1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Um Grande Garoto (Nick Hornby)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 28 Set 2010.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Quando você se encanta por um livro de um autor, normalmente a experiência da leitura de um segundo título não é tão boa. Aquela coisa: seus personagens favoritos não estão lá, a história é outra. E mesmo que Um Grande Garoto tenha sido meu segundo livro do Hornby, conseguiu passar muito bem no teste sendo uma leitura boa mesmo após a paixão por Alta Fidelidade.

    Falando nesse livro, é bom deixar claro logo de início: não tem nada a ver com Alta Fidelidade. Ok, tem uma brincadeira para os fãs do livro. Em dado momento o personagem dá uma passada na loja de discos do Rob. Mas para por aí. Talvez a única coisa em comum entre os dois livros seja o fato de que bem, Nick Hornby é excelente na hora de criar personagens com traços típicos de "perdedores", digamos assim.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. L. Mob

    L. Mob Usuário

    Foi o mesmo sentimento de ler Slam depois de Uma Longa Queda. Em termos de personagens tipicamente perdedores, só o Mutarelli supera o Hornby. No entanto, os perdedores do Hornby geram empatia e (temo em dizer) rola uma identificação.
     

Compartilhar