1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Um livro não é, de modo algum, moral ou imoral. Os livros são bem ou mal escritos."

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Wamba, 3 Jan 2008.

  1. Wamba

    Wamba Usuário

    Oscar Wilde, em um prefácio, concatenou tudo o que penso a respeito da escrita, justamente, seus pensamento, reflete o título do tópico:

    "Um livro não é, de modo algum, moral ou imoral. Os livros são bem ou mal escritos. Eis tudo".

    Ora, um livro bem escrito, por pior que seja o seu conteúdo, quando escrito em de forma concreta, polida e dinâmica, pode conquistar uma gama de leitores. É isso que acontece, por exemplo, com o "estórias" de conteúdo simplório que se fazem a reflexão de toda uma geração. Vejam Goethe, ao escrever Werther, consegui sensibilizar uma porção de fãs, os quais, até mesmo chegaram ao suicídio.

    Portanto, se bem escrito, o livro merece louvores.

    De qual livros se lembram, com uma temática, aparentemente pobre, mas rica em palavras?
     
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Re: "Um livro não é, de modo algum, moral ou imoral. Os livros são bem ou mal escrito

    O problema é que normalmente é o inverso: o livro é mal escrito, apesar de ter uma historiazinha divertida.
     
  3. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Re: "Um livro não é, de modo algum, moral ou imoral. Os livros são bem ou mal escrito

    Quando li o tópico, lembrei de "Recordações da Casa dos Mortos" do Dostoievski.
    Agora, pensando bem, acho que a história boba mais bem escrita (que eu já li) é "Dom Casmurro".
     

Compartilhar