1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

UFRJ NÃO TERÁ SISTEMA DE COTAS NO VESTIBULAR

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Ecthelion, 22 Set 2004.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    UFRJ NÃO TERÁ SISTEMA DE COTAS NO VESTIBULAR
    21/09/2004


    Decisão anunciada ontem teve voto de 11 dos 13 membros do Conselho de Ensino de Graduação da universidade


    Após seis meses de discussão, o Conselho de Ensino de Graduação se manifestou contra a adoção do sistema de cotas que destinaria uma parte das vagas para alunos negros, pardos e oriundos de escolas públicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A decisão foi divulgada ontem pela universidade.


    A decisão do conselho — formado por representantes dos professores, dos alunos e dos funcionários — é válida para o vestibular de 2005. Por 11 votos a dois, os integrantes do conselho manifestaram-se contrários à adoção de qualquer tipo de reserva de vagas ou estabelecimento de cotas nos cursos de graduação da UFRJ. Os conselheiros, no entanto, declararam apoiar a democratização do acesso aos cursos superiores desde que ela aconteça basicamente através de medidas voltadas para o aumento da oferta de vagas e do combate à evasão de alunos.

    Os dois votos vencidos foram dos representantes dos alunos, Luciana Cristina de Souza e Luciano da Silva Barbosa. “Foi uma grande derrota para a democratização do acesso (às universidades). A avaliação que temos é que o conselho é ainda muito conservador em alguns pontos”, lamentou Luciano Barbosa em entrevista ao site do Sindicato dos Trabalhadores da UFRJ (Sintufrj).

    O projeto do governo federal que cria o sistema de cotas está sendo analisado pelo Congresso. O ministro da Educação,Tarso Genro, disse ontem que respeita a decisão da UFRJ.

    — Eu considero isso um ato de autonomia universitária. Agora, quando for lei federal, todas as universidades vão ter que se adaptar. Isso é um processo de elaboração e discussão dentro do estado democrático de direito — afirmou o ministro no “Jornal Nacional”.

    Há pouco mais de um mês, O GLOBO noticiou que a Faculdade de Medicina da UFRJ já tinha deliberado contra o sistema de cotas e que havia uma grande resistência à medida na maior universidade federal do Brasil. Foi a primeira vez no país que a direção de um curso se manifestava publicamente contra qualquer tipo de reserva de vagas. A justificativa era que o sistema de cotas poderia afetar diretamente a qualidade do ensino da faculdade, que obteve conceito A nas últimas cinco edições do Provão.


    Jornal: O GLOBO
     
  2. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar