1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Um Ex Chefe Muito Chato

Tópico em 'Fanfics Tolkienianas' iniciado por Tar-Mairon, 13 Abr 2016.

Tags:
  1. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Em algum lugar das Montanhas Nebulosas, por volta de 500, Segunda Era.

    "Acorde, preguiçoso! A ação o chama!", grita alegremente Sauron por telepatia ao último dos Balrogs.

    "C...! De todos os inconvenientes de Arda, justo quem tinha de aparecer...", responde em tom sonolento e contrariado o Balrog.

    "Você se esqueceu com quem fala?", pergunta Sauron de forma severa.

    "Eu falo com um Maia de uma estirpe muito superior à minha e com um EX superior hierárquico meu." retruca o Balrog de forma debochada e prossegue "o senhor, meu EX superior hierárquico, permitiria que eu lhe fizesse uma perguntinha?"

    "Vá em frente.", diz Sauron com voz entediada.

    " Que fim levou o Mestre?"

    "Foi capturado, julgado e executado e agora seu espírito vaga impotente pelo Vácuo.'' é a resposta, com uma voz mais entediada ainda.

    "Isto não me surpreende. E também não me surpreende que você tenha escapado. Parabéns, meu caro. Sempre admirável. Deve ter sido moleza para você passar o rodo em Eonwë.", diz o Balrog em um tom bem mais respeitoso e amistoso, Sauron se limita a dar de ombros, porém sua expressão torna-se quase alegre.

    "E se você está aqui me oferecendo um emprego é porque os Valar mandaram a Terra-Média mais uma vez à m..., acertei?", o Balrog indaga.

    "Sim, é isto.", responde Sauron de forma seca.

    "Agradeço pela lembrança, mas não estou interessado na vaga. Só há uma coisa que me interessa em Arda hoje em dia e esta é o repouso.", diz o Balrog de forma gentil.

    "E pensar que vocês, Balrogs, tinham a reputação de vidas loucas...", retruca Sauron de forma desdenhosa.

    Daí, o Balrog responde com raiva:

    "Mairon, você foi criado chato assim mesmo ou fez algum curso para ser deste jeito?

    PQP!

    Dizem que todo Maia, que consegue chegar ao topo da carreira, se torna um mala sem alças. E você, que chegou ao topo com dois Valar, se tornou um mala sem alças em dobro!

    Cara, eu já tocava o terror quando você ainda era o todo caretão gerente geral das Forjas Aulë (Marca Registrada), eu vi os meus irmãos caírem em combate, e eu mesmo fui ferido, enquanto o Mestre definhava porque usava a sua força vital para contaminar tudo o que existe nesta p... chamada Arda, em vez de usá-la em auxílio a quem lutava por ele.

    Não era você que dizia que devemos ser tudo o que pudermos ser?

    Pois bem, tudo o que eu posso, e quero, é ser um Balrog indolente e em completo repouso.

    Mairon, eu quero sossego."

    E o Balrog continua, porém mais calmo:

    "Não me entenda mal, respeito muito a sua competência, se não fosse por você, a última guerra não teria durado um décimo do que durou e tenho certeza de que você vai brilhar. O palco é só seu, cara, mande ver.

    Um dia, em uma era ainda muito distante, talvez possamos nos associar de alguma forma, mas não hoje. Hoje, você sabe o que eu quero.

    Diga à Thuringwethil que eu lhe mandei um beijo e vá fazer História.

    E, aproveitando a sua visita, eu vou me mudar para o lugar mais profundo que houver nesta b... de cordilheira e ai do fdp que me acordar."

    Sauron, sem conseguir deixar de rir, pensa:

    "The show must go on."

    Trilha sonora:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    THE END

    .
     
    Última edição: 14 Abr 2016
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar