1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Um Planeta de Paz

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por LucasCF, 12 Jan 2009.

  1. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Era noite de natal e todos os seres vivos comemoravam. O bosque estava bem frio e escuro. Os animais celebravam o nascimento de Jesus de um forma peculiar. Um natal sem troca de presentes, amigo oculto ou árvores de natal.
    Eles acreditavam em Papai Noel; mas esse não era o velhinho de roupa vermelha que entrega presentes aos humanos. O barbudo dos animais, usava uma roupa branca, representando a paz. Esse era o melhor dia do ano para a maioria dos animais. Era um dia de paz entre as espécies.
    Os Leões daquele bosque — cujos pelos tinham coloração mais Amarelo-Claro do que Marrom-Escuro — que durante o ano todo eram orgulhosos, poderosos, amansavam um pouco, indo de reis da floresta para os mais bondosos dos animais naquele dia, fazendo tudo que pediam.
    Os Elefantes do bosque vizinho, vinham também para fugir do frio na orla da fogueira com todos os animais. Vinham para aquele bosque animais de todos os lugares. Alguns minutos depois do elefante e do leão, chegavam junto à fogueira, também os Rinocerontes, os Leopardos e os Búfalos. Completando assim o big five (grupo de animais difíceis de serem caçados).
    As Zebras e as Girafas, por algum motivo, vinham juntas até a proteção contra o frio. Os macacos vinham espreitando o lugar onde a fogueira fora colocada, junto de outros animais, vindos da floresta, de outros bosques, de outros continentes. Aquele bosque parecia enorme, com todos os animais existentes celebrando em um lugar só. Eles davam um jeito. Papai Noel dava um jeito. Nos dias de Natal, os animais viviam em paz, e sempre tinha espaço para mais um.
    O Natal era aproveitado muito, principalmente para presas dos grandes predadores. Naquele dia, ninguém sabia algo sobre cadeia alimentar. O Elefante nem tinha medo do Rato em um dia como o Natal.
    Aquela noite que vi, tinha quase todos os animais. Apenas um, eu não vi. Humano. Muito tempo antes de o Humano se tornar ganancioso, e achar que tinha direito de viver sozinho caçando a tudo e a todos, celebrando o Natal do jeito que quisesse, eles comemoravam todos juntos. Papai Noel resolveu que eles tinham que comemorar as noites de vinte e cinco de dezembro sozinhos, quando percebeu em que o ser humano estava se tornando. Com o tempo, vários rituais foram sendo inventados para o Natal dos Humanos. Mas só o Natal dos animais é que tinha paz. Mesmo com trocas de presentes, amigos ocultos, e árvores de natal, o homem continuava pensando só em si mesmo e no máximo em alguns próximos. Ao contrário dos animais, não cabiam todos em um lugar só, festejando. Aquele bosque não era uma maravilha de espaço. Mas os animais não são como os Humanos que só querem mais e mais. Papai Noel com sua magia, dava um jeito de colocar todos no Bosque do Natal.
    No natal, os humanos, não ficavam todos juntos. Papai Noel só entregava presentes aos humanos. A paz e a harmonia, ele entregava aos animais. Mas os presentes de que falo, eram coisas materiais. Nada mais supérfluo do que esses presentes. Muitas vezes não sobrava amor para os humanos receberem.
    Os “familiares” se juntavam em casa, em um resort, ou qualquer outro lugar. Aquilo aparentava ser harmônico. Mas na verdade, os humanos, mesmo os da mesma linhagem de sangue, da mesma árvore genealógica, apenas suportavam o próximo, na noite de Natal (exceto exemplos de família, em que existe amor verdadeiro). O espírito de Natal não conseguia derrotar o ego do ser humano. Seu individualismo sempre falou mais alto que toda àquela paz que estava abrindo mão.
    A última noite de Natal que houve na Terra, foi também a última noite da existência daquele planeta. Os animais se ajudaram naquele fim de mundo. E conseguiram sobreviver a destruição, por causa da paz que tinham nos corações naquele dia. Eu sei que está repetitivo, MAS FOI A PAZ QUE OS SALVOU. Os seres humanos morreram com ódio no coração, enquanto os animais vivem em paz todos os dias em um planeta maravilhoso.




    Isso foi só para treinar algumas coisas, pois acho que a história tá ruim. :D
    De qualquer jeito, posto aqui. :D
     
  2. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    quase

    começou a escrever ontem e já tá usando o tom de denúncia? cê não tá fraco não, mininu.

    só algumas considerações para as revisões:

    1. o correto é "sozinho"; vc escreveu 2x "sosinho".
    2. se cristo nasceu e morreu para salvar os humanos, pq só os animais se salvam?
    3. se o papai noel é humano, pq ele distribui paz entre os animais e não entre os homens?

    think about.
     
  3. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Ele distribuia entre todos. os humanos antes também iam para o bosque, mas depois começaram a mudar, se tornar diferentes. e papai noel não concordou. :D

    Os animais se salvaram, porque os humanos são assombrosos....


    ah, não sei responder direito essas suas duas perguntas :D
    a estória está horrível.
    e vou escrever certo meu próximo "sozinho"
     
  4. LucasCF

    LucasCF Usuário

    não entendi bem o "tom de denúncia". :D

    (burro)
     
  5. Sorel

    Sorel Usuário

    :tchauzim: eu aqui de novo comentando seus textos! =P
    daqui a pouco tenho que colocar algum meu, não? Para não começar a bancar o chato palpiteiro!

    Me impressiona sua criatividade! Em poucos dias já inventou duas histórias com argumentos muito bons! Não consigo ser tão "prolífico" como vc não, cara... Nem de perto =P

    Sendo direto: esse texto não me agradou tanto qto seus outros, como um todo, achei ele meio travado. Vc já tentou ler o texto em voz alta depois de pronto? Tente, mesmo. É um ótimo jeito de perceber em que pontos ele está um pouco complicadinho de entender.

    E vc gosta de escrever, pelo jeito? É legal ver que tem bastante gente interessada na escrita por aqui! o/

    Tô começando a me animar a postar algo, já =P
     
  6. LucasCF

    LucasCF Usuário

    heuheuhe posta sim.
    Eu gosto de escrever, tenho um blog... mas eu só escrevi artigos, e uma ou duas resenhas...
    aí eu mostrei pro JLM, ele deu várias dicas de escrita, e tá ajudando-me muito.
    aí ele disse que queria ver eu escrevendo ficção.
    gostei da idéia, e estou treinando. mas nunca tinha escrito ficção antes.

    vou seguir essa sua dica.
     
  7. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Gostei desse texto também Lucas.
    Mas o texto sobre o infeliz do Raul é melhor... :mrpurple:

    É, também achei isso.
    Às vezes é meio repetitivo e parece que falta umas vírgulas ou pontos...
    Mas o texto não é "horrível" não.
    Acho que é só trabalhar um pouco mais nele ou em outros novos. :sim:
     
  8. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Obrigado.
     
  9. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Aqui tb gostei do começo, só o final que vc antecipou..
    vc tem idéias legais :sim:
     

Compartilhar