1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Um barquinho de papel no meio do oceano

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Jacques Austerlitz, 12 Mar 2010.

  1. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    UM BARQUINHO DE PAPEL NO MEIO DO OCEANO
    (ou O farol)






    Você costumava reclamar que a vida era demasiado corrida.

    E eu levei um tempo para perceber que era assim mesmo que você gostava que ela fosse.

    Viver correndo e conhecendo pessoas novas, e alocando essas pessoas na sua vida - preenchendo os espaços daquelas que não estão mais lá -, até conhecer novas pessoas novas e substituir as velhas pessoas novas e, então, tirar disso tudo aquelas que permanecem; essas ganham um cantinho no seu mural e um bocadinho de convivência diária.

    E eu mal consigo acreditar que permaneci por tanto tempo.

    Por fim, um dia eu achei que lhe entendesse; achei que eu soubesse de você tudo o que precisava.

    Mas nós estávamos perdidos, sozinhos, em lados opostos de um oceano.

    Eu mal consigo acreditar que permanecemos por tanto tempo.

    E àqueles que me perguntarem se creio que um amor possa perdurar por toda uma vida, hei de responder:

    - Certamente!

    (Depende apenas do tempo que você viver).

    Então, um dia você me disse que eu havia nascido no mundo errado.

    E eu mal consigo acreditar que permaneci por tanto tempo.

    Os radares e os sonares não parecem funcionar;

    (Acho que estamos naufragando).
     

Compartilhar