1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Túmulo de cantora do deus Amon-Rá é achado na cidade egípcia de Luxor

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 16 Jan 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [h=2]Descoberta foi feita por arqueólogos suíços.
    Sarcófago foi achado na limpeza de corredor que leva a túmulo de faraó.[/h]

    Uma equipe de arqueólogos suíços descobriu o túmulo de uma cantora do deus Amon-Rá, da 22ª dinastia (712-945 a.C.), no vale dos Reis na cidade de Luxor, a 600 quilômetros do Cairo.

    O Supremo Conselho de Antiguidades do Egito anunciou neste domingo (15) que os arqueólogos encontraram o sarcófago durante os trabalhos de limpeza de um corredor que leva ao túmulo de um faraó Tutmósis III (1490-1436 a.C.).

    Nesse corredor, os especialistas encontram um poço que dá acesso a uma sala de sepultamento, onde a equipe suíça achou o sarcófago da cantora, conforme comunicado divulgado pelo conselho.

    O túmulo, de madeira e pintado de preto, tem escrituras em hieróglifo, que incluem o nome da artista 'Ni Hems Bastet'.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Túmulo em foto divulgada pelo Supremo Conselho de Antiguidades do Egito neste domingo (15) (Foto: AP)​

    Os arqueólogos acharam ainda perto do túmulo do faraó um muro onde o nome da cantora também aparece inscrito.

    A importância dessa descoberta, de acordo com as autoridades egípcias, é provar que no vale dos Reis, na margem ocidental do Nilo, que há sepulturas de outras personalidades da época da 22ª dinastia, além dos faraós.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Muito legal essa descoberta, ajuda a conhecer e entender mais dos costumes e tradições dessa cultura tão rica que é a egípcia.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os anos passam e é excelente saber que ainda há muita coisa pra ser descoberta.

    E tomara que continue assim por muito tempo. O solo egipcio é o mais rico em história literalmente falando.
     
  4. Envy

    Envy Usuário

    Eu sou suspeitíssimo de falar sobre o Egito.

    Amo o país e os costumes, adoro ler sobre, e tenho livros de diversos egiptólogos, vários romanceados e livros que não são romances também.

    E sobre a descoberta, é bastante curioso mesmo, afinal, não tinha conhecimento que cantores eram sepultados dessa forma, vou ver o que posso procurar que possa ratificar essa informação e posto aqui.
     
  5. Serenatas

    Serenatas Usuário

    Isso é fantástico :D E é uma contorA! Eu pensava que somente homens podiam ter funções religiosas, não sei porquê.
     
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Isso nas nossas religiões, os pagãos não tinham esse preconceito em proibir as funções religiosas para as mulheres não. Pelo menos no pouco que eu conheço é assim.
     
  7. Lothnen

    Lothnen Always...

    Na verdade creio que varia muito de cultura pra cultura e de deus pra deus. Por exemplo, em Roma apenas mulheres podiam ser sacerdotisas de Vesta (as vestais). Já entre os hebreus, apenas os homens podiam atuar no sacerdócio. Não conheço muito de Egito, mas me parece que as mulheres não eram muito tolhidas lá em matéria de posições de poder, sejam religiosas ou seculares.
     

Compartilhar