1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Três Anéis Élficos, poderes específicos?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por grlopez, 21 Mai 2007.

  1. grlopez

    grlopez Usuário

    Pessoal,

    A algum tempo atrás me envolvi em uma discussão com um cara que usava um Ent de figura. O tópico acabou se perdendo e eu não consegui mais achá-lo.

    O foco era muito interessante e aqui quero levantá-lo devolta para todos:

    Os três anéis élficos tinham sim, cada um a sua maneira, poderes específicos? (Pelo fato de não serem iguais, terem pedras diferentes e alguma vezes citações sobre darem conhecimento, ação e cura)

    Ou todos eles seriam iguais, ficando sua dádiva restrita a "afastar os males do mundo"?

    É que eu estou relendo pela décima milésima vez o SdA e tem muitas sugestões no livro que acabaram reanimando esta questão em mim e, portanto, gostaria de discutí-la com vocês.

    Aliás, queria abrir também para os referidos poderes conferidos pelos Anéis dos Anões (ontem dando uma lidinha nos Apêndices) e no dos reis homens (Futuros Nazgul).

    Acho que isto cabe uma discussão acalorada!

    Valeu, grande abraço.
     
  2. LatinoAmericano

    LatinoAmericano Aqui jaz Alcarecco

    Não sei ao certo, mas acho que os anéis dos anões e dos reis, que depois sse tornaram os espectros do anel, ou nazgul, como queiram, eram todos iguais, não tinham poderes específicos.

    Mas os tres anéis élficos, eram diferente um do outro, e poderiam ter poderes específicos sim, mas todos tinham, vamos dizer, o mesmo intuito. Que era o de afastar os males do mundo, como foi dito.
     
  3. Anarien

    Anarien Usuário

    Dos anéis élficos desconheço a existência de especificidades(apesar de não descartá-las),mas todos (como o rogeriomithrandir colocou),tinham o poder comum de manter o que é belo (principalmente nas terras mais antigas),tanto que a impressão que os viajantes têm ao passarem por Lórien é de que o tempo não passa.
    Dos anéis dos anões e dos homens ,creio,funcionavam da mesma forma. Os anões na busca por metais e pedras preciosas e dos homens instigando sua ambição por poder.
     
  4. Lady Nati

    Lady Nati ---

    Os Três Anéis Élficos se não me engano foram forjados em 1500 pelos ferreiros dos Noldor de Eregion,sob a influência e orientação de Sauron,que na época ainda mantinha escondida suas terríveis intenções.

    Creio que outros anéis do poder foram feitos pelos elfos,mas os três foram feitos por Celebrimbor que concluiu a tarefa em 1590.E acredito que este tenha entre a Círdan depois.

    Esses três eram os de maior poder,e justamente os que Sauron mais cobiçara.
    Porém,Sauron jamais os maculou,pois estes foram entregues aos Sábios quando os planos de Sauron foram descobertos,e não foram mais abertamente usados até o fim da Terceira Era...

    E sim,os anéis élficos têm funções distintas,mas como já dito com o mesmo propósito que é de protejer tudo o que é belo e valoroso na Terra Média.

    Referente aos Anéis Élficos :

    Círdan sabendo de onde Gandalf vinha e para onde retornaria,deu-lhe o Anel Narya,o Anel de Fogo,capaz de acender o coração dos povos da Terra Média,sua pedra era um Rúbi.

    A Galadriel,fora dado Nenya ,o Anel da Água ,era feito de Mithril com um diamante,tinha o poder de manter belos os jardins de Lothlórien.

    Vilya,O Anel do Ar,pertencia a Gil-Galad,mas antes de morrer deu o a Elrond.
    tinha como pedra uma Safira.Era usado também para proteger Valfenda.

    E sobre os outros anéis entregues aos homens e aos anões encontrei algumas coisas:

    Os nove reis dos homens que receberam os anéis de poder foram facilmente seduzidos pelo poder do Um Anel,que se tornaram os Nazgûl,servos do Senhor do Escuro.(isso nós já sabemos!)

    E os sete anéis dados aos Senhores Anões,três foram recuperados por Sauron e os outros quatro foram consumidos pelos dragões...

    Alguém possui alguma outra informação referente "aos Sete"?
     
    Última edição: 22 Mai 2007
  5. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Em resposta a pergunta primeira proposta no tópico:

    "Os Sete e os Nove foram feitos com o auxílio de Sauron, ao passo que os Três foram feitos por Celebrimbor sozinho, com poder e propósito diversos"
    J.R.R. Tolkien
    Contos Inacabados

    Só para encerrar a discussão de possivelmente os Três possuírem os mesmos poderes.
     
    Última edição: 22 Mai 2007
  6. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Perfeitamente colocado Vilya.
    E muito bem ilustrado acima por Lady Nati, creio que este tópico, bem específico, tenha sido esgotado.

    Abraços.
     
  7. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Cara com um Ent de avatar? Quem será? :g:

    Creio que o Vilya cometeu um erro de interpretação de texto 9isso se quis dizer que os 3 tem poderes diferentes entre si): veja os "... pode e propósitos diversos" ai está fazendo referência entre os 3 E os 9. E não entre os 3 apenas.

    Repito: Tolkien diz que os 3 ampliavam capacidades inatas e que, como propósito primordial, seus poderes eram o de "manter" as coisas (em geral).
     
  8. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Porém, de mesma forma, é mencionado (referente a Gandalf e Narya) a ação de incitar os corações (que não deixam de ser inatos). Não creio que seja algo tão simples Rama, nem tão simplistamente "esgotada" possa ser essa questão.
    Porém, de fato a colocação de Vilya era com relação ao macrocosmo, não microcosmo dos Três Anéis Élficos, mas sim dos Anéis de Poder em si.

    Abraços.
     
  9. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Creio que não, mas de fato posso estar errado, já que na verdade as duas interpretações podem ser feitas. Gostaria de ler essa passagem no original em inglês.

    É fato que muitas vezes os três são tratados como um conjunto que partilha de muitas semelhanças

    "E de todos os anéis élficos eram esses os (Três) que Sauron mais desejava possuir, pois quem os guardasse poderia afastar os estragos do tempo e adiar o cansaço do mundo."¹

    mas algumas vezes é frisada a diferença entre eles

    "Vilya, o mais podereso d'Os Três"
    ²
    "Porém mais tarde, quando Nenya, o principal dos Três"³


    sendo assim, creio que as semelhanças (que são muitas) acabem por nos conduzir a pensá-los como quase iguais, mas pelas passagens que eu trouxe fica claro que Tolkien os pensava distintos.

    ¹- Silamrilion
    ² - Senhor dos Anéis
    ³ - Contos Inacabados
     
    Última edição: 23 Mai 2007
  10. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exatamente é essa a noção que tentei conduzir ao evocar a passagem que trata de Gandalf, e de Narya.
    Muito bem elucidado Vilya, e creio que as duas interpretações sejam mesmo válidas, sendo no macro ou no microcosmo dos Anéis Élficos.

    Eles podem, e creio que o tenham, como disse Rama o poder inato de manutenção, mas haviam diferenças, tanto na qualidade, quanto no efeito em si próprio.
     
  11. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    A Lady Nati citou o que eu me lembro de ter sobre os Três, e o Vilya também. Dizem que o anel do Elrond foi usando na enchente do Bruinen que derrotou os nazgûl. Faz muito sentido, porque ele, um elfo, dificilmente teria esse tipo de poder por si só. Se ele tinha o poder do ar, pode ter causado aquele efeito com uma super lufada e fez a água descer mais forte.

    O Anel da água nós sabemos que Galadriel usava de alguma forma para proteger Lórien contra Sauron. No Apêndice A tem uma referência velada a isso. O anel do Fogo era o do Gandalf, e esse "fogo" sabemos que é mais o fogo do espírito, de animar os homens a lutarem.

    Os Sete aparentemente era iguais aos Nove, mas funcionaram diferente porque os Anões eram diferentes dos Homens.Talvez por eles terem sido idealizados pelo Aulë, vai saber. Sauron quis que os Sete levassem os Anões pra ele também, mas eles não foram corrompidos dessa forma. Eles se tornaram mais gananciosos, e foram sendo derrotados pelos dragões (parece um tipo de conflito pelo território... ouro, montanhas, estavam todos ali), e depois pelos orcs.
     
  12. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Ainda não vi uma rgumento que me mostrasse comc erteza os "poderes diferentes" dos 3. Ao citarem "mais importante" e/ou "mais poderoso" vcs esquecem o contexto de que quem está nos contando a história é um elfo... e nessas situações percebe-se que eles tinahm noções diferentes.

    Gandalf "aquecia" corações pq era sua missão (e ele a realizava), Elrond curava pq já era bom disso, etc...

    Os 3 faziam as memsas coisas, apenas se portavam diferentemente ans mãos de pessoas (elfos no caso) diferentes.



    (Aproveito e chamo todo mundo pra discutir na LISTA VALINOR! Cliquem na minha assinatura!)
     
  13. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    É um argumento interessante, e coeso, mas não embasado, tanto quanto os nossos. hahahaha. =]
    A definição que diz, que teriam eles o efeito de ressaltar um poder inato, não explicaria o porque de Narya estar nas mãos de Gandalf, e ajudando a incitar os corações em seus caminhos. Pois isso difere do efeito de manter Lórien sob um bálsamo eterno, Galadriel não tinha o poder de eternizar nada. E Elrond não é o dono original de seu anel, mas sim Gil-Galad, o que não viabiliza o fato de poderes iguais. De fato, usado para ressaltar poderes inatos, ou não, eles se diferiam em suas essências, caso não o fosse, não teríamos os elementos distintos, mesmo que se completem: água, ar, fogo.

    Abraços.
     
  14. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Olha, o que você fez de concreto até agora foi me acusar de mal interpretar uma passagem e repudiar fatos citados dos livros. Respeito que você não concorde com uma interpretação que eu tenha feito, mas não posso concordar com o resto. Há pouquíssima coisa dita a respeito dos Três, justamente por serem tratados como segredo, e mesmo assim encontramos, por mais de uma vez, referência explícita às diferenças existentes.

    Se do pouco que temos relatado ainda vamos repudiar certas passagens, então o que nos sobra é material para no máximo especulação. Nesse sentido seu ponto de vista é válido.

    Poderíamos recomeçar assim: E se... ignorássemos os fatos que indicam as diferenças entre os Três. Tomemos apenas o devido cuidado de deixar esse "E se" bem escondido, senão corremos o risco desse tópico ser movido para área mais adequada.
     
    Última edição: 24 Mai 2007
  15. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    De certo, entendendo a colocação de Rama, devo concordar que, mesmo com material escasso, devemos ater-nos a ele.
    Se um historiador trabalhasse repudiando fontes, como faziam os do século XIX, teríamos uma história parcial, e que representaria interesses de classes distintas (de fato as dominantes).
    Desta forma, até mesmo a mais ínfima das passagens pode ser problematizada, e trabalhada em busca de algo, que se não objetivo, e espero que não seja, nos mostre uma certa verdade, que seria revelada através da razão.

    As fontes não falam por si só, deve-se questioná-las em busca de uma desocultação, não há verdade absoluta, nada é isento, mas creio que isso que dê mais valor e vontade a nosso trabalho historiográfico.
    Como aqui estamos no papel de um historidor, creio ser válido atermo-nos as colocações valiosas de Marc Bloch, que foram lembradas (de forma apenas mais simples) por nosso amigo Vilya. =]

    Abraços.
     
  16. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Mas toda a obra de Tolkien, pela coerência interna, foi escrita por alguém. O SdA, na verdade, foi escrito por hobbits, não por elfos. Os elfos escreveram o Silmarillion. Se formos sempre considerar isso de forma a relativizar o que está nos livros, então podemos relativizar tudo, menos as Cartas, entende? Em alguns trechos, como a fala de um personagem ou quando a narração deixa bem claro "conforme defendiam os elfos...", ou algo nessa linha, esse pensamento é bem coerente. Mas fora esse tipo de situação, podemos questionar tudo. Por exemplo, os hobbits escreveram o livro de cabeça, com as memórias deles da aventura; levando isso em consideração, ao pé da letra, as falas quase todas devem ser imperfeitas, não devem ser as falas exatas dos personagens. Mas é razoável questionar esse tipo de coisa? Bem difícil, não é?

    O Narya, do Gandalf, é uma exceção entre os Três, porque dele sabemos explicitamente que tinha essa função, "aquecer" os corações na luta contra o inimigo. Essa era a missão dele também, mas ele poderia fazer isso com palavras e ações inspiradoras, não tinha, nem como maia, como penetrar na vontade dos homens por si só. Melkor tentava fazer algo semelhante (mas o oposto) e não conseguia.

    Sobre a enchente no Bruinen, o que você acha? Não foi o Gandalf, que disse ter feito só os cavalos aparecerem, e um elfo não tem poder sozinho pra provocar aquilo.
     
  17. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exatamente. =]
     
  18. grlopez

    grlopez Usuário

    Ou a Galadriel botando abaixo "com as próprias mãos" Dol Guldur, após ter defendido 3 investidas - que não deve ter sido pouca coisa - daquele local, após a queda de Sauron.

    Também digo que no Conselho de Elrond ele descreve os Anéis Élficos no sentido de que eles foram forjadas buscando ação, cura e entendimento.

    Também, como já citado, se são iguais pq não são 3 anéis de mithril, idênticos?

    Por que o Anel que remete ao elemento fogo e tem expressa descrição de acender corações é engastado em Rubi?
    Ou por que o que traz "entendimento" - segundo o próprio Elrond - fica justamente com Elrond Meio-Elfo, Mestre da Tradição?

    São anéis em 3 pedras, safira, rubi e o outro esqueci :confused:.. Eu não consigo conceber de eles serem iguais.. "só" servindo para afastar os males do mundo. Tem muito mais do que isto nas atuações dos portadores deles.

    É esta minha posição final.

    --

    Os anéis dos anões e dos humanos também eram diferentes. O dos anões era mais para gerar riqueza de metal, um anão, o qual eu TAMBÉM esqueci o nome, disse que o anel (um dos sete) prescisava de ouro parar gerar ouro.

    É isto..
    No more...

    Até!
     
  19. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Sim, pautado nessas questões, e lembrando que os Anéis de Poder em si têm sentido diferenciado, para homens, elfos, e anões, e creio que dentre eles existem diferanças, assim como mencionado.
     
  20. Vikingaälva

    Vikingaälva Samson came to my bed

    Faz tempo que li sobre os três, portanto não me recordava se haviam poderes expecíficos para cada um. Infelizmente eu não posso checar novamente em meus livros sobre os outros Anéis, pois eu os emprestei. Será que alguém pode me informar alguma outra coisa a respeito dos Anéis dos Anões?
     

Compartilhar