 3m, nível dois 6 metros, nível 10 metros, nível quatro 15 metros, nível cinco 20.

    Nível dois: Banho de gato
    Com este poder o personagem lamberá seu corpo ficando com isso mais atraente, no início e depois conseguindo curar feridas.
    Sistema: O personagem gasta um ponto de sangue e um turno se lambendo. Ele ganhará um dado adicional aparência e bônus de –1 na dificuldade de qualquer teste social, no nível dois de felinos, dois dados e –2 no nível três. No nível quatro ele poderá com um teste de inteligência + medicina curar os ferimentos de danos comum e letal. No nível cinco poderá curar inclusive danos agravados. É necessário estar em alguma das formas do nível quatro ou cinco para usar a cura.

    Nível três: Velocidade do gato.
    Com este nível o personagem terá sua velocidade de corrida ampliada.
    Sistema: é preciso usar um ponto de sangue para ativar o poder por uma cena. No nível três o personagem correrá o dobro do deslocamento, nível quatro o triplo e nível cinco o quádruplo.

    Nível quatro: Pequeno Felino.
    Com este nível o personagem poderá assumir a forma de um felino de pequeno porte. Um gato doméstico, um gato selvagem, um ou um filhote de um animal maior. Ele pode enxergar com pouquíssima luminosidade, mas não na escuridão total. Em caso de nenhuma luz, a orientação será possível pelos bigodes felinos, mas não será possível ver no escuro.
    Sistema: A transformação custa um ponto de sangue e leva dois turnos. A forma terá força -1, destreza +3, vigor +1, Percepção +2, Raciocínio +2. Bônus de 5 dados em furtividade. Nessa forma poderá atacar mordendo ou com as garras provocando dano letal por força. Por ser pequeno e ágil qualquer tentativa de ataque a forma felina está sujeita a +2 na dificuldade. São necessários dois pontos de sangue e mais dois turnos para voltar a forma original.

    Nível cinco: Grande Felino:
    Com este nível pode ser assumida a forma de um grande de felino.

    Sistema: o personagem gasta três pontos de sangue a transformação demora três turnos. Voltar a forma humana custa um ponto de sangue e mais três turnos. Todas as formas possuem garras que provocam força +1 de dano letal.

    Três formas são conhecidas:

    Tigre siberiano: Força +4 Destreza +3, Vigor +4, Percepção +2, Raciocínio +2. Além dos benefícios de visão e orientação sensorial do nível quatro ainda é possível absorver danos agravados com esta forma, velocidade dobrada.

    Pantera: Força +3 Destreza+3 Vigor+2, Percepção +2 Raciocínio +2. Além dos benefícios de visão e orientação sensorial do nível quatro, há um bônus de +3 em furtividade se estiver à noite e com pouca iluminação, velocidade dobrada.

    Guepardo: Força +3, Destreza +4 Vigor+2, Percepção +2, Raciocínio +1. Além dos benefícios de visão e orientação sensorial do nível quatro o guepardo tem velocidade triplicada. O Guepardo ou chita é único felino que não consegue retrair totalmente suas garras, ele as usa para aderência ao chão além da função de ataque.
     

Compartilhar