1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ui, quebraram a santa

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por JLM, 29 Jul 2013.

  1. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    li a matéria e achei os argumentos interessantes.



    (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )
     
    Última edição: 29 Jul 2013
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Para termos um outro contraponto de um pensamento também feminista, e mais próximo de minha opinião:

    Como disse no Facebook, questionar a igreja e a religião é sim um ato sempre válido e até mesmo necessário. Mas a partir do momento em que ele passa a ser uma forma de ofensa pessoal, quando ele busca ser uma destruição... Não dá pra simplesmente dizer "Ui, quebraram a santa". Esse tipo de raciocínio é o mesmo que vê a mulher como um mero utensílio sexual -- ou que liga uma saia curta à permissão para o estupro. É um raciocínio que nega a subjetividade inerente a toda esfera suprapessoal (vish, falei bonito). O mesmo que faz, por exemplo,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ser demolido de forma cínica, como se ele se limitasse a uma propriedade -- ou como se o ato de se possuir uma determinada propriedade implicasse em exclusão automática do Outro em sua esfera relacional (vish, falei bonito de novo): isto é, comprar um terreno com um casarão histórico e querer dizer, de forma simples, que ele é seu e de mais ninguém.

    Enfim.
     
  3. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    "posso n concordar com a sua opinião mas defenderei até o fim o seu direito d exercê-la", disse o arouet, e eu sou a favor da frase, pelo bem ou pelo mal.

    pessoalmente ñ concordo em quebrar imagens, nunca faria isso, e como disse a autora do 2º artigo, é burrice, 1 tiro no pé, é afastar possíveis apoiadores do movimento. ngm ganha nada a longo prazo sendo fanático, e ñ só religioso.

    mas se alguém quiser fazer, e arcar com as consequências do seu ato, tb é direito dele. a burrice deveria ser direito d todos. e assim como a blogueira, sou contra o art. 208 do cp, o estado laico n deveria se meter em questões d ordem pessoal como fé, opinião etc. as pessoas se ofenderam com o ato? aprendam q nem todos são respeitosos nessa vida com as suas crenças e tente ser diferente com as dos outros. agora se formos querer matar, estuprar, prender todo aquele q banca o idiota logo logo o mundo fica vazio.

    --- edit ---

    e ainda tem a questão q estão chamando o ato d "performance artística". isso levaria o debate a outro nível, se a arte é mtas vezes definida como provocativa, p tirar o espectador do comodismo, acho q a perfomance atingiu o seu objetivo. veja outro exemplo q poderia tb chocar:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 29 Jul 2013
  4. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Eu tbm não quebraria ícones ou seria "iconoclasta" (aka fazer caricaturas ou desenhos jocosos com os ídolos, etc) mas tbm não sou obrigada a adorar aquilo ou dizer que é sagrado em minha concepção.

    Só acho que respeito é bom e todos gostam. Desde que ngm ofenda a fé de ngm, tudo bem.

    Já essa questão das lésbicas que se beijaram sem camisa na frente da igreja, penso assim: se fosse um casal heterossexual se beijando pelado (ou sem blusa) em frente a uma igreja, seria escândalo igual. Beijaços em passeatas, em locais públicos porém sem nudez ou sem escândalos, tudo bem. Mas na igreja já acho um desrespeito, pois seria desrespeito em qualquer ocasião, com qualquer casal, hetero ou homo.
     
  5. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    é impossível alguém mencionar a palavra respeito e eu n lembrar dq o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    disse:

     
  6. Lynoka

    Lynoka Like a lady, ya!

    Algumas respostas as criticas recebidas estão nessa entrevista a baixo. é sempre bom poder ver os dois lados ^^

    Caso alguém queira ver na integra:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    _____________________________________________________________________________________________________
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    JLM, sobre essa questão eu penso o seguinte: mulher sem blusa não é até mesmo contra a lei? Pois então. Se fosse um casal hetero dando uns malhos na frente da igreja, sem roupa, seriam presos. Simples assim.

    Então pra que fazer isso na frente da igreja?

    Penso: qual a utilidade?

    Estou longe de ser conservadora, longe de ser católica, mas isso é diferente de agredir a um católico ou a um ícone que um deles adota entre si.

    Já pensou se fosse o contrário? Um pastor/padre indo pregar no meio da Marcha das Vadias? E olha que nem sou contra a Marcha das Vadias, pois o povo ainda culpa a mulher pelo estupro que o estuprador promove - a ideia que move a marcha é super válida.

    Mas imagine agora um padre indo pregar lá no meio, mandando a mulherada se cobrir. Iam:

    - Linchar o padre;
    - Xingar o padre;
    - Mandá-lo à pqp;
    - Iam fazer 300 posts no mínimo contra a religião e etc, que estaria "se intrometendo" na Marcha.

    É isso que não compreendo. Por que quando é a vez das lésbicas se manifestarem, tudo vale? Creio que tudo tem um contexto, e uma igreja certamente não é contexto pra se beijar sem roupa.

    Caso um casal de lésbicas fosse proibido de frequentar a igreja - ou ainda coibido de se beijar perto da igreja, mas com roupa, como um casal hetero faria - seria um exagero.

    Mas sem roupa, mesmo que fosse hetero. É uma falta total de contexto.
     
  8. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    é isso q estou tentado dizer, lindoriel. tb n concordo com as atitudes, eu ñ faria d jeito nenhum. mas defendo q se existe 1 padre burro o bastante p ir pregar lá no meio da marcha, ele tem todo o direito d ir lá e sofrer as consequências. assim como quem comprar uma imagem pagando por ela pode usá-la como bem entender, o direito d propriedade vai entrar em conflito com o art. 208? vai, e no fim vai dar em nada, só barulho. uns fazem barulho fazendo procissões religiosas na frente da minha casa d madrugada e me acordando, outros à noitão com carro d som e bundas d fora, qual a diferença? p mim, nenhuma, vou ficar chateado com ambos e reclamar pra postura e 190. eles tem liberdade d fazer oq quiserem, e eu tb.
     
  9. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    É que a "liberdade" é complicada quando entra no direito do outro, e do espaço do outro.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    se vc olhar as 6 características do conceito d liberdade moderna d benjamin constant (abaixo), verá q as reacionistas feministas aparecem indo contra o ponto 1 mas a favor do ponto 2.
    eu culpo essa problemática por o estado legislar no assunto religião, aonde n deveria (eliminando o art. 208 do cp ñ haveria discordância).
    e se vc prestar atenção nem mesmo pode-se dizer q nem no 4 elas foram contra, pois eqto os católicos são livres p adorar imagens os n católicos tb são livres p quebrá-las, como uma forma própria d filosofia/ideologia/crença.

    e se vc levantar o tema "desobediência civil", q pessoalmente n acho q se encaixe no caso mas algum teórico feminista poderia aplicar sem esforço, nós teríamos tb liberdade até p desobedecer as leis se as julgássemos injustas (vide thoureau, gandhi, martin luther king).
     
    Última edição: 30 Jul 2013
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Mas veja, abusar da: opinião, trabalho, profissão, propriedade etc, é uma coisa; beijar-se seminu (sendo homem ou mulher, homo ou hetero) já vai um pouco além disso... pois a pessoa em si não está somente abusando de "sua" propriedade/opinião/trabalho/etc... ela está invadindo o espaço alheio.

    Thoureau eu não conheço, mas Gandhi, Martin Luther, sempre foram, até onde sei, pacíficos; e nunca beijaram ngm pelados. Rs. Até para a transgressão há de ter um certo "limite".
     
  12. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    aí é q está, p vc é abuso, p quem beijou n é. n podemos julgar os outros exclusivamente pelas nossas opiniões pessoais, pelas nossas crenças, pela nossa moral. há diversidade, e mta dela vai te chocar. mas se vc quer manter a sua inocência, se afaste, desligue a tv, faça coisas q vc considera virtuosas. qtos católicos presenciaram as cenas ao vivo? a percentagem é ínfima.

    e pensar mto dq chocava poucas décadas atrás hj n choca mais. depende do local tb, em cidades gdes ou turísticas 1 bjo gay em público n tem tta importância qto numa cidade do interior, onde provavelmente seriam linchados (conheço algumas cidades assim).

    os exemplos q citei foram d pessoas q n quiseram obedecer leis consideradas até então justas pelo estado ou pela maioria, e revolucionaram as sociedades em q viviam. e ñ é exatamente oq mtos estão fazendo hj?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Não é o que me choca, rs. É o que choca a quem está naquela igreja - não vejo porque fazer isso. Pra "causar"? Aí os católicos se colocam cada vez mais na defensiva - e usam essas coisas pra atacar ainda mais as feministas, as "vadias", enfim, todo mundo que saia do contexto deles.

    Só acho que não tem pq dar motivo pra atacar.

    Sim, mas eles fizeram a coisa de forma a serem úteis à sociedade. Há a história de uma senhora que na época do Apartheid recusou-se a levantar do ônibus para um branco sentar e foi presa - isso ocasionou uma onda de protestos onde os negros pararam de usar ônibus a fim de que fossem considerados tanto quanto os brancos dentro dos mesmos.

    Esse é um exemplo de transgressão que causa uma comoção positiva.

    Mas o beijo das lésbicas em frente à igreja... seria útil em que, além de "causar"?
     
  14. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    p vc descobrir a utilidade desse tipo d ação o melhor seria fazer essa pergunta a uma lésbica, ou feminista, né.
     
    • LOL LOL x 2
  15. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Mas pensa no seguinte: se não se vê uma utilidade a ponto de ter que perguntar a elas, é pq provavelmente não tem. Rs.

    Existe um limite entre "causar por causar" (postura que considero inclusive um tanto quanto infantil) e uma transgressão que signifique verdadeira quebra de valores significativa pra sociedade.

    Beijar-se nua na frente da igreja não parece trazer muitos beneficios pras lésbicas btw.
     
  16. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    acredito que seja uma forma simbólica de demonstrar que há resistência, apesar de anos com a igreja impondo à sociedade o que seria o modo "correto" de se relacionar alegando que qualquer coisa que não fosse aquilo seria pecado.
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  17. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    ou então eu na minha visão heterossexual cristã ocidental esteja 1 tto limitado p visualizar todo o potencial reacionário e benéfico do ato p a causa delas.
    aliás, n temos nenhuma lésbica no fórum q possa participar? quem tiver no armário, a hora é essa. só ñ saia d dentro dele com uma cruz enfiada nos orifícios q vou achar q é remake do exorcista.
     
  18. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    A igreja impôs muitas coisas à sociedade por muitos anos, mas atualmente apenas segue quem quer. Essas lésbicas não precisam ser católicas, não serão queimadas na fogueira caso não sejam católicas.

    Por que não dar à liberdade de quem quer ser católico, de ser católico? Eu não concordo com metade dos dogmas católicos, mas quem deseja ser, que o seja. Quem deseja seguir, que siga.
     
  19. Paganus

    Paganus Visitante

    Conforme o que eu postei no facebook ao compartilhar imagens sobre o assunto:

    "Questão de princípios.

    Pessoas do meu facebook que demonstrarem apoio a esse tipo de barbaridade serão excluídas do mesmo E da minha vida pessoal.

    Não é intolerância. Deus sabe que apesar dos meus inúmeros pecados eu tento respeitar as opiniões alheias e separar ideologia de amizade. Tenho muitos amigos liberais, progressistas, marxistas, feministas, ateus, pessoas com visões filosóficas e políticas que discordo e até abomino mas mantenho a amizade e tento tolerar.

    Mas quem considera esse tipo de profanação, de blasfêmia, de atentado imoral e irreligioso, de manifestação revanchista e ideologizada de ódio como um protesto 'legítimo', como uma 'reação' contra a opressão 'machista', enfim, esse tipo de indivíduos... desses eu quero distância. Quero corte de relações, afastamento, fim de qualquer vínculo, pelo mais tênue que seja.

    Não me considero nada virtuoso mas certos tipos de opiniões vem diretamente do Maligno. Não quero ter parte com gente assim. Já sou demais atormentado pelos demônios e tentações que me atacam constantemente no dia-a-dia para perder meu tempo e paciência com vermes carregados com tal tipo de paixão.

    Se você aplaude esse tipo de coisa, afaste-se de mim, por favor."

    Digo e repito.

    Vermes, filhos da perdição, anjos do diabo, escravos de Satanás, malditos e malignos, arautos da putrefação moral, blasfemos, iníquos, ímpios, monstros antireligiosos, quasímodos da bestialidade, é isso que são essas vadias e outros seres podres de alma que profanam artefatos religiosos, abençoados e representativos de Deus e Seus santos, e ainda creem que não ofenderam nenhuma religião, como se dissociasse o símbolo do objeto e como se essa materialidade não lhes fosse desprezada em face do mesmo símbolo que querem ridicularizar.

    Quem apoia essa infâmia, bloqueie-me do facebook e do fórum, por favor, para não me fazer passar pela indignação absurda que isso me causou e me poupar o trabalho.

    Não quero mesmo ter parte com gente desse tipo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    mas ond fica o "n são os q têm saúde q precisam d médicos, mas sim os doentes" e o "n vim chamar justos, mas sim pecadores"? quer + pecadores dq as vadias, sejam em marcha horizontal ou pulando na vertical? jesus n andava e perdoava as vadias daquela época, vulgo meretrizes?

    e o "n julgueis p q n sejais julgados"? sei q é meio talião, mas mateus ainda tá dentro da validade no livro mor cristão q eu me lembre. se 1 cristão estaria habilitado a condenar outra alma como sendo do demo, por pior q ela lhe pareça, está autorizando outro a fazer o mesmo consigo.

    notem bem, já fui cristão mas hj n me considero 1. no máximo sou simpatizante. mas lembro q a questão do amor e misericórdia deveria imperar nos seguidores daquele q disse "atire a 1ª pedra aquele q n tem pecados" e "amai ao próximo como a ti mesmo". se eu puder selecionar quem é o meu próximo n estaria burlando a regra, arnaldo?
     
    Última edição: 30 Jul 2013
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar