1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Trilogia na lista dos 50 efeitos especiais mais influentes

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Administração Valinor, 12 Mai 2007.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <p align="justify"><img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/categorias_noticias/filmes.jpg" border="0" alt="filmes" title="filmes" hspace="5" vspace="5" width="80" height="100" align="left" /><div align="justify">
    No &uacute;ltimo dia 10 a <em>Visual Effects Society </em>revelou os nomes dos 50 filmes cujos efeitos visuais mais influenciaram a ind&uacute;stria cinematogr&aacute;fica. A lista foi criada a partir dos votos dos membros da <em>Visual Effects Society</em>, que apesar de n&atilde;o darem boas coloca&ccedil;&otilde;es para os filmes da trilogia <em>O Senhor dos An&eacute;is</em>, ainda assim inclu&iacute;ram os tr&ecirc;s filmes.
    </div>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Vivi

    Vivi Parmandili of Thrones

    Certo que entendo de efeitos tanto quanto entendo da larva da mosca piriri mas mesmo assim tinham que estar entre os primeiros, principalmente o retorno que estava muito fantástico...
     
  3. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu acho que os filmes da trilogia não amadureceram o suficiente para que possam ver uma boa quantidade de filmes sendo influenciados, ou que simplesmente sejam visto como divisor de água tipo "Ok, até a trilogia do PJ esse tipo de coisa jamais seria feita".

    Também faltou algo inovador mas ao mesmo tempo bem marcante, que tenha sido repetido um monte de vezes, como o bullet time do Matrix. Aliás, deu no saco de tanto bullet time que saiu naquela época, ainda bem que o pessoal deu uma sossegada sobre isso.
     
  4. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Não é bem assim. A verdade é que muitas pessoas não sabem, mas houve uma série de efeitos que agora são muito usados e populares que foram introduzidos pela trilogia. O mais notório é um programa chamado Massive, se não me engano, que permite criar batalhas com milhares de elementos, cada um efectuando uma acção diferente. Desde que foi pela primeira vez usado na Sociedade do Anel, praticamente todos os filmes com batalhas em larga escala, principalmente épicos ou de guerra, fizeram uso desse programa. Foi sem dúvida um marco em termos de efeitos visuais.

    E há também a técnica de CGI usada para criar Gollum, com base em um actor real - apesar de não ter sido a primeira vez que se fez algo assim, nunca tinha atingido o nível de perfeição que o pessoal da WETA conseguiu, e é muito mais usada agora.

    Daqui a uns 10 anos acho que essa diferença se vai notar mais e é possível que os filmes subam um pouco de posição nessa lista. Por agora, quatro a sete anos é pouco para chegar perto de colossos como Star Wars ou Jurassic Park.
     
    Última edição: 13 Mai 2007
  5. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Foi exatamente o que eu quis dizer no trecho com o qual você discordou ;)
     
  6. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Foi erro na citação, eu estava discordando com o seu segundo parágrafo, em que dizia que não havia nada muito marcante ou inovador nos efeitos visuais da trilogia. =]
     
  7. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu não disse que não eram inovadores, eu disse que não eram inovadores e ao mesmo tempo bastante marcantes. São grandes efeitos, mas milhões de vezes mais sutis dentro do filme do que um bullet time, portanto, não tão marcantes.

    Na realidade, lembro que na época do lançamento do primeiro filme, li uma crítica dizendo que a diferença básica entre a utilização de efeitos pelo PJ e pelo George Lucas é que enquanto para PJ os efeitos eram colocados por necessidade ao se contar a história (tipo o efeito do tamanho dos hobbits, ou o próprio Gollum, que no primeiro filme mal aparecia, mas que a partir do segundo se fazia bastante necessário), para o GL o filme servia para mostrar quantos efeitos ele sabia fazer.

    Se isso é bastante favorável ao PJ no sentido de ter realizado três filmes que vira e mexe aparecem na lista dos "mais" alguma coisa, é um tanto desfavorável quando a idéia é aparecer em lista de efeitos especiais, porque independente das revoluções (e eu enfatizo que eu nenhum momento disse que não existiam), elas passam um pouco "despercebidas", como se fosse algo que sempre esteve lá.
     
  8. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Na minha opinião, o fato de que o três filmes entraram nesse ranking ao lado de demônios dos efeitos especiais como Star Wars e viagem à lua já é uma grande conquista.
     
  9. Sabe Ana, eu concordo que as influências de SDA ainda tão longe de ter amadurecido o bastante, mas já tem muita coisa sendo influenciada por um programa criado pela WETA já para o primeiro filme. To falando do Massive que é um software de inteligência artificial que atribui comportamentos distintos a personagens 3D.
    Isso torna as sequências de batalhas com milhares de personagens extremamente reais. Depois de SDA, sequências épicas de filmes de batalha tomaram as telas de cinema usando o mesmo Massive (ou tecnologias semelhantes).
    Exemplos disso são Tróia, Cruzada, Alexandre e recentemente 300. Em 2005 o filme mais premiado no festival de publicidade de Cannes (campanha do Playstation Online e que aliás foi rodado no Rio) também usou o Massive.
    Já o Gollun eu acho que foi apenas o mais convincente personagem 3d já criado...mas isso é técnica que não vem de SDA. Com o tempo ainda vai surgir um personagem ainda mais real...se isso não aconteceu ainda. E assim como AdT partiu do fracasso do Jar Jar, tem muito personagem 3d que vai partir do Gollun.

    Bom, já o bullet time, não foi criado para Matrix. Esse efeito já existia antes (se não me engano foi um sueco que teve a idéia de espalhar camêras polaroides em torno de um ator ou objeto). Antes de Matrix acho que a Bjork fez um clipe usando o Bullet time. O conceito da camerâ girando em torno de um ator também já existia muito antes...até Speed Racer tinha usado.

    Nesse caso eu penso que o Bullet Time de Matrix teve muito mais uma influência estética do que técnica. A favo de Matrix foi o uso conceitual do efeito, pois os Wachowski que sempre foram nerds e fãs de animê, manga e comics achavam que o slow motion era uma forma correta de reproduzir a chamada "arte sequêncial".

    Mesmo assim Matrix não é apenas o Bullet Time e teve uma tremenda influência na estética de filmes de acão e ficção que vieram depois. A combinação desses efeitos com a coreografia do Wo Ping é que fez a diferença.

    Mas cá entre nós creio que os 17 escolhidos na frente de SDA são mais do que merecidos, e eu colocaria ainda Jason and the Argonauts na frente de SDA...acho que nem o PJ ia negar que o mestre Harryhausen merecia uma colocação mais justa.

    Creio que mesmo daqui a uns 100 anos Star Wars ainda vai merecer o topo da lista. 2001 eu colocaria até em segundo lugar... e Metropolis em terceiro. Viagem a Lua tem o credito do pioneirismo. Parque dos Dinossauros, Tron, Terminator 3 e O Segredo do Abismo foram marcos no uso de 3d. Alien e Caçadores forma marcos do hoje chamado efeito mecânico. Roger Rabbit, Titanic e O Magico de Oz em composição. Mas caraca...depois de Star Wars o cinema mudou. Nenhum filme fez o uso de efeitos especiais da forma arrasadora como Star Wars.
     
    Última edição: 14 Mai 2007
  10. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Uma qualidade dos efeitos do SdA, e que a Ana de certa forma citou lá em cima, é que eles servem à história. Mas, talvez mais importante, não só aos personagens, ao cenário também. Isso é fundamental se lembrarmos que Tolkien se preocupava demais com a construção de um cenário rico, completo, bem mais do que com personagens propriamente, na maioria das vezes. Isso certamente foi utilizado antes em filmes de fantasia, mas nunca num nível como no SdA. Lembro bem que diziam depois do Sociedade do Anel, "os efeitos estão só tão bons quanto deveriam estar, nada demais", as pessoas provavelmente estavam se lembrando do balrog ou de coisas assim mais aparentes; se percebessem que só uma parte do que aparecia ali realmente era real, a observação teria sido outra. Eu me lembro até hoje de como fiquei emocionado com as cachoeiras de Rauros. É muito simples dizer que era só uma cachoeira, mas esse é o diferencial: quando o efeito é tão perfeito que não parece uma criação, parece cenário.
     
  11. Bonitão, nem sempre os efeitos foram fiéis ao cenário...alguns metros antes de Rauros (pelo menos nas distancias do filme que são bem menores) ,Tolkien não teria ficado nada satisfeito ao ver machados substituidos por espadas para que a platéia não confundisse Isildur e Anarion com Thrór ou Durin.

    Mas na verdade o filme como um todo tem uma tremenda direção de arte, e no que diz respeito a representação visual da TM acerta muito mais do que erra.

    Esse cuidado vem desde a escolha das locações, a direção de fotografia quando trabalha com planos abertos e é claro nos efeitos.

    Mas Rauros...tudo bem, mas o que me marcou mesmo foi a entrada de Gandalf em Minas Tirith em RdR. Aliás lembro de alguém sentado ao meu lado em extase nessa sequência... e que depois da cajadada de Gandalf em Denenthor acusou o PJ de comer cocô.
     
  12. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    Como o 10º Membro da Sociedade bem elucidou, esse ranking não significa que todos os espectadores notaram grandes diferenças visuais nos filmes da trilgia e em seus beneficiados/influenciados.

    O que o ranking demonstra é que FERRAMENTAS foram desenvolvidas em SdA que foram de grande utilidade para a indústria cinematográfica, como no exemplo do Massive.

    Por exemplo, quem notou que depois de Star Wars muitos filmes passaram a utilizar o sistema THX para áudio?
    Muito poucas sabem o que isso significa. Para a grande maioria, é apenas um novo selo de qualidade de som. Mas para as produtoras, é uma descomplicação no processso de edição de áudio, e ainda por cima com ganho de qualidade, sem tamanho. Foi uma revolução. Mas não do mesmo modo que Matrix inspirou a uma leva de filmes usarem slow-motion e rodadas espetaculares de câmeras.

    É nesse sentido. A tecnica de montagem de CGI em cima de personagem real realmente é outro grande ponto, embora Matrix tenha usado também em larga escala.

    E as ferramentas de 3D, para suportar a infinidade de detalhes de Valfenda, Moria, e todas as grandes construções virtuais? O telespectador nem fica sabendo que existiram. Mas para a indústria cinematográfica, um marco.
     
  13. Na verdade o THX veio um pouco depois. O THX (que é também o nome de uma ficção cabeça do Lucas) que me lembre estreou em "Os Intocáveis".
    Ainda é pouco utilizado em cinemas brasileiros, que dão preferencia ao DTS. De qualquer forma, embora não seja especialista em som creio que foi a iniciativa de Lucas na elaboração de um sistema de som diferenciado e que viria a se tornar o THX, que levou a industria a pesquisar outros sistemas.

    Bom, mas eu continuo achando que inovação mesmo em SDA foi o Massive. O resto já existia.
     
  14. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Eu particurlarmente gostei muito dos efeitos visuais de SDA, porém acho prematuro demais para que a trilogia seja considerada um arco, afinal como ja foi dito se passaram apenas 4 anos, devo destacar as viradas no matrix que eu considero sim ua revolução em termos de efeitos visuais, SDA eu considero uam revolução em efeitos especiais que foram muito bem feitos chegando ao ponto de serem reais so em ver, meu pai inclusive quando assistiu o filme ele falo: "gastaram dinheiro demsi pra fazer esse filme" isso quando eles estavam andando por moria fugindo do balrog, moria quebrando e os menbros da sociedade pulando, ele pensou que tinham cosntruido tudo em moria uahhahaha, dai eu falei: "eles não construiram isso pai são efeitos especiais espetaculares e só', lembrando ainda que pela época jurassic park foi o filme que tefve efeitos especiais quase iguais a SDA isso em bem uns 10 anos depois e até hoje quando assisto na Tv jurassic park eu fico catando um resticio de efeito que eu perceba que são realmente especias e não encontro, pois tamanha perfeição fizeram jurassic e pela época.
     
    Última edição: 16 Mai 2007
  15. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Bom, eu não entendo nada de efeitos visuais/especiais, então não vou dar pitaco, vou só apoiar algo que o Décio disse:

    Já naquele antigo seriado "Dose Dupla" com as gêmeas Ashley e Mary-Kate Olsen, a abertura do seriado era feita em Bullet Time, e isso foi alguns anos antes de Matrix.
     
  16. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Claro, Décio, mas é desse tipo de fidelidade que eu estava falando. Nem de fidelidade exatamente eu estava querendo falar, era mais da qualidade dos efeitos em passarem despercebidos. Eram tão bem feitos que simplesmente se misturavam ao cenário natural da Nova Zelândia, e não pareciam algo artificial.

    Mas Minas Tirith não estava de chorar mesmo? ERA Minas Tirith, vista de fora, com os sete níveis, e a torre lá no alto, com o sol batendo. Pena que o filme teve essas como o Gandalf batendo no Denethor.
     
  17. É..inda mais que o cara sentado do meu lado era vc.
     
  18. Telemaco

    Telemaco Sombra e Pó

    Um exemplo de efeito especial em Sociedade do Anel que passa despercebido por grande parte das pessoas é a cena da fuga dos membros da Sociedade pela ponte de Khazad-dúm. Foi engraçado ouvir a trilha de comentários do DVD nesse momento pois me lembrei de ler alguma crítica ao fato do ambiente parecer tão falso e não-integrado aos atores que deviam ter corrido em algum estúdio com fundo azul. Pois PJ revela que TUDO naquela cena foi feito em computador: cenário e atores (dublês digitais, na verdade).

    Nosso olhar tornou-se mais apurado e logo "adivinhamos" quando estão usando efeitos especiais, como é o caso do cenário da ponte, mas aposto que muita gente, eu inclusive, não pensou, na época, que estava vendo seres digitais correndo por ali.

    Quanto à influência de SdA, concordo com o que já foi dito, falta ainda tempo para avaliar a extensão dessa influência no cinema atual.
     
  19. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Estava revendo a lista e fiquei com uma dúvida: o que é que Encontros Imediatos em Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind) tem assim e tão especial em termos de efeitos visuais que mereça um 8º lugar? :think:
     

Compartilhar