1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Traduções más desde sempre

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Tywin Lannister, 19 Nov 2008.

  1. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Foi nesta tarde ensolarada mas fria, que começei a ler a edição do "Senhor dos Anéis" em britânico, da HarperCollins. Uma edição que reúne todos os apêndices e indexs escritos por Tolkien para o livro, bem como todos os três volumes concentrados num só livro, de 1127 páginas.

    E foi com extremo espanto que eu verifiquei que desde a primeira edição Norte-americana, que Tolkien tem tido problemas com as impressões da obra. Ora faz parte integrante das notas iniciais, mesmo antes do prelógo, um texto denominado "Note on the text" e que dedica quatro páginas, precisamente a esse problema, um texto elaborado por Douglas A. Anderson.

    Esse texto fala de imensas situações, embora deixe explicito no seu final que apenas deu "...a glimpse of the overall sequence and structure."

    Deixo então, parte integrante da página 11, primeira página desta nota:

    "... The first volume, 'The Fellowship of the Ring', was published in Great Britain by the London firm George Allen & Unwin on 29 July 1954; an American edition followed on 21 October of the same year, published by Houghton Company of Boston. In the production of the first volume, Tolkien experienced what became for him a continual problem: printer's errors and compositor's mistake, including well-intentioned 'corrections' of his sometimes idiosyncratic usage. These 'corrections' include the altering of dwarves to dwarfs, elvish to elfish, further to farther, nasturtians to nasturtiums, try and say to try to say and ('worst of all' to Tolkien) elven to elfin. In a work such as The Lord of the Rings, containing invented languages and delicately constructed nomenclatures, erros and inconsistencies impede both the understanding and appreciation of serious readers - and Tolkien had many such readers from very early on..."

    Gostaria então, de saber a vossa opinião sobre o que levou a tantos erros nas impressões de "O Senhor dos Anéis", tendo em conta, os inúmeros indexs e correcções que Tolkien e, depois da sua morte, o seu filho Cristopher enviaram para as editoras americanas, facto que tambem apurei neste mesmo texto.

    Será pelo facto de a fantasia ser considerada um campo menor da literatura, ou simplesmente, os editores americanos, atentos ao sucesso da obra na Grã-bretanha, apressaam-se a publicar a mesma, e, por consequencia, fizeram uma má revisão e impressão?
     
  2. Tilion

    Tilion Administrador

    Como é dito no trecho citado, as más editorações aconteciam mesmo durante a vida do Tolkien, com tipógrafos britânicos. Vários teimavam em "corrigir" formas escritas pelo Professor, como as famosas "dwarves" para "dwarfs" e "elvish" para "elfish", citadas acima.

    Além disso, o próprio processo manual de editoração fazia com que diversos erros acabassem entrando nas edições a cada nova impressão (exceto nos casos em que essas eram feitas a partir de fotogravuras dos originais britânicos, como com as edições norte-americanas iniciais; mas essas, de qualquer forma, reproduziam os erros já existentes). A coisa só foi melhorada de vez quando passaram a usar processadores de texto no início dos anos 90 para encontrar e corrigir os erros com maior exatidão.

    Não tem nada a ver especificamente com a fantasia como gênero, pois isso acontecia com qualquer tipo de livro. O problema era no próprio processo de impressão e com as pessoas envolvidas nele.
     
    Última edição: 19 Nov 2008
  3. joao miguel

    joao miguel Usuário

    obrigado pessoal por responderem a minhas duas perguntas valeu e só vi o filme msm
     
  4. bart-simpson

    bart-simpson Hey ho! Let's go!

    Tilion e Nómin

    E eu que acreditei que as edições inglesas e americanas não continham erros...
    Bem, adquiri uma edição importada de SdA (Houghton Mifflin, 2005. 1.178 p.); o livro deve chegar em dezembro próximo.
    Vocês conhecem essa edição? Ou saberiam me dizer, de qualquer forma, se contêm erros nela?
     
  5. Tilion

    Tilion Administrador

    Os erros das edições em inglês nunca afetaram significativamente a história. Eram basicamente questões de grafia. Os erros mais graves o próprio Tolkien corrigiu para a segunda edição do SdA.

    Todas as edições de 2004 para cá são as mais corrigidas possível, revisadas por Wayne G. Hammond e Christina Scull por ocasião do aniversário de 50 anos de publicação do livro (1954-2004).
     
  6. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Re: Tilion e Nómin

    Bem essa não conheço, devo é dizer que na que adquiri, como já disse, da HarperColins, que junta os três num só com os apendices, mapas e indexes, não detectei um unico erro
     
  7. Tilion

    Tilion Administrador

    A natureza dos erros não é facilmente perceptível a não ser que se compare diversas edições de anos diferentes. Não há trechos faltando em nenhuma edição em inglês.

    Como eu já disse acima, os erros eram apenas ortográficos e mesmo assim não comprometiam nada: nenhuma palavra estava "errada", apenas alguns tipógrafos resolveram usar a grafia mais comum para determinadas palavras (como dwarfs em vez de dwarves, como citei acima) em vez da usada por Tolkien. O problema é que Tolkien usou determinadas grafias propositalmente, não porque ele teve "lapsos". Ele sabia muito bem o que estava fazendo e tinha embasamento lingüístico para tal - diferente dos tipógrafos, que achavam que sabiam mais que o próprio Tolkien sobre o texto dele mesmo, o que é incrivelmente ridículo tanto por ser ele o autor como pelo fato de que ele foi uma das pessoas com maior conhecimento no século XX da língua inglesa e de suas variantes.
     
  8. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    O Tilion tem toda razão. Trata-se de um fenômeno inerente ao processo editorial -- tudo que envolve seres humanos está sujeito ao erro -- e não tem nada a ver com as características específicas do SdA, menos nos casos em que mexeram em grafias como dwarves e elves.

    Abraço,
     
  9. Éomer

    Éomer Well-Known Member


    Estou relendo as "Cartas" e vejo que o professor ficou simplesmente p... da vida, enfurecido com essas duas mudanças em particular.
     
  10. bart-simpson

    bart-simpson Hey ho! Let's go!

    Ótimas notícias. Espero, então, que a grafia original - e, portanto, todas as dferenças dialetais - tenha sido preservada (leia-se respeitada pelos editores), na edição que mencionei; e tudo indica que isso ocorreu, considerando essas informações do Tilion.

    Obrigado.
     

Compartilhar