1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eleições 2006 Um país dividido

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Meriadoc- O Magnífico, 25 Out 2006.

  1. Olá. Eu tinha ficado tentado a vir aqui abrir esse tópico na época em que terminou o primeiro turno, devido a umas opiniões perigosas que vi aqui e ali, mas demorei e talvez tenha perdido o timing, devido à evolução das pesquisas e o esfriamento desse tipo de discussão por aqui.

    No dia 29, iremos novamente às urnas escolher um entre dois candidatos, como temos feito desde 89 (tirando o ano em que o FHC ganhou no primeiro turno). Os candidatos fazem campanhas, vão a debates, exploram os erros do adversário, glorificam seus feitos em gestões anteriores, etc.

    O fato é que, não importa quem vença, estaremos vivendo em um país dividido.

    Ok, então vocês podem me perguntar: e daí? Não é o ue acontece sempre? Uma parcela do país vota em um candidato, e a outra parcela vota em outro. Uma delas tem que perder, e fica insatisfeita.

    A questão é que, ao menos pelo que eu me lembre, não houve outra eleição na qual o país ficasse claramente dividido desse jeito (se houve me lembrem :-P). Pelo que eu lembre, era até possível encontrar estados onde o candidato que perdeu vencia, mas não do jeito que é hoje, quando o país parece completamente dividido entre o sul/sudeste que vota no PSDB e entre o Norte/Nordeste que vota no Lula.

    Ultimamente, as coisas até mudaram no Sudeste, mas eu creio que elas são principalmente devido às camadas mais pobres de Minas Gerais e do Rio. Em SP e no Sul o Alckmin continua tendo a preferência da maioria.

    Eu não sei quanto a vocês, mas eu acho essa situação um tanto quanto perigosa. O fato é que nos últimos tempos eu tenho notado um grande desprezo (chegando muitas vezes a ser quase um "ódio") dos paulistas e sulistas pelos nordestinos, pobres, e negros em geral.

    Não que isso seja algo causado pelas eleições, afinal desde que eu entrei no orkut eu encontrei mais de 10 comunidades do tipo "eu quero que baiano se exploda", "foda-se o nordeste" ou coisas semelhantes. Mas o fato é que, com essas eleições, muita gente tem achado "justificativas" para se comportar assim, quase que como se tivessem uma "prova científica" que baianos, nordestinos e pobres são pessoas desprezíveis e merecedoras de insultos ou agressões físicas. As pessoas não precisam mais esconder esse tipo de preconceito, agora todo mundo pode falar aos 4 ventos o que acha da "cambada de cabeça chata analfabeta".

    Ou, como dizia um idiota no orkut "todo mundo tem preconceito com alguma coisa, o meu é com nordestino, que é um tipo de preconceito menos condenável". :|

    Ainda por cima, a mídia ajuda um bocado, com notícias e
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    da Revista Olhe, que estimulam o público que a revista quer atingir a ter um pensamento do tipo "que diabos é isso, é esse tipo de gente que vai escolher o presidente, eca, etc". O que eu mais vejo em comentários em geral, aqui no fórum mesmo ou fora dele, são generalizações do tipo "todo baiano é porteiro", ainda que "baiano" aí no caso seja um jeito pejorativo de denominar os nordestinos (e nortistas), que é um fato que mostra como as pessoas ainda tem preconceitos antigos e escondidos nesse Brasil. O que tem acontecido é que nessas eleições isto tem deixado de estar tão escondido assim.

    Aliás, eu sempre me entristeço ao ver que a maioria das pessoas que tem rejeição pelo Lula criou esta rejeição pelo fato dele ser "analfabeto", "bêbado" ou "desdentado", ao invés de se basear em atos do mesmo no governo ou em suas propostas, o que mostra como a sociedade brasileira é uma bela duma sociedade hipócrita e escrota. :clap:

    E sabe o que é pior? Muita gente por aqui passou a detestar paulistas e sulistas como em uma resposta aos insultos dos mesmos. E usando o mesmo tipo de generalização estúpida e preconceituosa. Eu acho isso uma merda, sinceramente.

    Eu não estou aqui querendo desmentir as pesquisas e dizer que o povo que vota no Lula é inteligentão e tal. São sim, pessoas mais humildes, que não tem o mesmo acesso à informação que nós temos e que se alegram com muito pouco. Aliás, o Lula tá se elegendo com o mesmo tipo de ação que o ACM sempre usou pra se eleger aqui na Bahia: dar alguma esmola aos que não tem nada. Eles agradecem.

    O que eu acho prejudicial é que, com o resultado dessas eleições, esse tipo de comportamente preconceituoso e racista se torne cada vez mais comum e menos "condenável" nas classes mais abastadas, principalmente em São Paulo e no Sul do Brasil. As pessoas agora acham que tem argumento pra ter opinões preconceituosas, baseadas em uma eleição que só serve de prova para o quanto que este país é desigual.

    E como diria a Regina Duarte, "eu tenho medo". Medo de ser hostilizado ao me mudar pra Belo Horizonte, medo desse "ódio silencioso" crescer ainda mais com o resultado dessas eleições.

    Enfim, acabou sendo quase que um desabafo, como o do Edrahil. :-P Comentem se quiserem, se é que tiveram saco de ler tudo...
     
    Última edição: 25 Out 2006
  2. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Esse tipo de pensamento preconceituoso poderá dar uma sobrevida a movimentos separatistas. Aqui no Sul houve, no início da década de 90, um grande rumor a respeito, com adesivos e coisas afins.

    Espero que não apareça de novo.

    E pelo menos o meu desabafo deu algum fruto ... um novo desabafo.
     
  3. Omykron

    Omykron far above

    bom, tomar comunidades do Orkut como referencia, e alguns casos esporádicos como uma verdade é um erro.

    Morei por 6 meses em salvador, e vi como é o pensamento do povo daquela região.
    Todos amam o Lula por ele ser o que é. Sindicalista, nordestino, ignorante e outros.
    Eu juro que de coração, vou sentir dó dos bahianos se o alckmin ganhar. Elegeram Jaques Wagner, numa das eleições mais "WTF?!" que eu já vi.
    Uma das coisas que eu aprendi morando no nordeste foi:
    Nordestino, no nordeste, é uma pessoa agradavel, legal e que cativa quem está lá.
    Nordestino que saiu do nordeste, foi para o sul tentar a sorte, vai pisar em quem quer que seja para conseguir.... isso é fato.

    Agora me diz o que o pessoal do sul tem contra os nordestinos? qual a birra além para com aqueles que sairam e tentaram a sorte?

    existia sim uma divisão interna a muito tempo, essa eleição só mostrou com maior fidelidade o que se passa no Brasil.
    As regiões que precisam de investimento no social adoram o Lula. As mais desenvolvidas não estão felizes com as decisões e posturas do nosso atual presidente e candidato a reeleição.

    No fim, a não ser que algo ecloda até sexta, provavelmente o presidente vai ser reeleito. E a divisão vai aumentar.
     
  4. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    A sua preocupação é bastante legítima Rafa, inclusive eu estudei um pouco ela na faculdade. Sabe, quando lemos um pouco sobre desenvolvimento, e tudo o que foi feito aqui, percebemos o quanto cagaram nesse país.

    Primeiro, o brasileiro tem que ter consciência de que é preciso sim investir mais pesado em regiões atrasadas. Como a nossa limitação é tremenda, isso significa um trade off, infelizmente. Tira-se de uma para colocar em outra. Essa preferência acontece em qualquer lugar do mundo, vide o que a Espanha/Portugal recebeu da União Européia para se adequar a fazer parte do bloco. Por isso, é primordial que se invista mais em regiões mais atrasadas, olhar pra elas com mais atenção, para se ter uma homogeneidade maior.

    O que você citou é uma das maiores características de países em desenvolvimento e pobre, que é criar a mesma relação centro-periferia que existe no mundo, para dentro do país, ou seja, ilhas de riqueza de um lado e bolsões de pobreza de outro, em nome de um possível desenvolvimento. A escolha de não se fazer uma reforma agrária aqui lá atrás nos anos 60/70, contribuiu bastante com essa situação.

    Agora, com relação às eleições, eu não acredito no aumento maior da divisão, até porque no Sul/Sudeste, muitos votam no Lula também. É claro que há um descontentamento geral, mas não podemos pensar que esse tipo de preconceito que você falou possa ser legitimado com uma possível vitória do PT ou do PSDB domingo. :tsc:
     
  5. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Não só concordo quanto acho que há um esforço em se acentuar essa divisão, Franklin Martins fez um bom texto sobre isso na ocasião em que o Estado de São Paulo publicou uma bizarra pesquisa mostrando que negros e nordestinos tem menos ética que brancos e paulistas.

    Mas não vejo o mesmo ódio e preconceito no sentido contrario, dos pobres para os ricos, até porque, por mais que seja chato admitir, a maioria dos eleitores do Lula não são politizados, votam nele porque ele esta no poder e as coisas estão bem, assim como foi votaram no FHC em 98 pelo mesmo motivo, grande sacada do Lula ao fazer o slogan "não troque o certo pelo duvidoso" porque o sentimento é esse mesmo.

    Edit: o texto do FM
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E preconceito no sul e em sp em relação a nordestino e pobre não é novidade né, só que agora eles tem desculpa pra vomitar esse preconceito, assim como os anti-semitas usam Israel pra vomitar preconceito contra os judeus (comparação tosca)
     
    Última edição: 25 Out 2006
  6. Eu acho que devido ao número de comunidades que cheguei a encontrar, e pelo número de usuários que elas tinham (algumas com mais de 3000, e a maioria deles NÃO RAM FAKES, eram profiles normais, de gente que entrava nesse tipo de comunidade como se estivesse entrando na comunidade "eu odeio acorda cedo"), são um bom termomêtro de como as camdas sociais mais altas de São Paulo e do Sul (que têm acesso à internet) pensam a respeito dos "baianos" aka nordestinos e nortistas.

    Sim, o povo apostou que o Lula vai vencer (até apoiado nas pesquisas) e votou nele em massa, ainda mais com o ACM detonando ele o tempo inteiro.

    Na verdade, uma das poucas vantagens que eu vejo no Lula e no Jaques Wagner vencendo é o Governo Federal lembrar que a Bahia existe. Sim, porque o Lula só lembrou daqui no começo desse ano. Em 3 anos de governo, não teve investimento de nada federal nesse estado, e eu só posso pensar que é pra sacanear o ACM, até porque Salvador foi a capital onde o Lula teve mais votos na eleição apssada.

    Gostaria de saber de onde você tirou isso. :|

    Que eu saiba, nordestino que vai pro sul/sudeste tentar a sorte passa por uma das duas situações:

    - Ou é pobre, na maioria das vezes do inteior, e acaba até arrumando um emprego, ainda que ruim, mas vai acabar enchendo os bolsões de pobreza de cidades como Sampa e Rio.

    - Ou estudou e está preparado pra isso, se destacando e chegando lá justamente por ser um dos melhores. O mercado do Nordeste se torna pequeno demais pra eles chamam a atenção das empresas do sul/sudeste.

    Sério, nunca tinha ouvido falar nisso de "pisar nos outros". Me explica porque é um "fato".

    Uma parte desses migrantes, como todos sabemos, não encontra o que esperava nessas cidades, e acaba se bandeando pro crime. É a realidade desse país. O problema é usar isso, esse número maior de nordestinos em camadas mais baixas de cidades grandes do Sul/Sudeste como um "dado científico" que prova que "nordestino, preto e pobre, é tudo ladrão".

    Sim.

    É isso que me preocupa, a legitimação do preconceito.
     
  7. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Isso me lembra quando Valdir Pires assumiu o governo da Bahia na década de 80, e ACM consguiu segurar recursos para o estado, com o intuito de derrotar seu adversário eleito.

    Isso é um dos motivos da vitória avassaladora de Wagner. Outra coisa que devemos levar em conta, é que ele tem grande prestígio, em virtude de seu bom trabalho como Ministro do Trabalho.
     
  8. Omykron

    Omykron far above

    mesmo assim, continua sendo o Orkut, aonde não se pode levar a sério algumas comunidades com perfis largados e outras frescuras.
    sem contar que são pessoas que acham engraçadas essas comunidades, ou simplesmente se sentem incomodadas com algum grupo social do norte/nordeste.
    mas como explicar que o wagner estava lah embaixo nas pesquisas 2 semanas antes da eleição?
    se o PSDB ganhar, a Bahia vai continuar como passou os últimos 4 anos. esquecida do governo federal.
    do que eu vejo de relatos do meu pai sobre os parentes da mulher dele.
    O Pai de um amigo meu, que é nordestino (pernambucano), mas não suporta nordestino.
    Porém, gostaria de ratificar o ponto de que, em suas cidades, os nordestinos são pessoas fantasticas, que não se deixam abalar com facilidade e sempre esperam o melhor, com uma paixão que é dificil de se encontrar no sul/sudeste/centro-oeste
    infelizmente acabei por generalizar com todos. não são todos, mas boa parte não pensaria em 2x em deixar alguém para tras para conseguir melhorar.
    infelizmente, sabemos que estes já estavam na beira da marginalização no nordeste (nas capitais ou no interior), e foram por desespero pela antiga (e batida) promessa de que a sorte grande está nos grandes centros do sul/sudeste e extendendo a algumas capitais do centro-oeste.
    esqueceram de avisar a população que cai nessa, que as oportunidades até para pessoas com estudos (3º grau, e etc) é dificil. imagine para alguém que (infelizmente) se encaixa no analfabeto ou no analfabeto funcional?
     
  9. Nénar

    Nénar Usuário

    Pearí, se vamos argumentar na base de exemplos, eu tenho 2 bons; nordestinos que conheci quando já moravam fora do nordeste e são gente finíssima: o Gildor e o Engethor. Ora, vc pode dizer que eu estou generalizando em cima de exemplos, mas eu acho que vc fez o mesmo. Não acho que exista base pra dizer que "boa parte não pensaria em 2x em deixar alguém para tras para conseguir melhorar". Não mais que a população brasileira em geral, já que tirar vantagem sempre que possível é uma lei nacional.

    Mas o problema aqui não é onde cada um mora, é a condição econômica. Por razões históricas e geográficas existe uma concentração maior de pobres no nordeste. A população mais pobre vota no Lula por causa das esmolas que ele deu durante esse mandato. Eu penso que "bolsa família" e "bolsa escola" são esmolas sim e que não levam a uma melhora de vida a longo prazo para a população que depende delas. É um paliativo.

    Confesso que fiquei irritada durante a apuração do primeiro turno quando a chance de ter segundo turno parecia pequena. Mas não é irritação com as pessoas que votaram no Lula em si, e sim com a falta de informação que levou a maioria delas a darem seu voto só para manter as coisas como estão, feito se por acaso as coisas estivessem boas (quem votou nele consciente do que estava fazendo, tudo bem. Cada um escolhe o que acha melhor).

    Mas aí vem o discurso que todo mundo já tá cansado... é preciso investir na educação, diminuir as desigualdades socias, melhorar a distribuição de renda.... Eu não sei é como isso pode começar a acontecer já que a maioria da população não tem acesso as oportunidades e vai continuar votando do jeito que sempre votou. O velho ciclo vicioso...
     
    Última edição: 25 Out 2006
  10. Esqueci de responder o Tisfê.
    Até porque regiões mais atrasadas que outras existem em todos os países, normalmente devido a causas que têm a ver com a história do país. Na Itália, o norte se desenvolveu por estar mais próximo dos Alpes e pela importância que Veneza e Gênova tinham como rotas para navios de carga. O Sul é menos industrializado que o norte até hoje, mais agrário e tal. E asim acontece em tudo quanto é país.

    Aqui no Brasil a gente sabe que tem a ver com o começo da industrialização do país, o ciclo do ouro de Minas, o café, etc e tal. Daí vem todos aqueles males que que você citou, os bolsões de pobreza e tal. Falhas de planejamento que não podem ser corrigidas mais, mas ainda podem ter seus efeitos reduzidos com investimento em regiões mais pobres, como você disse.

    Tá, mas foi o que eu disse, a maior parte dos perfis que eu vi eram de pessoas normais. Tinham vários fakes sim, mas na média que tem em qualquer comunidade do orkut. Algumas inclusive se queixavam nos tópicos porque tinham sido chamadas de preconceituosas e racistas em seus scrapbooks. :uhu:

    E eu não fico tranquilo imaginando que alguem entra numa comunidade dessas porque a acha engraçada. Ninguém entra em uma comunidade do tipo "Hitler é foda" porque acha engraçada, coisa e tal.

    É como já disseram aqui: o preconceito é algo que já existe há muito tempo, sendo algo conhecido por todos. O que essas comunidades do orkut mostram é como ele é mais "socialmente aceitável" do que eu imaginava. Por mais que seja o orkut, que sejam pessoas com fakes, enfim.

    Tipo, eu não acho que a população de São Paulo em geral pensa assim usando o Orkut como "prova", eu só acho que tem mais gente com esse tipo de comportamento do que eu esperava. Uma coisa é você fazer uma piada de baiano (às quais eu aprendi a achar engraçadas, em boa parte), outra coisa é entrar em uma comunidade que quer "limpar" São Paulo dos "baianos" (por baianos leia-se nordestinos, no caso dos paulistas)

    Do mesmo que se explicam algumas pesquisas que davam o Lula vencendo feio no primeiro turno poucos dias antes das eleições. :) :-P
    E o Wagner vinha crescendo nas semanas anteriores, de qualquer jeito.

    Olha, desde que eu acompanho as eleições pra governador da Bahia que eu vejo SEMPRE o candidato da oposição ficar com uns 7 pontos a mais do que as pesquisas previam, e nesse ano a coisa piorou devido ao contexto político. Eu não sei explicar exatamente porque isso acontece. Tem gente que diz que é porque o povo ainda tem medo de dizer que não vai votar no candidato do ACM em pesquisas. Tem gente que acha que eles pegam uma amostra pouco confiável. Tem gente que diz que é manipulação, pura e simplesmente, pra estimular o povo que vota na maioria a escolher o candidato do PFL...enfim.

    É um risco. Na verdade estava difícil escolher um candidato se baseando nessa questão da aliança governo federal X estadual, porque as duas eleições estavam meio indefinidas, então podiam haver várias combinações (4, na verdade)...

    O povão confiou que o Lula ia ganhar no primeiro turno e votou no Wagner. Ou nem tiveram esse raciocínio, simplesmente votaram no Wagner porque o Lula pediu. Ele anda com mais moral que o ACM no interior, atualmente, pelo visto...

    Bem, não é uma amostra muito confiável, como a Mari (Nénar) deixou claro no post dela. :-P

    Isso acontece mesmo. Na produtora onde trabalhei tinha um produtor que detestava baianos. Eu mesmo não gosto de várias coisas daqui, e é um dos motivos pra eu ir embora. Mas está longe de ser um comportamento geral.

    De resto, gostei da parte do "povo batalhador". :cerva:
    Não que todos sejam assim também, mas como o nordestino (principalmente o sertanejo) é um povo que já nasce enfrentando dificuldade até pra beber água, acaba sendo mais esperançoso e batalhador que o normal sim...

    Mas óbvio que aqui também têm playboys e gente que não dá a mínima pra nada, mais até do que eu gostaria... :-P

    Aí eu já não sei se é algo inerente ao Nordestinos ou aos seres humanos em geral.
     
  11. Omykron

    Omykron far above

    assim como você pegou dois bons exemplos, você pode pegar muito mais numa amostragem de grupo do que eu falei. infelizmente é algo que eu vejo. é muito mais facil você encontrar um gaúcho mais receptivel a ajudar numa região de metropole sul/sudeste/centro-oeste do que um nordestino. e não é apenas "bahianos", posso estar generalizando, mas quem nunca passou por uma situação dessa?
    e eu não nego. exagerei pq sei do que já vi, ouvi e vivi.
    não sei se você saberia, mas eu sei porque eu vi parentes (tios) da mulher do meu pai em são paulo, do interior da bahia (snme, camaçari), que pisavam num dos irmãos da mulher do meu pai.
    calma ai, parente e os caras destratavam? posso tar generalizando, sei que não são todos, mas o pior foi ouvir da boca desse mesmo tio que era para "ele ver como era são paulo"...
    mas ai é que tá. o pai desse meu amigo tem doutorado, os tios da mulher do meu pai tem nivel superior e agem quase que da mesma forma. eu acho isso estranho. pode ser por estarem "batidos" na vida, mas isso não da o direito de reagir assim, o que só alimenta o ciclo vicioso.
    mas detalhe, o bolsa escola do cristovam em brasília DEU resultado. snme 100% das crianças em escolas, sem evasão por quase 4 anos.
    o governo federal destruiu a idéia elogiada pelo unicef e criou o bolsa família, que nada mais é que esmola.


    eu fiquei mais angustiado em saber se seria a mesma ladainha por mais quatro anos, ou teriamos ao menos uma oportunidade de ver lula se passando pelo fhc e o geraldo falando do dossie.

    mas ai é que tá. para alguns, isso é "socialmente" aceito. é certo? de longe não é. mas foram educados com esse pensamento.

    mas é o orkut, tem gente que entra em algumas pela foto ser engraçada...
    em algumas regiões e em uma faixa etaria (lembro de ter escutado basicamente no chamado problema da terceira geração, tanto no brasil como nos EUA).
    horas, veja em tais comunidades a média da faixa etaria dessas pessoas. não mais que 30, e mais que 15.
    como eu disse, isso é um pensamento de uma geração, que infelizmente vai ter poder, alguns vão esquecer e serem felizes com uma mentalidade muito superior, outros vão ser os mesmos mesquinhas de sempre.
    eu não sei, acho que deve ter chegado a época dos que são contra o "carlismo" começar a mostrar voz, ou pode ser simplesmente pq as réplicas do ACM tiveram mais efeito que as acusações do lula para cima do ACM e do seu hamster, opa, neto.
    não consigo entender tb a cria (velha) do acm, joão durval indo para o senado.
    deveriam era enterrar ele num mausoléu.
    infelizmente, no brasil, a politica é sempre revanchista.
    o PT caçou os inimigos dele, ignorou os que estavam nos governos.
    o PSDB o fez, o PFL o faz, e todos fazem.
    92942021/33281782
    O povão confiou que o Lula ia ganhar no primeiro turno e votou no Wagner. Ou nem tiveram esse raciocínio, simplesmente votaram no Wagner porque o Lula pediu. Ele anda com mais moral que o ACM no interior, atualmente, pelo visto...[/quote]
    mas isso não explica a votação expressiva no ACMH (ACM Hamster :hanhan: vulgo acm neto) ou do joão durval.
    no sul, principalmente no RS, é mais visivel o bairrismo. eles não aceitam alguem de outro estado fazendo o trabalho de um gaucho.... não da para entender muito bem o pensamento geral do brasileiro sem segregar regiões e etnias
    e normalmente os filhos que conseguem sair do estigma de cangaceiro ou roceiro e vence, sem passar por cima de alguém, é ainda mais esperançoso em ajudar outros. pelo menos foi o que eu observei...
    vc não viu em brasília...:tsc:
    mas é mais visivel, eu diria.
     
  12. Gente, "baiano" não tem H. :mrgreen: (e não foi só pro Omykron, volta e meia vejo amigos meus escrevendo "bahiano". =P)

    Estou resumindo a resposta pro tópico não ficar complicado de acompanhar.

    Ao que me parece, você utiliza uma situação pessoal que presenciou na sua família e com amigos da sua família para determinar este "fato" de que os nordestinos que saem do nordeste passam a pisar em todo mundo pra ganhar respeito.

    Pode até ser que essa tendência exista mesmo, justamente por ser um povo que apanha quando chega nessas cidades, descontando nos outros quando têm a chance. O fato é que, como diria o Roberto Justus, "Saõ Paulo é uma selva". :mrgreen:
    Não é qualquer um que chega lá (e em qualquer outra cidade grande, no caso de ser alguem do interior) e aprende a se virar rápido. A maior parte se fode feio. Daí pelo simples instinto de sobrevivência passam a apelar pra tudo, desde passar por cima dos outros chegando até apelar para o crime.

    Mas eu não concordo que esse possa ser considerado um comportamento geral, simplesmente me baseando nas informações que você tem. Talvez, exista uma tendência, mas não uma "regra".

    Enfim,
    Eu respeito sua opinião e acredito que você tem motivos fortes pra mantê-la, mas discordo da mesma. :)

    Voltando ao assunto do tópico:

    Esse é justamente o problema na minha opinião, o fato disso ser socialmente aceito, devido ao fato desses jovens serem educados assim desde o berço.

    Eu me lembro de ter ouvido piadas de negro de gente da minha família quando era menor, isso cria uma mentalidade falsa na cabeça da pessoa. Basta ver os meninos palestinos e israelenses sendo educados pra se odiar desde cedo. Isso sem falar nos homossexuais, que ainda são "proibidos por lei" em muitos países desenvolvidos, então fica mais fácil ainda incentivar o preocnceito. É uma merda, parece que esse tipo de coisa nunca vai acabar, só piorar.

    Até porque essa é a faixa etária da imensa maioria das pessoas que estão no orkut. :think:

    O que eu notei em geral nessas comunidades era que as pessoas tinham verdadeiro "nojo" por gente pobre, negra e mal vestida, mas aparentemente, falar mal dessas pessoas nestes termos pegava mal, então elas diziam que não gostavam de "baiano", que era algo mais aceitável entre eles.

    Eu entendo e concordo contigo que orkuts, blogs e coisas de internet não devem servir como base pra provar nada, mas eu fiquei imaginando (baseando-me no que vi nessas comunidades e em outros sites da internet, até mesmo aqui no fórum) que os jovens de classe alta de Sampa, morando em seus condomínios caros e estudando em seus colégios particulares de primeiro mundo, devem ter este tipo de racicínio e devem falar dessas coisas como algo natural (do mesmo jeito que os argentinos acham perfeitamente normal chamar a gente de "macaquito"), o que é uma merda.

    Claro que eu sei que isso não vai acontecer com todos os jovens ricos de São Paulo, mas é uma tendência que está lá, infelizmente.

    Nem eu!!! :| Votei no Imbassaí, do PSDB (o que foi um golpe pra mim), só pra não ver essa múmia no senado representando a Bahia. :blah:

    Porque pra deputado a coisa é diferente. Governador tem todo aquele tempo no rádio e na TV pra espor o que pensa, e convencer o povão, deputado aparece muito rápido, os mais conhecidos têm vantagem. Nego não sabe em quem votar, vota em quem já conhece, mesmo não sabendo bulhufas do que ele fez na câmara ou na assembléia legislativa.

    E aqui na Bahia (e no nordeste em geral), a imagem ainda faz MUITA diferença, porque os mais votados foram os mesmos de sempre. ACM neto, Geddel, Jutahy....uma cambada de safado. ¬¬

    Pra estadual o que teve mais votos foi um bispo da universal (PL) e a mulher do atual prefeito de Salvador, entre um monte de gente conhecida do PFL e PT.

    Tem um amigo meu que morou aí, ele comentou bastante a respeito. Pela quantidade de gente rica que tem em Brasília, dá pra imaginar.:blah:
     
  13. Fafa

    Fafa Visitante

    Última edição por um moderador: 26 Out 2006
  14. Oi. Ah, eu não acho que essa vantagem mínima no Sudeste mude as coisas. Ela existe graças à parcela mais pobre da população de Minas e do Rio de Janeiro, e aos redutos petistas no interior de São Paulo.

    A propósito, eu tava olhando um vídeo no YouTube que mostra a pancadaria que aconteceu ontem na Fonte Nova, e encontrei esse comentário:

    Eu achei engraçado, porque demonstra exatamente o que eu tenho falado nesse tópico.

    Obviamente, a reação nos comentários posteriores é imensa, inclusive de paulistanos reclamando do comentário (o que mostra o óbvio, que não é todo mundo que tem esse tipo de pensamento em São Paulo e que não se pode generalizar por causa de orkuts e comentários de YouTube. Mas eu ainda acho que tem mais gente pensando assim do que era de se esperar....não é só "um ou outro" idiota não. Alás, eu acredito que deve ter gente aqui mesmo no fórum que pensa igual...)

    Aliás, alguns dos comentários mostram o revanchismo que já se criou entre nordestinos e sulistas por conta disso.

    Coisas do tipo:
    Ah, os outros comentários estão aqui, pra quem quiser ver:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 29 Out 2006
  15. Omykron

    Omykron far above

    uma jujuba que o mlq que comentou isso deve ter seus 20 anos, estuda numa faculdade particular, e toda sexta e sabado sai com os amigos para a "naite" e gasta uma nota.
    o carro dele também deve ser mantido pelo pai.
     
  16. :rofl:

    Certo, muito provavelmente. :lol: O problema é que igual a ele, tem muitos...mais do que eu imaginava que existiam antes de achar a internet. Alguns nem precisam andar no VW Golf do pai pra achar isso, é aquela coisa passada "de pai pra filho", saca? Não é um caso isolado...

    É meio igual ao preconceito com negro em determinados lugares...ninguém assume que tem, mas muita gente fica desconfortável ao andar em ônibus com um negão do lado, desvia o caminho ao ir em direção a um negro em uma rua, faz piadinhas entre amigos do mesmo círculo social, etc...a velha hipocresia.

    Então, esse preconceito com nordestino a galera até assume mais na boa, como comentei nos posts acima. É Lamentável.

    Além do que, se ele é filho de rico, provavelmente é alguém "impotante" e vai estar no comando de alguma empresa algum dia, ensinando esse tipo de coisa pro filho dele, etc.

    Na verdade, eu to me repetindo e não sei mais se essa discussão leva a algum lugar, até porque ficamos só nós dois falando a respeito, mas enfim. Acho que só eu mesmo me preocupo com isso. :-P
     
  17. Litzhel

    Litzhel Delirium

    Com todo o respeito à discussão de idéias, eu não li o tópico todo não. Só vim para dizer uma coisa.
    Em 2002 Santa Catarina foi o 8º estado onde Lula foi mais bem votado, com mais de 64% dos votos, ficando por pouco atrás do 4º (mais bem votado no Rio de Janeiro, 78%). O mesmo venceu a maioria absoluta das eleições que concorreu no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

    Não acho correto que digam que sulistas votam em Alckimin por um possível pré-conceito. Caso isso fosse verdade, não teria acontecido o que eu citei. Cada região é tratada de forma diferente e com prioridades diferentes, e é comum que elas sigam uma mesma linha de prioridade de propostas, mas isso não pode ser usado como base de nenhum tipo de argumento generalista ou preconceituoso.

    Isso não quer dizer que o pré-conceito não exista, mas faz parte da conduta e ética de cada pessoa, e ela ser de uma certa região do país não é a explicação para isso. Sinceramente.

    Enfim, era só isso.
     
  18. TT1

    TT1 Dilbert

    O Merry foi profeta. Tanto a Veja como a Istoé deram capas à divisao do país.

    Vou ler e depois eu coloco a opinião aqui, mas vejo sim, claramente uma divisão vindo por aí.
     
  19. Mas Ba, eu não quis dizer exatamente que as pessoas do Sul votam no Alckmin por preconceito ou algo do gênero (apesar de ter muita gente que não vota no Lula só porque ele é "analfabeto").

    A minha questão neste tópico é simples: tem muita gente aí usando o fato do Lula ter vencido a eleição graças ao Nordeste como uma "prova" que nordestino são "inferiores", preguiçosos, burros, ou qualquer coisa do tipo (como o cara do comment que eu citei acima). Usando o resultado das eleições como algo que legitima o preconceito. Algo que torne "bonito" falar mal do povo daqui.

    Mas eu estaria sendo tão preconceituoso quanto essas pessoas, se estivesse achando que TODAS as pessoas do sul/sudeste acham isso. E olha que já tem gente aqui que pensa assim, generalizando tanto quanto estes grupos daí o fazem, uma tristeza...

    A questão é que existem alguns grupos no Sul e Sudeste, especialmente em São Paulo, que cultivam este tipo de pensamento preconceituoso e racista. E eles não são grupos pequenos e isolados não...eu me arrisco a dizer (sem provas, admito, apenas me baseando no que eu vejo as pessoas comentando em diversos lugares) que uma parte muito grande das pessoas das classes mais altas de grandes centros urbanos como Sampa têm um pensamento parecido com esse.

    É gente que simplesmente não gosta de pobre. E como uma parcela considerável dos pobres de São Paulo (e do Sul/Sudeste em geral, mas São Paulo principalmente) é nordestina ou decendente de nordestinos, eles generalizam a coisa toda.

    Mas não, não quis dizer que todo o sulista/paulista é preconceituoso e vota no Alckmin por conta isso. :-P O fato deles votarem no Alckmin ou em quem quer que seja não é algo importante pra mim, e sim o fato de alguns grupos dessas regiões utilizarem as eleições como algo que legitima o preconceito, seja quem for o eleito. Alguns grupos, lembre bem.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    (azul: estados onde alckmin vence; vermelho: estados onde lula vence)

    No primeiro turno a coisa era ainda mais dividida, o Alckmin perdeu muitos votos no segundo turno.
     
  20. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu mesmo credito 50% do ato de eu não votar pra ele por isso sem medo.

    Afinal tem gente de bem que estuda a vida inteira e rala pra passar num vestibular num concurso público e um mané desses que nem sabe falar nosso idioma direito, se expressa com a boca como se fosse um troglodita chega a presidência queimando umas vinte etapas. Não dá. Democracia sim, mas não exagera senão vira anarquia...

    Já os demais 50% porque esteve em cana e as bardenagens e cagadas que ele aprontava aqui no ABC nos tempos de peão de fábrica, só que todo esse passado negro dele que só quem viveu aqui nesta região sabe é abafado graças a enorme ignorância do povão que solta rojão por essa esmola eleitoral chamada bolsa-familia.

    Enfim cada país tem o governante que merece e como o Brasil ainda é um atraso de vida é merecido.
     
    Última edição: 30 Out 2006

Compartilhar