1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Trinity Blood

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Regente, 20 Nov 2005.

  1. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    É a Gonzo arrebentando outra vez.
    (vi até o capítulo 12, mas a série já está no 20, então quando forem spoiler, avisem, ok?).

    Disseram-me que a série decepciona a partir de certo ponto, isso confere?
    Ah, e quantos episódio ao todo a série terá? Espero que não sejam 52 como Blood+, porque aí seria dose.
     
  2. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Trinity Blood

    Há centenas de anos, uma Terra superpovoada quase esgotou seus recursos. Os humanos começaram a procurar um novo mundo para sobreviver, e acabaram por colonizar Marte. Para isto, fizeram uso de 4 pessoas geneticamente perfeitas: Lilith, os gêmeos "Abel e Cain", e Seth, para serem os governantes e darem continuidade à humanidade. Já em Marte, eles encontraram uma nave alienígena, e nela havia um vírus... Mas paramos por aqui, para deixar a surpresa pro final....

    A Terra, nesses tempos catastróficos de guerra, estava devastada, e o único lugar aparentemente intacto era a Europa, mais precisamente a região do Vaticano. Quando os 4 enviados de Marte voltaram e encontraram a Terra devastada, resolveram reconstruí-la, devolvendo a Terra à idade média (em questões de tecnologia).

    ....Pausa.... você assiste o anime e logo de cara vê naves gigantescas voando, armas terríveis de destruição. Aí venho eu e falo que "essa tecnologia é da idade média"??... Tá confuso? Eu explico: esse anime se passa milhares de anos à frente do nosso tempo, e por isso a tecnologia, apesar de avançada, está bem atrasada em relação ao que eles possuíam antes da guerra... será que deu pra entender? ^^"

    Os remanescentes de Marte acabaram voltando à Terra, mas como estavam sob o efeito do tal vírus, eles se tornaram diferentes. E, baseando-se em antigas lendas, os terráqueos começaram a temer por suas vidas e chamá-los de Vampiros, ou Methuselah. Por isto, cresceu a ira entre os dois povos e uma guerra surgiu entre os colonos de Marte (Methuselah - Matusalem) e o Terans (nascidos na Terra), durando centenas de anos.

    Os Contra-Mundi, ou seja, os Methuselah, lutavam e provavelmente destruiriam a Terra, se não fosse por Lilith, que teve pena dos Terans, passou para o seu lado e quase conseguiu derrotar seus irmãos (Abel, Cain e Seth). Mas algo ainda mais grave ocorreu depois disso: Cain (Jun'ichi Suwabe) conversou com seus irmãos e resolveu propor paz a Lilith, mas, ao invés disso, ele a traiu e levou sua cabeça para seus irmãos. Abel, que era apaixonado por Lilith, ficou enlouquecido e ejetou Cain da nave, fazendo com que ele se chocasse diretamente com a Terra, deixou Seth (Yuki Matsuoka) sozinho e foi para o Vaticano, onde entregou o corpo de Lilith e se associou à família Sforza, hibernando por cerca de 900 anos ao lado de sua amada em uma cripta.

    Um dia, Catherina Sforza, fugindo de assassinos da Rozen Kreuz, acaba encontrando a cripta. Abel decide protegê-la, pois ela considera os Methuselah suas crianças, uma raça superior que deve controlar os humanos. Acham que está descritivo demais? Mas toda essa história faz parte do mangá de Trinity Blood, e sem ela seria bem difícil entender várias situações do anime, pois elas ficam apenas no "ar", sem nenhuma explicação plausível.

    Os personagens principais são: Abel Nightroad (Hiroki Touchi) ou "Nightlord" (vão entender no final do anime), um padre bobão, que vive com fome e aprontando palhaçadas idiotas. Carrega consigo o fardo de ter assassinado milhares de Terans durante o período de guerra, e impôs a si próprio o castigo de nunca mais tirar uma vida, não importando de quem fosse. Ele é um Kresnik, um vampiro que suga sangue de vampiros, e quando isso ocorre, ele perde momentaneamente a noção de realidade, tornando-se insano. Aparentemente, só uma pessoa consegue detê-lo - Esther.

    Esther Blanchett (Mamiko Noto) é uma jovem freira que se envolve com Abel ao acaso, durante uma de suas missões. Com o tempo, nota-se o seu amadurecimento tanto físico (pois aprende a lutar e manejar armas) como psicológico, ela é a "Estrela da Esperança", mas essa é outra história. Catherina Sforza (Takako Honda), a Duquesa de Milão, é uma mulher decidida e bondosa, senta-se ao lado direito do Papa Alessandro XVIII (Yoshinori Fujita), que não passa de um pirralho chorão até o episódio 20 da série, depois disso ele muda totalmente, pois passa a entender todos os motivos que levaram os Methuselah e os Terans a guerra. Extremamente bondoso, ingênuo e honesto, o jovem Papa é manipulado às vezes por seu outro irmão, entre muitos outros.

    Um personagem se destaca muito durante o anime, o jovem Conde de Memphis - Ion Fortuna (Junko Minagawa), de início era um mensageiro para o Vaticano, mas graças a uma armadilha acabou sendo perseguido pela Inquisição e quase fora morto pelo Irmão Petros, o Senhor da Destruição, e por Irmã Paula, a Dama da Morte. Íon é um jovem muito insolente no início, mas a convivência com Abel e Esther o torna uma pessoa doce e gentil. Mas, ainda assim, ele é um Methuselah, e esse envolvimento provoca situações bastante difíceis para os dois, pois, com o tempo, Íon começa a se envolver demais com Esther, provocando um certo ciúme de Abel, pois ele, de certa forma, gosta de Esther (pela semelhança com Lilith). É muito interessante ver o nascimento dos sentimentos entre Íon e Esther.

    Trinity Blood não é muito simples de entender, tem um caráter meio herético, a exemplo de outros animes, como Chrno Crusade. Ele supera as expectativas principalmente na questão de fundamentação dos personagens e suas histórias. A animação é de primeira, e a trilha sonora é sombria, mas totalmente adequada ao clima do anime. Assistam com cautela, pois apesar de parecer um anime simplista de início, ele se mostra enigmático, sombrio e sangrento, principalmente quando se aproxima do final.

    Cátia Nunes do Anime Haus

    ...........................................

    A série já acabou, no ep 24. Eu só vi até o ep 8 e o primeiro cap do mangá e posso dizer que é bem divertido. Uma mistura de Chrono Crusade e Hellsing que funciona (se vc esquecer que a transformação dos modos vampíricos é bem parecida e que são vampiros caçando vampiros). O Abel é apelão pra cacete!!! :mrgreen:
     
    Última edição: 6 Ago 2006
  3. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Esse anime foi uma das maiores decepções de 2005.
     
  4. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Então do meio pro final piora mesmo...
     
  5. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Na verdade nunca foi bom.

    Os primeiros episódios foram meramente introdutórios, por isso dei um desconto.
     
  6. Faramir Estel

    Faramir Estel By Demons Be Driven

    Sim, foi um erro absurdo da Gonzo de achar que pode transformar um mangá incrivelmente bom e gigante num anime pequeno e incrivelmente bom. Se você ler o mangá, melhora o anime e ele fica legal, mas, se não lê acha que tem algo estranho e vira um lixo.
    A Gonzo decepcionou bastante duns tempos pra cá :com Speed Grapher, Trinity Blood e principalmente Gantz. (Por outro lado tem Gankutsuou e Last Exile)
    Agora a nova merda deles é Witchblade. :roll:
     

Compartilhar