1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Uma Valinor de Mil Faces, Parte II - ARDALAMBION

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Artigos Valinor, 25 Jun 2005.

  1. Artigos Valinor

    Artigos Valinor Usuário

    Costumo dizer que Lingüística Tolkieniana é a última fronteira. Seria um dos últimos terrenos restantes dentro do todo da obra de Tolkien para um fã que já leu e discutiu de tudo, mas não é pra qualquer um pois, além de necessitar um certo conhecimento básico, depende de gostar, querer e ter tempo.</P>


    Em geral o "novato" (sem conotações pejorativas, ok?) chega um pouco sem noção do que é a lingüística tolkieniana, geralmente querendo traduções de nomes ou palavras, mas aos poucos vai se dando conta que as línguas não são mais um detalhe na obra de Tolkien e sim são o alicerce sobre o qual tudo se construiu e o porque tudo foi construído, "no príncipio havia o Verbo" é o começo do Evangelho de São João e também a base de tudo que Tolkien gerou.</P>


    Quando nos damos conta disso, um novo mundo se abre, um mundo um pouco pantanoso, de informações difíceis e no qual cada conquista é uma gema preciosa. E a principal mina de pedras preciosas lingüísticas é a Ardalambion (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) da qual 80% das informações são retiradas, inclusive a maior parte da seção lingüística da Valinor.</P>


    Por que não dar a ela um enfoque especial? Esse foi o pensamento que me veio à cabeça quando Tilion, que já fizera parte da Equipe Valinor, fez uma proposta nesse sentido. Ele já fora responsável pelas traduções lingüísticas da Valinor e agora tinha uma página que era a tradução plena da Ardalambion para o português (claro, tudo sob permissão). Então trouxemos a página para dentro da Valinor no domínio (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) que é uma das filhas mais recentes da Valinor (só não mais recente que a Durbatuluk).</P>


    Ainda temos muito a fazer por ela, inclusive estão nos planos uma melhorada nos sistemas computacionais da mesma dentre outras coisas, mas o leitor brasileiro, já familiarizado com a página em inglês, agora tem acesso à página em português, inclusive o curso de Quenya em 20 aulas, prontinho para quem quiser se arriscar pelos meandros dessa língua fascinante.</P>


    Enfim, a Ardalambion tornou-se parada obrigatória para aqueles que querem se aprofundar um pouco mais e entender o âmago da obra de J.R.R. Tolkien... uma proposta irrecusável, ahn? ;)
    </P>
     

Compartilhar